Dicas e Sugestões

As melhores Dicas e Sugestões do Brasil

Dicas e sugestoes de quase tudo…

Posted by admin On abril - 27 - 2010

A banana na sua dieta »

A banana na sua dieta

06/04/2005

Se deseja uma solução rápida para baixos níveis de energia, não há melhor lanche que a banana. Contendo 3 açúcares naturais: sacarose,frutose e glicose, combinados com fibra, a banana dá uma instantânea e substancial elevação da energia.
Pesquisas provam que apenas 2 bananas fornecem energia suficiente para 90 minutos de exercícios extenuantes. Não é a toa que a banana é a fruta nº 1 dos maiores atletas do mundo. Mas energia não é a única forma de ajudá-lo a ficar em forma. A banana também ajuda a curar ou prevenir um grande nº de doenças e condições físicas, que a tornam obrigatória na sua dieta diária.

Anemia »

Anemia: contendo muito ferro, bananas estimulam a produção de hemoglobulina
no sangue e ajudam nos casos de anemia.

Pressão arterial »

Pressão arterial: contém elevadíssimo teor de potássio, mas reduzido em sódio, tornando-a perfeita para combater a pressão alta. Tanto que a FDA (agência responsável pelo controle de alimentos e remédios) dos EUA a utorizaram a indústria de banana a oficialmente informar sua habilidade de reduzir o risco de pressão alta e infarto.

Capacidade mental »

Capacidade mental: 200 estudantes de uma escola em Twickenham (Middlesex) tiveram ajuda da banana (na café da manhã, lanche e almoço), para elevar sua capacidade mental. Pesquisa mostra que frutas com elevado teor de potássio
ajudam alunos a aprender e manter-se mais alerta.

Constipação »

Constipação: com elevado teor de fibra, incluir bananas na dieta pode ajudar a normalizar as funções intestinais, superando o problema, sem recorrer a laxantes.

Depressão »

Depressão: de acordo com recente pesquisa realizada pela MIND, entre pessoas que sofrem de depressão, muitas se sentiram melhor após uma dieta rica em bananas.
Isto porque a banana contém “triptofano”, um tipo de aminoácido que o organismo converte em seratonina, reconhecida por relaxar, melhorar o humor e, de modo geral, aumentar a sensação de bem estar.

Ressaca »

Ressaca: uma das formas mais rápidas de curar uma ressaca é fazer uma vitamina de banana com leite e mel. A banana acalma o estômago e, com a ajuda do mel, eleva o baixo nível de açúcar, enquanto o leite suaviza e reidrata o sistema.

Azia »

Azia: elas têm efeito antiácido natural. Se você sofre de azia, experimente comer uma banana para aliviar-se.

Enjôo matinal »

Enjôo matinal: comer uma banana entre as refeições ajuda a manter o nível de açúcar
no sangue elevado e evita as náuseas.

Picada de mosquito »

Picada de mosquito: antes de usar remédios, experimente esfregar a parte interna da casca da banana na região afetada. Muitas pessoas têm resultados excelentes em reduzir o inchaço e a irritação.

Nervos »

Nervos: elas contém elevado teor de vitamina B, que ajuda a acalmar o sistema nervoso.

Excesso de peso e Pressão no trabalho »

Excesso de peso e Pressão no trabalho: estudos do Instituto de Psicologia na Áustria mostram que a pressão no trabalho leva à excessiva ingestão de comidas, como chocolate e biscoitos. Examinando 5 mil pacientes em hospitais, pesquisadores concluíram que os mais obesos eram os que tinham trabalhos com maior pressão. O relatório concluiu que, para evitar a ansiedade por comida, precisa-se controlar os níveis de açúcar no sangue.
Comendo alimentos ricos em carboidratos, como bananas, a cada 2 horas, mantém-se estável o nível de açúcar.

TPM »

TPM: esqueça as pílulas e coma banana. Ela contém vitamina B6, que regula os níveis de glicose no sangue, que afeta o humor.

Úlcera »

Úlcera: usada na dieta diária contra desordens intestinais, é a única fruta crua que pode ser comida sem desgaste em casos de úlcera crônica.
Também neutraliza a acidez e reduz a irritação, protegendo as paredes do estômago.

Controle de temperatura »

Controle de temperatura: muitas culturas vêm a banana como fruta ‘refrescante’, que pode reduzir tanto a temperatura física como emocional de mulheres grávidas. Na Tailândia, por exemplo, as grávidas comem bananas para os bebês nascerem em temperatura baixa.

Desordens Afetivas Ocasionais »

Desordens Afetivas Ocasionais: a banana auxilia os que sofrem de DAO,porque contêm um incrementador natural do humor, o “triptofano”.

Desordens Afetivas Ocasionais »

Fumo: elas podem ajudar pessoas que estão largando o cigarro, porque seus elevados níveis de vitaminas C, A1, B6 e B12, além de potássio e magnésio, ajudam o corpo a se recuperar dos efeitos da retirada da nicotina.

Desordens Afetivas Ocasionais »

Estresse: potássio é um mineral vital, que ajuda a normalizar os batimentos cardíacos, levando oxigênio ao cérebro e regula o equilíbrio de água no nosso corpo. Quando estressados, nossa taxa metabólica se eleva, reduzindo os níveis de potássio, que pode ser reequilibrado com a ajuda da banana, rica em potássio.

Enfarto »

Enfarto: de acordo com pesquisa publicado no Jornal de Medicina de New  England, comer bananas regularmente pode reduzir o risco de morte por enfarto em até 40%!

Verrugas »

Verrugas: os naturalistas juram que se quiser eliminar verrugas, basta colocar a parte interna da casca de banana sobre elas e prendê-la com esparadrapo ou fita cirúrgica.

Como vêm, a banana é um remédio natural contra muitos problemas.
Comparada à maçã, tem 4 vezes mais proteina, 2 vezes mais carboidratos, 3 vezes mais fósforo, 5 vezes mais vitamina A e ferro e 2 vezes outras vitaminas e minerais.

Também é rica em potássio e, como um todo, é um dos alimentos mais valiosos.

IMPORTANTE

  • Somente um médico pode diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios.
  • As informações disponíveis no site possuem apenas caráter educativo.

Abacate »

Abacate
1. Quando você cortar o abacate e usar apenas uma de suas partes, coloque um pouco de farinha de rosca na superfície da outra parte para ela não escurecer.

2 Para o abacate cortado não escurecer, passe uma camada fina de manteiga na superfície da parte cortada.

3 O creme de abacate não escurece se você colocar dentro da vasilha o próprio caroço do abacate, ou uma colher de aço inoxidável, e guardar na geladeira.

Acabando com as formigas »

Acabando com as formigas

Para acabar com as formigas na cozinha principalmente na pia é só deixar uma vasilha pequena com pó de café: elas não gostam do cheiro…

Açúcar »

Açúcar
1. Coloque uma ameixa ou algumas bolachas salgadas, ou ainda frutas secas, dentro do recipiente em que você guarda o açúcar. Assim ele não empedra.
2. Como o açúcar mascavo é granulado, tome cuidado na hora de medir: comprima o açúcar dentro da medida que você estiver usando.

Afugentando as formigas »

Afugentando as formigas

Coloque pedaços de limão murchos pela casa.

Elas desaparecerão

Afugentando as moscas »

Afugentando as moscas

Coloque um galhinho de arruda seco colocado sobre a mesa da cozinha afugenta as moscas.

Água de batatas cozidas para talheres »

Água de batatas cozidas para talheres

Guarde a água em que cozinhou batatas para limpar talheres e objetos de prata.

Alfinetes afiados »

Alfinetes afiados

Para penetrarem com mais facilidade no tecido, espete-os num sabonete durante alguns minutos.

Alho »

Alho

1. Coloque os dentes de alho descascados dentro de um vidro com óleo de cozinha. Assim, eles não ficam ressecados e o óleo pode ser usado depois como molho para saladas.

2. Para facilitar o seu trabalho, amasse os dentes de alho com sal e guarde num pote bem fechado, na geladeira. Assim, quando você precisar ele já estará pronto.

3. Deixe os dentes de alho de molho em água durante dez minutos antes de usar. As casquinhas se soltarão facilmente e você não ficará com cheiro de alho nas mãos.

Alimentação Saudável »

Alimentação Saudável

A alimentação está para o corpo humano assim como o combustível está para uma máquina. Proteínas, hidratos de carbono (açúcares), gorduras, vitaminas e sais minerais, que estão contidos nos alimentos que consumimos diariamente, são os nutrientes para nosso corpo.

Hambúrguer com refrigerante e cachorro-quente com fritas podem parecer apetitosos e irresistíveis, mas não são a base da alimentação. O leite e seus derivados, a carne e os ovos são as principais fontes de proteínas. Já as frutas, legumes e verduras são ricos em vitaminas e sais minerais.

Na sua alimentação também não pode faltar água. Ela é fundamental para o equilíbrio do corpo, pois é indispensável ao metabolismo do movimento muscular.

Veja alguns alimentos importantes para a boa saúde e sua contribuição para o organismo:

• Vitamina C – limão, caju, laranja, folhas verdes etc.
• Sais Minerais – tomate, maçã, legumes, folhas etc.
• Potássio – banana, goiaba, maçã, queijo branco, leite etc.
• Cálcio – leite e seus derivados, repolho, alface, feijão etc.
• Vitamina A – cenoura, agrião, abóbora, manga, caqui etc.
• Fibras – hortaliças em geral, legumes, frutas e cereais.
• Ferro – vagem, espinafre, couve, folha de nabo, brócolis.

A falta destes alimentos pode causar problemas à saúde: fraqueza, resfriados, anemia, ossos e dentes fracos, pele feia, entre outros.

Mas atenção! A alimentação deve ser adequada à idade da pessoa e as quantidades dos alimentos não podem ser insuficientes nem excessivas. Ovos, por exemplo, contêm colesterol. Se você ingeri-los em grande quantidade ou com muita freqüência, estará aumentando seu colesterol, uma substância presente no sangue que em excesso pode entupir artérias e provocar problemas de circulação. Gorduras animais também têm o mesmo efeito na corrente sangüínea. Por isso, não se deve abusar de alimentos como creme de leite, manteiga, queijo tipo prato, banha, frituras, entre outros.
- Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE
Créditos: Biblioteca Virtual do Ministério da Saúde

Alimentos a evitar na depressão »

Alimentos a evitar na depressão

Reduzir:

CAFEÍNA:

CHÁ PRETO,

REFRIGERANTES,

CHOCOLATES

A CAFEÍNA AUMENTA A ANSIEDADE GERANDO ALTERAÇÕES DO HUMOR E CAUSANDO FADIGA.

INIBE A ABSORÇÃO DO FERRO PODENDO GERAR ANEMIA.

Alimentos: como consumi-los com segurança no verão »

Alimentos: como consumi-los com segurança no verão

O verão exige procedimentos extras com relação a embalagem, estocagem, conservação e consumo de alguns alimentos. Os técnicos da Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça do Governo do Estado de São Paulo, orientam sobre os cuidados para evitar problemas.

Na compra de produtos que necessitam de refrigeração, verifique a temperatura dos balcões, que deve ser de até 10 graus C para produtos refrigerados e até -18 graus C para os congelados. Se o termômetro não estiver visível, observe se há uma nuvem de frio por cima dos alimentos. Fique atento também para a presença de poças d’água e embalagens transpiradas, que podem indicar que as geladeiras foram desligadas.

Evite comprar alimentos de balcões superlotados, pois a temperatura não será uniforme para todos os produtos.

Os estabelecimentos que comercializam sucos de frutas para consumo imediato devem mantê-los sob refrigeração uma vez que, por serem naturais, se deterioram com facilidade. Na embalagem destas bebidas devem constar a data de extração e o prazo de validade.

Ao comprar refrigerantes e cervejas, observe se as garrafas não apresentam vazamentos e se as tampas e lacres não foram violados. As garrafas de vidro exigem armazenamento específico: devem estar em boas condições e de pé para evitar atritos que podem causar estouros e vazamentos e não podem estar expostas ao sol ou próximas de fonte de calor.

Os alimentos em geral não podem ser estocados próximos a produtos de limpeza, inseticidas e perfumaria.

Dê preferência às frutas e verduras de época conservando-as em local limpo, seco e fresco para que durem mais tempo. Quando refrigeradas, devem ficar na gaveta inferior da geladeira, em sacos plásticos perfurados ou fechados e mantidas a uma temperatura em torno de seis graus C, pois o ar gelado pode “queimá-las”. Ao serem acondicionadas desta forma é necessário que as verduras e o saco plástico estejam secos.

O verão não combina com alimentos muito gordurosos (carne de porco, chocolate, amendoim etc.) por serem de difícil digestão.

Não compre raspadinhas, sorvetes e refrescos de origem desconhecida, pois não há como saber qual a procedência da água e dos componentes utilizados.

Os sorvetes à base de frutas são mais refrescantes mas, se a questão for nutrição, prefira os que contêm leite em sua composição.

ÁGUA MINERAL »

ÁGUA MINERAL

Ao adquirir água mineral o consumidor deve começar prestando atenção ao local onde a embalagem está colocada. Não adquira as que estiverem próximas a lugares aquecidos (chapas, fornos elétricos etc.), ou expostas ao sol, pois o calor propicia o crescimento de algas que modificam a coloração da água, de amarelo a verde, tornando-a imprópria ao consumo. Também não compre as que estiverem perto de produtos que exalam cheiro forte (higiene, limpeza, bombas de gasolina etc.). Nestes casos o plástico absorve odores que podem contaminar a água.

Certifique-se de que não há sujidades no interior da embalagem e se o lacre não está rompido ou mesmo ausente, apresentando vazamento ou rachaduras.

Esteja alerta quanto à data de validade e integridade da embalagem quando for adquirir estas bebidas em promoções propiciadas por algum estabelecimento.

A compra de água de ambulantes em semáforos, ruas, parques e pedágios deve ser evitada pois, além de estar sob os raios solares, a maioria não possui rótulo e lacre, levando a crer que não passou por análise e inspeção do órgão fiscalizador competente.

Os técnicos da Fundação Procon-SP alertam ainda para que antes de adquirir qualquer alimento, o consumidor deve ler com atenção sua rotulagem. De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, nela devem constar informações claras e precisas, em língua portuguesa, sobre a quantidade(peso, volume), composição, preço, data de fabricação e validade, origem e identificação do fabricante ou importador, entre outros. Quando se tratar de água mineral deve trazer ainda dados do distribuidor, assim como identificação da fonte, número de registro no órgão competente (Ministério da Saúde) e data de envasamento.

Em caso de dúvidas ou problemas procure um dos postos de atendimento da Fundação Procon-SP.

PROCON

Amaciando o polvo com coca-cola »

Amaciando o polvo com coca-cola

Para que o polvo fique macio junte à água de cozimento uma cebola e um copo de coca-cola.

Em pouco tempo (dependendo do tamanho do polvo) o polvo estará muito macio e com os tentáculos todos intactos, e a coca-cola desaparecerá.

Animais Domésticos – Posse responsável

1 – Por que ter um cão/gato?

É antiga a relação dos homens com pequenos animais domésticos, principalmente cães e gatos. Os motivos são os mais variados: companhia; segurança de propriedades; reprodução (comercial); colaboração nos serviços de campo; caça; rastreamento… Atualmente, as pessoas vêem o animal doméstico como verdadeiro “membro da família”, um amigo de fato, o que somente reforça que deva existir dignidade, respeito e responsabilidade no trato para com os animais. .

Para que se efetive uma posse responsável há que se observar atentamente determinadas condições. Assim, antes de adotar ou comprar um animal doméstico, o futuro dono (ou dona) deve observar, entre outros fatores:

- tempo de vida do animal;

- as despesas com alimentação e tratamentos de saúde;

- a adequação do espaço físico disponível para a criação;

- pessoa(s) com tempo para passear e/ou interagir com o animal;

- pessoa(s) para alimentá-lo durante eventuais ausências prolongadas do(a) dono(a).

2 – Necessidades básicas:

Antes de se adquirir um animal doméstico (cão ou gato), é importante saber que apenas água e comida não dão conta das suas necessidades básicas.

A posse responsável implica em suprir uma série de condições:

- fornecer boas condições ambientais: espaço adequado; higiene; cuidados para evitar a superpopulação;

- vacinar regularmente o animal (contra a raiva e outras moléstias);

- proporcionar ao animal atividades físicas e momentos de interação com as pessoas, lembrando-se que o animal só deve passear em vias públicas devidamente contido, utilizando coleira e guia;

- responsabilizar-se pela limpeza dos dejetos de seu animal;

- evitar a procriação inconseqüente, isolando o animal nas fases de cio ou utilizando métodos anticoncepcionais. A procriação deve ser planejada, de forma a garantir um futuro saudável aos filhotes, no mínimo com os mesmos cuidados dispensados aos pais;

- freqüentar regularmente o médico veterinário.

Atender a todas essas demandas exige não só dedicação como também tempo.

3 – Por que não deixar o animal solto nas ruas?

A posse responsável implica em manter o animal dentro do espaço doméstico, a fim de evitar transtornos relacionados com animais errantes. Deixar um gato ou um cão solto nas ruas pode acarretar muitos problemas:

- transmissão de doenças como raiva, leptospirose, leishmaniose, toxoplasmose, entre outras;

- possibilidade não só de o animal sofrer um acidente automobilístico (com danos muitas vezes irreparáveis) como também de atacar outros animais ou pessoas (no caso de crianças, as conseqüências costumam apresentar extrema gravidade);

- sujeira nas vias públicas, devido ao aumento da quantidade dos dejetos fecais;

- deterioração do meio ambiente, com a destruição de sacos de lixo (onde os animais errantes procuram sua fonte de alimento nas ruas);

- procriação sem controle, contribuindo para agravar ainda mais o problema da superpopulação de animais errantes.

A sociedade deve se aliar aos órgãos públicos no sentido de diminuir a quantidade de animais errantes em nossas cidades. Só assim se aumentará a qualidade de vida dos animais e da própria população.

Fontes:

Créditos: Biblioteca Virtual do Ministério da Saúde

C
-
-

Ao encerar o assoalho.. »

Ao encerar o assoalho…

Passe uma solução de água e inseticida no assoalho antes de encerar.

Esta solução ajudará a absorver a poeira e impedirá que baratas e pulgas proliferem.

Ela evita também que a madeira manche.

Aproveitar maionese talhada »

Aproveitar maionese talhada

Quando a maionese talhar, inicie o processo outra vez: retire a maionese talhada do copo, coloque um ovo, um pouco mais de sal e vinagre e vá acrescentando a maionese talhada aos poucos. Ela voltará à consistência desejada e você não perderá nada.

Areia na tinta como anti-derrapante »

Areia na tinta como anti-derrapante

Escadas cimentadas e pintadas podem ser muito escorregadias.
Misture, antes da pintura, a tinta com um pouquinho de areia.
Assim, a superfície se torna mais áspera e ninguém vai escorregar.

(M.Geiser, Zürich)

Armários sem umidade »

Armários sem umidade

Para que os armários deixem de ter umidade, coloque um prato com sal grosso no seu interior. Em pouco tempo a umidade desaparecerá.

Arroz »

Arroz

1. Lave o arroz e refogue. Coloque água fervente e deixe ferver por cinco minutos. Desligue o fogo, enrole a panela com folhas de jornal e em seguida amarre com uma toalha. Deixe a panela assim durante quinze minutos. Ao abrir, o arroz estará cozido e quente.

2. Se você esquecer de colocar sal no arroz e ele já estiver cozido, misture a quantidade de sal para aquela porção em um copo de água e jogue por cima do arroz. Leve a panela de volta ao fogo até secar.

3. Para saber se a água do arroz que está cozinhando já secou, basta apagar o fogo, molhar o dedo e bater no lado de fora da panela, como se faz com o ferro de passar roupa. Se a panela estalar, significa que a água já secou, se não estalar, o arroz ainda tem água.

4. Você pode preparar uma porção de arroz para vários dias, refogando-o com bastante óleo, alho amassado e sal, até soltar da panela. Depois, guarde o arroz na geladeira num recipiente de plástico ou de vidro tampado. Retire da geladeira só a quantidade que você vai usar e cozinhe normalmente.

5. Depois que o arroz estiver pronto, faça um furo com um garfo e coloque dentro uma colher de sopa de vinagre. Abaixe o fogo e deixe cozinhar por mais dois minutos. O arroz ficará mais soltinho.

6. Coloque o arroz amanhecido numa panela com um pouco de água, mexa, tampe e leve ao fogo baixo. Depois de alguns minutos ele ficará soltinho e saboroso como o arroz feito no dia.

7. Se o arroz queimar, cologue imediatamente a panela ainda quente e com vapor dentro de um recipiente com água fria. Após alguns minutos o cheiro de queimado desaparecerá. Tire o arroz da panela sem raspar o fundo que queimou.

8. Para um rápido cozimento, faça o arroz na panela de pressão. Quando a panela começar a chiar, deixe no fogo por dois minutos. Espere esfriar um pouco para abrir.

9. Se você pôs muito óleo para refogar o arroz, coloque a água para cozinhar junto com algumas folhas de alface por cima. As folhas de alface absorverão o excesso de óleo.

10. Para esquentar o arroz já cozido, basta colocá-lo num escorredor de macarrão e levar ao fogo dentro de uma panela com três ou quatro dedos de água. Deixe a água da panela ferver durante alguns minutos para que o arroz fique quente e soltinho.

11. Você pode também colocar a panela de arroz queimado, destampada, em cima de uma toalha molhada. O cheiro e o gosto de queimado desaparecerão.

12. Para desgrudar restos de arroz do fundo da panela, coloque um pouco de água e vinagre e deixe ferver. O arroz sairá facilmente.

13. Para tirar o excesso de umidade do arroz guardado em lata, é só colocar uma fatia de pão seco dentro. O pão deixa o arroz seco e soltinho.

14. O cheiro e o gosto de queimado sairão facilmente se você enfiar no arroz uma cebola cortada ao meio.

15. Para tirar o cheiro do arroz queimado, basta colocar algumas fatias de pão de fôrma por cima e tampar a panela por alguns minutos.

16. Você pode tirar o gosto do arroz queimado se puser um pouco do arroz da panela em cima da pia e em seguida colocar a panela do arroz em cima do arroz tirado. Deixando assim por cinco minutos, o gosto de queimado sairá facilmente.

17. Você pode dar um sabor muito especial ao risoto se colocar um pouco de cravo-da-índia no tempero.

18. Cozinhe o arroz sempre com a panela tampada. Assim ele não perde nem o sabor nem a consistência.

Arroz bem soltinho »

Arroz bem soltinho

Adicionar uma colher (chá) de caldo de limão e seu arroz ficará bem soltinho.

Assar Carne com Gordura »

Assar Carne com Gordura

Sempre que possível, deve-se assar as carnes com sua própria gordura. No caso da picanha, deve-se começar assar a peça com a gordura para cima, para que a carne permaneça suculenta e macia, não perdendo sua umidade natural e nutrientes. No momento em que a carne ‘encorpar ‘, vira-se a porção com a gordura para baixo, sempre deixando a peça na parte superior da grelha.

www.sic.org.br

Atente ao rótulo quando comprar água engarrafada »

Atente ao rótulo quando comprar água engarrafada

A despeito de toda publicidade sobre refrigerantes e cervejas e da discussão da fusão das suas indústrias, a água ainda é o líquido mais apropriado e utilizado para se matar a sede. Tanto que algumas empresas lançaram recentemente uma nova concorrente para as águas minerais de mesa: as águas adicionadas de sais.

Preocupados com o consumidor desatento, os técnicos da Fundação Procon-SP recomendam atenção às informações do rótulo, uma vez que as embalagens de águas adicionadas de sais são semelhantes às de água mineral e seu preço um pouco inferior.

  • As primeiras são águas potáveis comuns, que após a eliminação de resíduos de cloro usados na sua purificação são adicionadas de sais minerais de uso permitido como cálcio, magnésio, potássio ou sódio. Seu rótulo deve incluir a expressão ‘’ÁGUA ADICIONADA DE SAIS” em caracteres visíveis que a diferencie claramente da água mineral. É proibida a denominação “’água mineral” e derivações como “água mineralizada” ou ainda qualquer indicação relacionada a propriedades terapêuticas. Elas podem conter gás, como dióxido de carbono de padrão alimentício (o mesmo empregado nos refrigerantes).
  • Já as águas minerais tradicionalmente conhecidas são provenientes de fontes naturais ou de fontes captadas artificialmente. Possuem composição química ou propriedades físicas ou físico-químicas distintas das águas comuns, que podem lhe conferir ação medicamentosa, embora nenhuma designação quanto as suas propriedades terapêuticas possa constar no rótulo sem prévia autorização. Estas águas são classificadas de acordo com o elemento químico predominante, e podem ser termais ou gasosas (natural ou artificialmente).

De qualquer forma, as águas minerais devem conter em seus rótulos:

  • o nome da fonte;
  • a natureza da água;
  • a localidade;
  • a data e número de concessão da lavra;
  • o nome e o endereço do concessionário;
  • as constantes físico-químicas;
  • a composição analítica e classificação,
  • além de dados como volume do conteúdo e indicação com ano e mês do engarrafamento e prazo de validade que são informações obrigatórias para todas as águas engarrafas.

Esta é única forma do consumidor se resguardar de enganos e não levar “gato por lebre”.

PROCON

Aves assadas e tenras »

Aves assadas e tenras

Para evitar que as aves assadas fiquem secas demais, pincele toda a superfície com manteiga ou margarina.

Azeite- aprenda a escolher »

Azeite- aprenda a escolher

Opte por azeites extravirgens, ou seja, por aqueles que contenham uma acidez igual ou inferior a 0,7 por cento. O azeite deve ser a primeira gordura a ser introduzida na alimentação do bebê, logo que este começa a comer sopa.
O azeite refinado, com uma acidez de 1,5 por cento, tem menos propriedades benéficas para a saúde, quando comparado com os azeites extravirgens.
Utilize o azeite para temperar as sopas ou os vegetais, cozidos ou crus. Também pode colocar azeite na água de cozedura das massas, para lhes dar um paladar especial e evitar que a massa se cole depois de cozida.

Azeite- como escolher o melhor »

Azeite- como escolher o melhor

É importante escolher um azeite virgem ou extra-virgem, ou seja azeite vindo diretamente do lagar sem ter sofrido nenhum processo de refinação. Ao preparar molhos de sabor mais intenso, como maioneses, escabeches, bacalhau assado, caldeiradas e açordas, deve usar-se um azeite forte e aromático. Quando o cozido estiver pronto e retirado do fogo, acrescente um pouco mais de azeite cru de forma a enriquecê-lo de nutrientes.

Bacon »

Bacon

1. Para evitar que as fatias de bacon grudem umas nas outras, antes de guardar no refrigerador, enrole o pacote como um cilindro e prenda com um elástico.

2. Para que os torresmos de bacon fiquem macios e saborosos, respingue cachaça quando estiverem dourando.

3. Fure as fatias de bacon com um garfo. Assim elas não encolherão muito.

4. Antes de fritar o bacon, passe as fatias no leite e em seguida na farinha de trigo. Isso evitará que espirre gordura e o bacon não encolherá muito.

Banheiras amareladas, o que fazer? »

Banheiras amareladas, o que fazer?

Tire as manchas amareladas antigas das banheiras com uma solução de terebentina (águarraz) com sal.

Batata frita crocante »

Batata frita crocante

As batatas fritas ficam bem sequinhas se depois de cortadas, colocá-las em água fervendo por alguns minutinhos e, em seguida, em água com gelo. Escorra bem, frite em bastante óleo e escorra em papel-toalha.

Vai ficar crocante e sequinha!

Cabelos oleosos »

Cabelos oleosos

Cabelos oleosos pedem água morna. A quente estimula as glândulas sebáceas e pode aumentar o problema. Use xampus que contenham substâncias reguladoras das funções sebáceas e anti-sépticas (para evitar a multiplicação de microorganismos que se desenvolvem nesse tipo de cabelo).

Café requentado e saboroso »

Café requentado e saboroso

Para requentar o café sem que perca o sabor, coloca-se o bule em banho-maria, sem deixar a água ferver.

Caldo de abacaxi para amolecer o coxão duro »

Caldo de abacaxi para amolecer o coxão duro

Deixe o coxão duro e as demais carnes por 15 minutos no caldo de abacaxi. Elas ficarão macias e suculentas.

A bromelina, a enzima do abacaxi quebra a estrutura protéica da carne em sua superfície, favorecendo a maciez. Porém, funciona só para pequenos pedaços e bifes, grandes nacos não serão amaciados.

Canela contra os mosquitos indesejáveis »

Canela contra os mosquitos indesejáveis

Para afugentar os mosquitos no lar, aconselho espalhar ao redor da casa — salas, dormitórios, cozinha, etc — saquinhos pequenos cheios de canela. Não falha!

(Carmen Soto. El Puerto de Sta. Maria)

Carne para quem não pode comer sal »

Carne para quem não pode comer sal

Como preparar churrasco para alguém que tenha consumo restrito de sal?
É simples: prepare um espeto em separado, temperando a carne com vinagre, e se quiser um pouco de alho amassado. Quando for servir, ofereça junto alguns gomos de limão.

Cerefólio »

Cerefólio

Pode utilizar as folhas de Cerefólio em saladas, sopas, molhos, legumes, frango e pratos de peixe magro. No entanto dve apenas de ter o cuidado de juntar as folhas nos últimos momentos para não perderem rapidamente o seu sabor e aroma. Prefira sempre as folhas frescas ás folhas secas que são menos aromáticas.

Chá para o mau hálito »

Chá para o mau hálito

O chá pode ser a saída para quem tem medo de dor de dente ou sofre de mau hálito. É o que indica um estudo preparado pelo microbiologista americano Milton Schiffenbauer, da Universidade Independente Pace, dos Estados Unidos. Segundo ele, substâncias presentes no chá destroem vírus e bactérias que causam infecções na garganta e problemas dentários como cáries. A descoberta pode abrir caminho para adicionar elementos do chá em pastas de dente e enxaguadores bucais. Schiffenbauer afirma que o chá verde é o que tem o melhor desempenho no combate aos microorganismos nocivos à higiene bucal. Em geral, a eficiência é maior entre os tipos que contêm cafeína, como o chá preto, considerado a mais popular bebida do planeta.

Outro estudo, realizado por cientistas da Universidade de Illinois, concluiu que a ação contra o mau hálito do chá se deve à presença na bebida de elementos conhecidos como polifenóis.

Testes em laboratórios mostraram que os polifenóis reduzem o ritmo de desenvolvimento das bactérias responsáveis pelo mau hálito. Mas, dentistas alertam que o fato de tomar bastante chá não significa que as pessoas podem relaxar em sua higiene bucal. “Não se deve parar de limpar os dentes com o creme dental convencional, pelo menos, até que haja mais informações a respeito dos benefícios do chá”, diz Ian Douglas, da Escola de Medicina da U. de Sheffield, na Grã-Bretanha.

Cheiro a alho nas mãos »

Cheiro a alho nas mãos

Para tirar o cheiro do alho das mãos, basta deixá-las aproximadamente 1 minuto debaixo da água corrente, sem esfregá-las. Depois, seque delicadamente com um pano seco.

Cheiro de Alho ou Cebola na Boca »

Cheiro de Alho ou Cebola na Boca

Para tirar o cheiro de alho ou de cebola de seu hálito, basta mastigar uma folha de hortelã fresca ou casca de limão ou laranja.

Cheiro ruim na geladeira »

Cheiro ruim na geladeira

Embeber um algodão em baunilha e deixar dentro da geladeira.

Cheiro ruim na geladeira »

Chiclete na roupa

Passe gelo no local e retire o chiclete quando ele ficar duro.

Chiclete no cabelo »

Chiclete no cabelo

Se o chiclete grudar no cabelo passe clara de ovo e ele sairá.

Cinto de segurana para cachorros »

Cinto de segurana para cachorros

Cinto de segurana para ces e outros cuidados com animais de estimao no carro so fundamentais para evitar acidentes e multas.

Texto: Adriana Bernardino

Plos contra o vento, sem leno, sem documento. Tornou-se corriqueiro ver cachorros passeando de carro com seus donos, ora pendurados no vidro do passageiro, ora no colo do motorista, ora pulando pelos bancos. Apesar de comum, esse modo de transportar animais no o mais seguro nem est dentro da lei.

Por serem instveis e inquietos, os animais podem atrapalhar a concentrao do motorista, indo parar entre suas pernas, por exemplo, o que aumenta muito o risco de acidentes.

Susto que ilustra bem esse perigo foi vivido pela gerente de produtos Dlete Yamakawa. Ela conta que viu o motorista do carro ao lado perder o controle na direo por causa do cachorro que ele transportava no colo. O animal estava tranqilo at ver um outro do outro lado da rua. Depois disso, comeou a pular por todos os lados e a latir sem parar, tentando saltar pela janela. A mulher que estava no banco do passageiro se projetou para lado do motorista, tentando segurar o cachorro. O homem ficou completamente sem direo e veio para cima do meu carro. Se eu no estivesse atenta, certamente teria colidido, afirma Yamakawa.

Outro fator perigoso , ao ocorrer uma brecada brusca, o animal ser arremessado contra os ocupantes do veculo.

O assunto to srio que virou campanha na Inglaterra pela Royal Society for the Prevention of Accidents (RoSPA), uma entidade voltada preveno de acidentes, e pela Peoples Dispensary for Sick Animals (PDSA), organizao que cuida de animais carentes.

Segundo informaes divulgadas no folheto da campanha, um cachorro de 25 quilos arremessado para frente a uma velocidade de 50 km/h se choca com o que encontrar como se fosse nove homens de 76 quilos; ou seja, causa traumas suficientes para matar uma pessoa. Outro problema que, no momento do acidente, um co pode ter reaes inesperadas, como atacar as pessoas que se aproximarem para ajudar, provocar colises com outros carros ou se machucar.

Para evitar tais ocorrncias, o artigo 252 do Cdigo Brasileiro de Trnsito pune aquele que dirigir com o animal entre si e a porta, ou acomodado entre seus braos e pernas, com quatro pontos (infrao mdia) e multa de 80 UFIRs. J o artigo 235 do mesmo Cdigo estabelece que proibido levar animais na parte externa do veculo. Neste artigo se enquadram aqueles que transportam o animal na caamba de um picape, sem segurana ou preso por corrente que o possibilite atacar algum; em gaiolas ou caixas sobre o teto do veculo (sim, h pessoas que fazem isso). Motoristas que levam o cachorro do lado de fora do carro, pela coleira, com a finalidade de exercit-lo (sim, h pessoas que tambm fazem isso), igualmente sofrem punio, quando pegos. A infrao grave (cinco pontos da carteira), gera multa de 120 UFIRs e reteno do veculo para transbordo.

O que fazer

A forma correta de se trafegar com animais no carro no banco traseiro, desde que retidos por alguns dos objetos abaixo:

Cinto de segurana para os ces projetado para se encaixar no cinto de segurana do automvel, o produto d segurana ao co e aos passageiros, pois permite que ele se deite ou se sente, mas impede que ele pule para o banco da frente ou pela janela. O preo do cinto varia entre R$ 40 e R$ 80, de acordo com o tamanho do animal.

Caixa de transporte ou gaiola se adequadas ao tamanho do animal, so confortveis e seguras. Devem ficar presas pelo cinto de segurana ou fixadas no cho do carro.

Grades de proteo importadas da Inglaterra, as grades especiais de ao tambm so uma boa opo. Elas podem ser usadas em qualquer veculo com bancos rebatveis. O manual de instruo em portugus.

Esses cuidados so vlidos tambm para gatos, que podem ser levados em caixas de transporte feitas sob medida para o animal. Prefira as que tm ala, ventilao e travas.

Com tantas opes, no preciso deixar de levar seu animal de estimao para passear, apenas adotar procedimentos para a segurana de todos os passageiros.

Viajando com segurana

Para quem vai um pouco mais longe com animais no carro, os cuidados redobram.

Confira as dicas da veterinria Clarissa Niciporciukas (clarissa@usp.br) para viajar tranqilo:

Se o animal for filhote ou idoso (mais de 8 anos), consulte um veterinrio;

- viagens a reas rurais ou praianas pedem medicao adequada para prevenir doenas. As interestaduais exigem atestado de sade e guia de trnsito animal (tambm fornecida pelo veterinrio);

- vacinas e vermfugos devem estar em dia;

- se o bicho tem enjo, estresse ou excitao, o veterinrio pode receitar medicamentos e dar dicas de treinamento para o animal se acostumar ao carro;

- para evitar que o animal enjoe no carro (salivao ou vmitos), no o alimente quatro horas antes de sair (se for filhote, trs horas);

- se o animal for predisposto a vomitar dentro do carro em movimento, uma receita natural, que pode ser dada por via oral meia hora antes da viagem, uma fatia bem fina de raiz de gengibre;
- a refeio no dia da viagem deve ser leve (em quantidade reduzida);

- para aumentar a estabilidade do co, coloque um tapete antiaderente no cho da caixa de transporte, coberto com jornal ou fraldinha;

- gatos preferem caixas de transporte de tecido;

- no coloque o animal na caixa apenas na hora de viajar. Acostume-o a ela algum tempo antes da viagem;

- a caixa deve ser grande o suficiente para que o animal consiga ficar em p e se virar;

- identifique o animal com uma plaquinha presa coleira;

- muitos ces adoram ficar com a cabea para fora do carro, tomando um vento nas orelhas, mas isso pode causar otite e infeces respiratrias em animais predispostos;

- no se esquea de abastecer seu co, principalmente em viagens longas e quentes. Pare a cada duas ou trs horas para ele beber gua, urinar e esticar as patas;

- pare o carro sempre na sombra, deixe as janelas abertas o suficiente para ventilar sem que o co consiga escapar ou ficar preso no vo , e feche bem as portas, j que o sol, mesmo com vidros abertos, pode fazer mal aos animais;

- durante uma viagem, gatos no devem sair da caixa de transporte, pois, se estiverem estressados com movimento, barulhos e situao nova, eles podem fugir;

- se for difcil fazer com que o gato beba gua (devido ao estresse), d a ele o caldinho de uma rao mida (latinha) ou semi-mida (sachet);

- cuide para que o animal urine antes de sair, pois dificilmente ele o far durante a viagem. Tempo prolongado sem urinar predispe a infeces urinrias e obstruo de uretra;

- seja qual for a espcie, acostume seu animal de estimao viajar de carro desde cedo. Assim, ele no vai enjoar, ter medo ou ficar muito estressado.

Como Check-ups Podem Salvar Sua Vida »

Como Check-ups Podem Salvar Sua Vida

Medicina Preventiva :
Você já fez seu seguro de vida? Aquele que garante que seu corpo irá atuar bem durante sua vida – se você atuar certo e realizar as medidas preventivas requeridas ao longo do caminho?

Carros, computadores e até secadores de cabelo vêm com avisos e instruções. Mas quais são as medidas preventivas que podem salvar sua vida?

Tipos como David Letterman e Steven Spielberg, ambos já passaram por cirurgias bem divulgadas na época, depois de realizarem alguns exames de rotina. Alguns experts dizem que esses exemplos servem para ilustrar o porquê é necessário que todos realizem os exames de rotina.

Apesar de ser inconveniente e desconfortável marcar uma consulta, check-ups de rotina ajudam o médico a identificar e monitorar seus sintomas e suas condições médicas – aquelas que você está passando e aquelas que podem estar escondidas no seu álbum de família.

Check-ups de Rotina

O aceitável para um homem saudável com mais de 50 anos, é se consultar 1 vez por ano, concorda a maioria dos médicos. Dependendo do risco de cada um – como Letterman, que tinha um forte histórico familiar de doenças cardíacas-as consultas anuais passam a ser importantes até antes dos 50 anos.

Esse guia funcionou bem para essas duas celebridades que recentemente se beneficiaram com os check-ups regulares. David Letterman, 52 anos, teve que colocar cinco bypasses em janeiro, depois que descobriu, através de uma angiografia, que suas artérias coronárias estavam obstruídas. Letterman disse que fez o exame, porque tem colesterol alto e um histórico familiar de doenças cardíacas.

Steven Spielberg, também 52 anos, foi operado do rim removido recentemente, depois de uma “irregularidade” encontrada durante uma avaliação.

Devido a check-ups regulares, o Sr. Spielberg encontrou o problema logo, evitando possíveis complicações bem mais sérias no futuro.

Isso só mostra que estar informado sobre os exames que você precisa, e previnir-se mais cuidadosamente, pode lhe ajudar a viver uma vida mais longa e mais saudável.

Médicos recomendam que as mulheres devem começar a visitar um ginecologista e realizar exames pélvicos anuais quando tornam-se sexualmente ativas ou aos 20 anos. E devem procurar um endocrinologista quando começarem a sentir os sintomas da menopausa ou aos 50 anos.

Homens devem começar a fazer check-ups anuais aos 50 também, que é quando os riscos para doenças cardíacas, infartos e câncer de próstata aumentam.

Histórico Familiar

Cada vez mais pesquisas mostram a ligação entre o código genético de cada um e seu futuro quanto à problemas médicos. Saber seu histórico médico familiar vem se tornando cada vez mais importante. Atualmente, com todas as fontes que temos, as pessoas têm que saber sobre sua história. Se você não sabe, tente descobrir através de sua família e parentes.

Sabendo que partes da sua história familiar indicam problemas em potencial, o paciente pode se precaver e o médico pode monitorar mais de perto as implicações mais sérias de reclamações triviais.

Nem todo mundo, por exemplo, tem que fazer um exame de urina. Você não inclui esse exame na avaliação anual a não ser que o histórico familiar do paciente indique esse teste, ou então o paciente tenha reclamações em relação ao seu sistema geniturinário.

Prestar atenção em seu corpo e nos sintomas que você possa estar tendo é importante, mas alguns sintomas não aparecem até o problema estar crítico. Se você sabe seu histórico familiar, você pode ajudar seu médico a diagnosticar esses problemas antes deles evoluírem.

Há um exemplo muito típico, que é o da dor no peito – um sintoma que, muitas vezes, pode evoluir para um ataque do coração. Ao invés de ignorar a dor e deixar para lá, alguém com um histórico familiar sobre o assunto deve estar mais alerta e procurar se cuidar. Ao contrário, uma pessoa sem história de doença cardíaca na família, tem menos probabilidade de que essa dor no peito, seja de causa cardíaca.

Como comprar um bom palmito

19/08/2005

1- A visualização do produto é muito importante. Uma lata amassada ou defeituosa pode oxidar o conteúdo causando danos à saúde.

2- Se o produto estiver com coloração escura ou apresentar cor rosada em seu corte, não compre. Nestes casos o palmito está infectado pelo elemento ferruginoso.

3- Palmito que flutua não significa macio. Normalmente, flutuam na falta de oxigenação, ficando duros.

4- Evite comprar quando o líquido estiver com a coloração esbranquiçada. É um forte sinal de que foram adicionados elementos químicos, nocivos à saúde.

5- Palmito muito fino significa extrativismo, colheita aleatória.

6- Procure comprar produtos que apresentam na embalagem, origem de cultivo, registro no MS e IBAMA, ecológico e de plantação planejada.

7- Em caso de dúvidas, solicite informações pelo telefone atendimento ao consumidor impresso na embalagem.

8- Para sua tranquilidade, compre palmitos Bonal. Um produto natural, cultivado, ecológico, e de plantação planejada.

Como controlar os mosquitos e moscas de sua casa

19/05/2006

Corte limões ao meio, espete vários cravos e coloque em vários locais ambiente.

Como cortar bem a carne

24/01/2004


A carne deve ser cortada no sentido contrário às fibras. Basta manter a lâmina da faca em um ângulo de 90 graus (sentido transversal) com as fibras da carne. Com este procedimento garantimos que a faca faz o trabalho mais difícil (o de cortar as fibras) e o dente o trabalho mais fácil (apenas de separar as fibras). A título de esclarecimento, aquilo que chamamos de fibra da carne é na verdade um feixe ou fascículo de células musculares.

Como escolher as laranjas com mais suco?

16/07/2003

Quando for comprar laranjas para fazer suco, escolha as mais pesadas, pois terão mais suco. O mesmo é válido para os limões e os maracujás.

Como escolher carne de porco?

16/07/2003

Ao comprar carne de porco, escolha as peças que se apresentem untuosas e macias. A massa muscular deve estar compacta, firme e elástica. A carne tem uma cor rosa pálida, mais clara do que a da vaca ou do bezerro.

Como fazer um Suflê que não “murcha”

13/05/2004


Para que o suflê não murche, certifique-se que o forno está bem quente antes de colocar o preparado e não o abra antes de estar pronto.

Como guardar gemas

13/05/2004

Para guardar sobras de gemas conserve-as numa tigela totalmente cobertas com água filtrada e na geladeira.

Como identificar o legítimo bacalhau

13/04/2006

Identificar o Bacalhau não é tarefa muito fácil, por isso peça sempre que o estabelecimento onde você compra informe corretamente o tipo e a classificação do bacalhau que está sendo vendido.
Mas você pode fazer algumas observações que ajudam a identificar se está comprando o legítimo bacalhau:

1) Observe na hora da compra:
A forma do peixe – o legítimo bacalhau é largo e permite o corte em lombos.
O rabo do peixe – deve ser quase reto ou ligeiramente curvado para dentro, de cor uniforme ( se tiver uma espécie de “bordado” branco na extremidade, não é o legítimo ).
A cor “palha” – se o bacalhau é branquinho, não é o legítimo.
A pele – solta com facilidade; puxe um pouquinho para verificar.

2) Repare se o peixe está bem escovado: sua aparência deve ser limpa, sem manchas escuras. Manchas ( pretas, marrons ) podem ser resíduos do peixe como sangue, bílis, etc. , significando que ele não foi bem trabalhado.

3) Verifique também se ele está bem seco: pegue o bacalhau firmemente pela “cabeça” e solte a cauda. Se ele ficar reto – ou quase reto -está bem curado, se dobrar “caindo” para baixo está mal curado e úmido.

http://www.bacalhau.com.br/dicas.htm#identificar

Como limpar e desinfetar as caixas d’água domiciliares

01/12/2003

É necessário, de 6 em 6 meses, esvaziar e limpar as caixas d’água, retirando o lodo, escovando as paredes e lavando com bastante água.

A limpeza e a desinfecção das caixas d’água devem ser feitas da seguinte maneira:

1 – fechar o registro ou amarrar a bóia para impedir a entrada da água na caixa;
2 – esvaziar a caixa d’água, abrindo as torneiras e dando descargas;

3 – quando a caixa estiver quase vazia, tampar a saída da água para que a sujeira não desça pelo cano;

4 – esfregar as paredes e o fundo da caixa, usando somente pano e escova. Não usar escova de aço, sabão, detergente ou outros produtos corrosivos;
5 – retirar a água e o material que restaram da limpeza, usando pá, balde e panos, deixando a caixa totalmente limpa;
6 – deixar entrar água na caixa até encher e acrescentar 1 litro de água sanitária para cada 1000 litros de água;
7 – deixar as torneiras e as descargas fechadas e não usar de forma alguma esta água por 2 horas;
8 – passadas essas 2 horas, fechar o registro ou a bóia para não entrar água na caixa. Esvaziar a caixa d’água, abrindo as torneiras e dando descargas. Esta água servirá também para limpar e desinfetar os canos;
9 – tampar a caixa d’água, colocando um plástico para melhor vedação, evitando, dessa forma, a entrada de pequenos animais e insetos;
10 – anotar, do lado de fora da caixa, a data da limpeza;
11 – abrir a entrada da água (esta água já pode ser usada).
- Fonte: Companhia de Água e Esgoto do Ceará
- Créditos: Biblioteca Virtual do Ministério da Saúde

Como limpar panelas queimadas

12/04/2006

Ferva a panela com um pouco de água misturada com bicarbonato de sódio.

Como não chorar ao descascar cebola

12/07/2003

Para não chorar, corte a cebola embaixo de um fio de água na torneira ou, então, em uma bacia cheia de água. Outra opção é colocar a cebola no freezer por alguns instantes. Abra a janela para ventilar o ambiente e deixe para cortar por último a parte da raiz, local que mais concentra a substância que irrita os olhos.

Como preparar carne adequadamente

24/01/2004

Cada corte de carne é proveniente de uma parte diferente da carcaça, sendo associada com determinadas formas de preparo, conforme suas características. Há muito mais maneiras de preparar carne do que apenas cortá-la em bifes finos e fritá-los. Aprenda outras formas de preparar carne e quais cortes podem ser preparados de cada forma.

Todos os cortes de carne podem render excelentes e saborosos pratos se preparados corretamente. Se, ao pensar em carne bovina, você só consegue imaginar um bife grelhado, saiba que existem muitas outras formas de preparo, que acentuam o sabor e a maciez de cada corte. A seguir, você vai encontrar informações sobre as várias maneiras de preparar a carne.

Conhecimentos básicos

A forma de preparo mais adequada para cada corte de carne dependerá dos seguintes fatores:

  • 1. a maciez natural do corte: a maciez depende do corte em si (ou seja, de sua localização na carcaça), da quantidade de tecido conjuntivo, da idade do animal e da forma de processamento da carne (a carne maturada geralmente é mais macia);
  • 2. a quantidade e o tipo de tecido conjuntivo: cortes com maior teor de tecido conjuntivo são mais rijos, portanto devem ser preparados com métodos de calor úmido, que solubilizam esse tecido e amaciam a carne;
  • 3.a marmorização ou marmoreio: é a quantidade de gordura entremeada nas fibras da carne. Cortes magros cozinham mais rapidamente que cortes com maior teor de gordura entremeada. Se cozidos por longo tempo, cortes magros perdem o suco, passam do ponto e ficam mais duros;
  • 4. o tamanho do corte.

Basicamente, existem dois modos de cozimento de carne: por calor seco e por calor úmido. Os métodos por calor seco não usam água, porém podem empregar óleo ou gordura em pequenas quantidades. Cortes mais macios e com menos tecido conjuntivo devem ser preparados de preferência em calor seco (na grelha, no forno ou fritos em pouco óleo). Formas de preparo por calor úmido (que empregam água ou óleos) realçam o sabor das carnes. Cortes menos macios, que têm maior teor de tecido conjuntivo (particularmente cortes do dianteiro), devem ser preparados em calor úmido (cozidos, em panela de pressão ou fritos imersos em óleos ou gorduras) até que as fibras se amaciem.

A temperatura de cozimento é um dos aspectos mais importantes da preparação da carne. Pesquisas científicas mostram que, quanto maior a temperatura de cozimento, maiores são as perdas por desidratação, o que deixa a carne menos suculenta e menos macia. Portanto as temperaturas de baixa a moderada são as mais adequadas para o cozimento da carne (entre 140ºC e 170ºC). Porém, para assar cortes magros, a temperatura deve ser mais alta (200ºC).
Grelhar

Grelhar é um método de cozimento por calor seco. “Grelhar” significa assar ou tostar a carne em cima de uma grelha. É uma forma de preparo adequada para cortes magros e macios. Para grelhar a carne, não deixe de preaquecer a grelha. Recomenda-se grelhar bifes com pelo menos 2 cm de altura, pois bifes muito finos podem ficar secos e passar do ponto rapidamente. Pedaços mais grossos podem ser grelhados em temperatura menor do que a utilizada para os mais finos, pois os bifes grossos necessitam de maior tempo de cozimento da parte interna e é preciso evitar que a sua superfície fique torrada demais. É sempre importante tostar a carne de um lado (selar a superfície, para que os sucos da carne não se percam) e, depois, virá-la para tostá-la do outro lado. Prefira espátula ou pinça para virá-la, pois, assim, evita furá-la. Se usar garfo, espete apenas o cantinho da carne.

Os cortes que podem ser grelhados são os de lombo como a bisteca e o t-bone, o filé mignon, o contrafilé, a alcatra, o miolo da alcatra, a picanha, a maminha, a fraldinha, o patinho e o coxão mole, além do hambúrguer de carne moída.
Assar

Assar é um método de preparo por calor seco. Significa preparar a carne dentro do forno em uma travessa ou em uma panela sem tampa, permitindo que o calor seco circule livremente até que o alimento esteja cozido e que a sua parte externa esteja dourada. É o procedimento indicado para cortes de carne grandes (mais de 1,5 kg), mais macios e com um pouco de gordura (que garante a sua maciez). Para deixar a carne assada ainda melhor, coloque-a sempre na parte central do forno.

Cortes com uma leve cobertura de gordura permanecem mais suculentos. O ideal é que sejam assados em forno com temperatura baixa a moderada (entre 160ºC e 170ºC) por tempo longo, para evitar que o tamanho da peça de carne se reduza muito. Devem ser servidos bem-passados.

Ao usar cortes magros, é preciso tomar cuidado para que o assado não fique seco. É preciso regá-lo freqüentemente com algum molho ou líquido ou envolvê-lo em papel-alumínio ou celofane (conforme o corte), assando-o em alta temperatura (200ºC) e por pouco tempo.

É sempre bom pesar a carne antes de assá-la. Para cada 0,5 kg de carne bovina, calcule entre uma hora e uma hora e meia para assar. Quando calcular a quantidade de carne para um determinado número de pessoas, lembre-se de que, quando é assada, a carne perde água e, portanto, sofre considerável redução de peso.

Quando retirar a carne assada do forno, aguarde uns dez minutos até cortá-la, pois ficará mais fácil de fatiar e os sucos e sabores se acentuarão.

Alguns dos cortes que podem ser assados são o peito, o cupim, a costela, o contrafilé, o filé mignon, a picanha, a alcatra, a maminha, o coxão duro, o lagarto, o coxão mole e a fraldinha.
Refogar

É um método de preparo de carne por calor seco, adequado para carnes macias e com pouca gordura. Refogar significa cozinhar ou dourar a carne rapidamente em uma pequena quantidade de óleo em uma frigideira ou panela.

Quando possível, seque os pedaços de carne com um papel toalha antes de refogar, pois, assim, eles dourarão mais facilmente. Use panelas de fundo grosso, que distribuem o calor uniformemente. Evite colocar muitos pedaços ao mesmo tempo, pois a carne acabará ficando cozida e não ficará dourada. Após retirar a carne, adicione um pouco de água para liberar os sucos do fundo da panela e preparar um molho de carne rápido e saboroso.

Curiosidade: O termo “sauté” vem do francês “sauter”, que significa “saltar”, “pular”, e refere-se ao processo de mexer o alimento vigorosamente para que ele doure de modo uniforme.

Curiosidade: “Styr-fry” vem do inglês e significa “mexer e fritar”. É uma forma de preparo muito utilizada em pratos de origem oriental, preparados em uma panela antiaderente de fundo arredondado chamada “wok”, que também pode ser substituída por uma frigideira ou panela funda antiaderente. Styr-fry nada mais é que cozinhar pequenos pedaços de carne rapidamente em uma pequena quantidade de óleo vegetal (uma colher de sopa) em alta temperatura, mexendo sem parar. Geralmente se corta a carne em tiras finas (de 1 cm de largura) perpendicularmente às fibras (para torná-la mais macia e evitar que encolha durante o cozimento) e adicionam-se a ela vegetais ou massas.

Podem-se refogar cortes como contrafilé, filé mignon, alcatra, fraldinha, pacu (bife do vazio), coxão mole e hambúrguer.
Fritar

Fritar é um método de preparo por calor úmido. Significa cozinhar a carne em óleo ou gordura quente, geralmente em uma frigideira.

Prefira frigideiras de fundo grosso, de alumínio ou de ferro fundido. Evite virar muito a carne na panela e, se usar um garfo para virar os bifes, procure espetar apenas o cantinho para evitar que a carne perca o suco.

Podem-se fritar cortes como bifes finos, hambúrguer de carne moída ou bifes de filé mignon, de coxão mole, de patinho, de fraldinha e de contra-filé.
Cozinhar ou ensopar

Os cozidos ou ensopados são carnes preparadas em calor úmido, ou seja, com água por um período longo. O procedimento é indicado para cortes menos macios, que, normalmente, são mais baratos. Os cozidos e ensopados são excelentes formas de preparo, que acentuam o sabor das carnes, especialmente quando se utiliza um líquido bem temperado (como água e ervas, temperos etc.). O cozimento em panela de pressão torna a carne mais macia e saborosa, além de reduzir o tempo de cocção.

Corte a carne em pedaços de mesmo tamanho para que cozinhem uniformemente. Assim, você obterá melhores resultados. Quando possível, seque os pedaços de carne com um papel-toalha antes de colocá-los na panela. Recomenda-se o preparo de alguns pratos (como rabada e garrão ou ossobuco, por exemplo) no dia anterior, reservando-os na geladeira de um dia para o outro (pois, assim, os sabores se acentuam), reaquecendo-os no dia seguinte e retirando qualquer excesso de gordura que se tenha solidificado na superfície.

A temperatura não deve ser muito alta para que a carne cozinhe aos poucos e de maneira mais uniforme. Cuidado com o tempo de cozimento, pois, se for cozida por mais tempo do que o necessário, a carne ficará desidratada (seca) e menos macia.

Não é recomendável ferver a carne, pois ela fica muito dura, os sucos evaporam e alguns molhos podem talhar (coagular). Na maioria dos casos, é indicado aquecer a água até o ponto de fervura e depois reduzir o fogo, para que a carne vá cozinhando lentamente. Como é de conhecimento geral, a água pura ferve na temperatura de 100ºC. Para saber se a água está em ponto de fervura, basta observar se há grandes bolhas de ar subindo continuamente e explodindo na superfície do líquido. Para saber se a temperatura está correta para cozinhar carne, basta observar se há um fluxo contínuo de pequenas bolhas de ar subindo pelo líquido, que ficam visíveis somente na superfície. Nessa temperatura, cozinha-se a carne de maneira apropriada, amaciando suas fibras e realçando seu sabor.

Podem ser ensopados ou cozidos os seguintes cortes: músculo (que fica excelente em sopas), garrão ou ossobuco, rabo, peito, raquete, peixinho, miolo da paleta, acém e costela. Carnes cozidas com osso produzem molhos mais saborosos e consistentes.
CARNE DE VITELO

O vitelo é um bovino jovem, alimentado apenas com leite ou, em alguns casos, com leite e um pouco de pasto (capim) e ração. Sua carne é mais delicada e tem características diferentes das da carne do animal adulto. Por esse motivo, as formas de preparo não são exatamente as mesmas. Segundo os franceses da alta gastronomia (Cordon Bleu), a forma de preparo do vitelo é mais semelhante à do frango do que à do bovino adulto. Recomendam-se os métodos de cocção úmida para manter a suculência e o sabor da carne. Também é possível assar a carne de vitelo em temperatura média. Nunca se deve, todavia, deixá-la passar do ponto, pois pode ficar muito seca.

Convém seguir as seguintes recomendações:

A. GRELHAR: bisteca, parte final do acém, carne moída; devem-se grelhar bifes grossos, pois os finos ficam secos.

B. ASSAR: cortes do dianteiro, da paleta, de lombo, de alcatra e de coxão. O vitelo é uma carne muito magra, portanto, ao assá-lo, assegure o seu sabor e a sua suculência regando freqüentemente a carne com molho. É importante deixá-la “ao ponto”, e não “bem-passada”. Ao preparar carnes sem osso recheadas, use um barbante para amarrar bem suas extremidades antes de começar a assá-las, pois assim elas manterão seu formato.

C. REFOGAR: peito, costeleta e alguns cortes de dianteiro.

D. FRITAR: cortes macios em bifes finos e de tamanho uniforme (escalopes). Tome cuidado ao fritar bifes de vitelo, pois ficam prontos rapidamente. Vitelo à milanesa é um excelente prato.

E. ENSOPAR: pedaços com osso, como garrão, músculo, acém, peito, paleta, fraldinha e alguns cortes de dianteiro. Ao preparar cozidos com cubos de carne de vitelo, prefira cortes de peito ou de paleta.

www.sic.org.br

Como prevenir incêndios

17/11/2003

Não efetue consertos improvisados Substitua tomada defeituosa. Não fume na cama, o sono não espera o cigarro apagar e isso pode provocar um incêndio.
As crianças têm fascínio por fogo. Não permita que elas brinquem com fósforos ou outros objetos que provoquem fogo. Não se esqueça de desligar o ferro elétrico. Mesmo que vá se ausentar só alguns instantes.
Não deixe crianças sozinhas em casa, e de forma alguma trancadas. A sobrecarga do sistema elétrico provoca super-aquecimento e pode ocasionar incêndio. Evite ligar vários aparelhos numa só tomada.
Muito cuidado com álcool, gasolina, removedores e aerossóis usados na limpeza da casa. Verifique se os registros de gás estão bem fechados, quando os botijões não estão sendo utilizados.
Ao utilizar o forno, primeiro acenda o fósforo, depois abra a tampa e em seguida o gás. Não esqueça panelas no fogo e nunca instale cortinas próximas ao fogão.
Não acumule lixo nem quarde panos impregnados com gasolina, graxas, ceras, óleos vegetais, etc., pois isso também pode causar incêndio. Acabando de fumar, apague completamente o cigarro.
Instale seu botijão fora da cozinha, em local ventilado e coloque tubulação metálica para aumentar sua segurança. Guarde substâncias inflamáveis sempre bem vedados e em local seguro e ventilado

www.bombeiros.pa.gov.br

Como retirar mancha de ovo

06/12/2003

Passar uma pasta de sal (diluída em água) sobre a mancha;

Lavar com água fria (não utilize água quente pois piora mais).

Como retirar o bolor…

14/07/2006

Coloque para quarar ao sol a peça com água oxigenada a 10 volumes.

Como se dá a Maturação da carne

24/01/2004
A maturação é um processo enzimático natural de amaciamento da carne em condições de temperatura controlada. O tempo de maturação varia de 7 a 21 dias de acordo com o resultado pretendido. Períodos prolongados de maturação conferem, além da maciez, sabor e odor mais acentuados, que podem desagradar alguns consumidores. No Brasil não é comum maturar a carne por mais de 14 dias.

Como selar a carne

24/01/2004
‘Selar’ a carne é um dos processos mais importantes para garantir a maciez e suculência (umidade) da carne quando o método de preparo for por calor seco (carnes grelhadas, assadas ou fritas em pouco óleo). Selar significa dourar a superfície da carne rapidamente em uma superfície bem aquecida (panela, grelha ou forno) para ’selar’ (fechar, encerrar) a superfície, evitando a perda dos sucos naturais da carne e reduzindo o ressecamento. Portanto, espere até que se forme uma ‘casquinha’ torrada em um lado da carne para então virá-la do outro lado. Dito isto, fica fácil entender porque o hábito tão comum de espetar o bife com um garfo e virá-lo na panela com freqüência, sem deixar que uma superfície fique bem tostada antes de virar, geralmente resulta em um bife seco e bem passado.

Como tirar as espinhas de uma truta

11/09/2005

1 – Começa-se fazendo dois cortes verticais na pele, um junto a cauda e outro junto a cabeça.
2 – Em seguida faz-se um corte horizontal bem no meio do corpo da truta, da cabeça até a cauda, tocando levemente a espinha, sem partí-la.
3 – Com a faca abre-se a aba superior da carne para cima, e desloca-se a aba inferior para baixo, expondo-se completamente o espinhaço.
4 – Com o garfo levanta-se a cauda. Com a faca separa-se a espinha da carne.
5 – Retira-se a cauda, espinha e cabeça. O filé ficou livre e as abas podem ser fechadas ou não, para servir.

Receitas da Ângela

Como tirar as manchas de óleo das roupas

06/12/2003

Esfregar uma pasta de fubá com suco de limão.

Como usar o hidrante num incêndio

17/11/2003

COMO USAR O HIDRANTE

Abra a caixa de incêndio, estique a mangueira e conecte-a a saída do registro.
Conecte o esquincho a mangueira.
Abra então o registro.
Após esticar bem a mangueira, dirija para a base do fogo.

Como usar o sal na carne

24/01/2004
Quando for grelhar carne, não salgue a carne antes de colocá-la na panela ou grelha. É melhor adicionar o sal após a formação de uma superfície tostada. O sal adicionado à carne fresca desidrata-a, deixando-a ressecada

Comprando e armazenando ovos

07/08/2003

Rachaduras
Mova um a um na caixa para ver se não há rachaduras.

Mantenha o frescor
Armazene-os numa caixa e leve-os à geladeira para que não percam a umidade e não absorvam odores de outros alimentos.

Armazene corretamente os ovos com o lado pontudo para baixo, para centralizar a gema e mantê-los frescos.

Congelando Peixes e Frutos do Mar

11/06/2004

Os peixes para congelamento devem ser bem frescos ou já resfriados. Agora se eles se descongelarem durante o transporte, só podem ser congelados novamente em forma de pratos prontos. Os peixes podem ser descongelados no refrigerador, sob água corrente ainda embalados ou diretamente no forno.

Antes de congelar o peixe, limpe-o normalmente, remova as barbatanas e escamas. Faça um corte para poder retirar também as vísceras. Corte a cauda, a cabeça e lave bem.  Para o peixe pequeno, o ideal é congelá-lo por inteiro. E se ele for grande, você pode cortá-lo em postas ou filés.

Como a carne de peixe é delicada, recomenda-se preparar o peixe antes que esteja completamente descongelado. As postas e filés devem descongelar até que seja possível separá-las umas das outras. Em todos os casos, faça o descongelamento dentro da geladeira.

Assim como os peixes, os crustáceos ou moluscos comprados precisam ser frescos.

O camarão deve ser congelado cru, sem a cabeça e limpo com uma solução feita com 1 colher de chá de sal para cada litro de água. Depois é só escorrer, e levar ao freezer em camadas. Quando o camarão estiver congelado, divida em sacos plásticos, de maneira que cada pacote contenha a quantidade necessária para uma refeição. Para descongelar, leve ao fogo baixo, deixando cozinhar por mais tempo do que o normal.

Os siris, caranguejos e lagostas devem ser bem limpos, escaldados por 15 minutos e resfriados rapidamente. Validade : 3 meses

Os mexilhões, ostras e vôngoles devem ser lavados em água corrente e levados ao fogo baixo em panela tampada sem água. Quando as conchas começarem a abrir, sacuda a panela. Retire os moluscos da concha e lave bem com salmoura. Coloque os moluscos dentro de um recipiente plástico, jogue por cima o líquido frio e coado que se formou na panela. Feche bem e leve ao freezer.

O polvo deve ser bem limpo, escaldado por 2 minutos e resfriado rapidamente. Descongele dentro da geladeira sem tirar da embalagem ou cozinhe diretamente conforme a receita. Validade : 6 meses.

Conservando o leite fresco por mais tempo

12/10/2005

Adicione uma pitada de sal ao leite fresco para que ele dure por mais tempo.

Conservando seus sofás

07/04/2005

Dicas de Conservação

Para manter seu sofá limpo, bonito e novo, siga estas dicas de conservação:

  • Use aspirador de pó para limpeza
  • Não limpe o sofá com vapor
  • Não use produtos químicos
  • Não exponha seu móvel ao sol, ao fogo, ou ao calor de equipamentos
  • Evite o uso de escovas

Conserve a farinha

07/06/2006

Conserve a farinha para que não biche, coloque uma folha de louro no recipiente onde é guardada.

Conserve suas meias de náilon

05/09/2004

Faça uma mistura de água e vinagre, em partes iguais, e lave suas meias.

Ficarão sempre parecidas com novas.

Convivendo Com Animais

11/07/2003

  • Você gosta de gatos? Faça uma lixa para ele se coçar, colando um pedaço de tapete pelo avesso (desde que não tenha sido forrado por trás ou plastificado) do lado de um móvel grande (geladeira ou lavadora, por exemplo).
  • Algumas bolas de naftalina colocadas sob as almofadas do sofá impedirão que seu animal de estimação se aposse do seu lugar preferido.
  • Um pano de limpeza (ou camurça) ligeiramente úmido pode ser usado para retirar os pêlos de animais dos estofados.
  • Se o seu bicho de estimação “sujou” em lugar errado, saiba que uma fatia de cebola crua colocada no local mostrará a ele que o lugar certo não é ali. Deixe a cebola um ou dois dias no mesmo lugar.
  • Os cachorros – seus ou dos vizinhos – são capazes de fazer horrores com latas de lixo deixadas do lado de fora. Para impedir que sua caia, arranje pneus velhos de automóvel e encaixe a lata dentro deles.

Cortes na Cozinha Japonesa

11/06/2004

Hantsukigiri (corte meia-lua)
Como diz o próprio nome, é uma forma de cortar os legumes em formato de meia-lua. Inicialmente corta-se o legume longitudinalmente (no sentido do seu comprimento), dividindo-o em duas partes. O segundo passo é começar cortando da extremidade em tamanhos regulares e ligeiramente grossos. Entretanto, essa espessura pode variar de acordo com cada receita.Os legumes mais utilizados são o nabo comprido, a cenoura e a beringela.

Butsugiri (cortes irregulares)
Neste tipo de corte não há, em especial, formatos e tamanhos padrões. No entanto, de uma maneira geral, é um procedimento adotado em legumes razoavelmente longos, fazendo-se cortes largos e grossos, sem medir, de forma irregular. É muito utilizado em cebolinhas e bardanas. No caso das cebolinhas, é comum adotar este corte em ensopados, cozidos e nas receitas chinesas.

Hosogiri (corte fino)
É um corte básico para iniciar alguns tipos de corte e utilizado para cortar legumes como nabo, cenoura, batata inglesa, cebola e pepino. Comece cortando pelo canto do legume na espessura de 1-2 mm, e com o auxílio dos dedos regule a espessura afastando as mãos gradativamente de onde está sendo cortado. Hosogiri pode ser cortado na forma arredondada ou no sentido do comprimento. Nesse caso, corte os legumes em pedaços de 5-6 cm.

Nanamegiri (corte diagonal)

É um corte indicado para fazer com que o legume absorva melhor o tempero. Corta-se na diagonal colocando o legume na horizontal e passando a faca inclinadamente.

Sengiri (corte em filetes)
É um corte feito para deixar os legumes em filetes longos e finos. O procedimento deve ser feito inicialmente cortando o legume em uma espessura bem fina, começando pela sua extremidade. Coloca-se então inclinadamente um sobre o outro e corta-se em filetes de 1 a 2mm, a contar da extremidade e a 6cm de comprimento no caso de, por exemplo, nabo comprido, cenoura e pepino. No caso do repolho e do gengibre, esta medida pode variar.

Costurando os botões com fio dental

20/10/2003

Fio dental para botões

Constantemente perdemos botões porque o fio partiu. Para roupa branca existe uma solução: Não costuramos o botão com linha comum mas com fio dental fino.

Couve flor sem cheiro

19/03/2005

Para que a couve-flor não impregne toda a casa com o seu cheiro forte e desagradável, acrescente uma colher de farinha de trigo na água em que a mesma está sendo cozida.

Coxinhas de galinhas bem sequinhas

11/10/2004

  • Para deixar as coxinhas de frango fiquem sequinhas, passe-as em leite misturado com um pouco de sal, e depois na farinha de rosca.

Crianças comem e bebem quase tudo

17/11/2003

Mantenha todos os produtos tóxicos em local seguro e trancado, fora do alcance das mãos e dos olhos das crianças, de modo a não despertar sua curiosidade.
Para ajudar a prevenir intoxicações com remédios ou produtos de limpeza adquira, se possível, produtos com trava de segurança. As mais freqüentes intoxicações em crianças são causadas por remédios, produtos de uso doméstico, como alvejantes, querosene, polidores de móveis, tintas, solventes, detergentes, inseticidas.

www.fiocruz.br

Em caso de intoxicação ligue para:

0800.780.200 CIT/RS – Porto Alegre
0800.410.148 CIT/PR – Curitiba
0800.148.110 CEATOX/SP – São Paulo
0800.284.4343 CIAVE/BA – Salvador
0800.643.5252 CIT/SC – Florianópolis
0800.771.3733 CCI/SP – São Paulo

Cuidados ao comprar a carne do dia-a-dia

05/08/2003

Equipe de Qualidade de Carne/FZEA-USP
Hoje em dia, muitos mercados estão vendendo carne proveniente de abatedouros clandestinos, portanto ao comprar qualquer tipo de carne, certifique-se de onde a mesma se origina e o modo pelo qual ela foi processada.

Para você, consumidor, saber como diferenciar uma carne de boa qualidade, que foi processada de um modo correto, de uma carne ruim, com grandes possibilidades de contaminação, aqui vão algumas dicas.

- Em caso de peças de carne inteiras, verifique se a mesma estava embalada e se foi manuseada pelo açougueiro de um modo higiênico, utilizando luvas, roupas brancas e máscara.

- Em peças menores como picanha, filé mignon, bifes, verifique se estes estão em uma embalagem que as proteje de contaminações, se há a marca do SIF (Serviço de Inspeção Federal) e por fim se existe um selo indicando a proveniência do produto.

Portanto, muito cuidado ao comprar a sua carne do dia-a-dia, pois ela pode estar contaminada por muitos tipos de microrganismos, alguns podendo causar até mesmo a morte.

http://criareplantar.com.br

CUIDADOS NA HORA DE COMPRAR MEDICAMENTOS

• Confira o prazo de validade do medicamento

• Observe se o número do lote, a data de fabricação e a validade escritos na caixa coincidem com as informações registradas nas cartelas ou nos frascos.

• Não compre remédios com embalagens amassadas, com lacres rompidos ou rótulos que se soltam facilmente, foscos ou borrados. Estes rótulos podem ser cópias.

• No remédio verdadeiro, a data da fabricação aparece em baixo-relevo.

• O remédio verdadeiro traz na caixa o registro do Ministério da Saúde, que começa sempre com o número 1 e tem, no máximo, 17 números.

• Verifique se existe bula dentro da caixa.

• Não compre Amostra Grátis de remédios.

• Na dúvida, procure sempre o farmacêutico responsável e se oriente com ele.

• Não caia na armadilha da “EMPURROTERAPIA” – remédios “empurrados” pelo balconista.

• Se você consome medicamento de uso constante, fique atento às alterações quanto ao cheiro, sabor, forma e tamanho.

www.donadecasa.org.br

Dando brilho em aço inox

18/03/2004

Para dar brilho a um objeto inox, seja ele um objeto grande ou um lavabo, por exemplo, esfregue-o com um pedaço de algodão embebido em óleo de máquina de costura.

Deixando os vidros um brilho só!

06/12/2003

Esfregar os vidros com lustra-móveis e dê brilho com uma flanela.

Deixe os panos de pratos bem branquinhos

01/02/2006

Ferva bem os panos de pratos para alvejar com uma casca de ovo cru triturada.

Deixe seus sapatos como novos

06/12/2003

Use pasta de dente para a limpeza de sapatos, bolsas e cintos.

Deixe suas pias bem branquinhas

06/12/2003

Limpe as pias e o chão de cozinhas com borra de café.

Derretimento de chocolate em Banho-Maria

15/04/2006

Pique o chocolate em pedaços menores e coloque num refratário que se encaixe perfeitamente em uma panela com água suficiente para tocar o fundo do refrátario.
Quando a temperatura da água estiver em torno de 50°C, quente mas suportável ao toque das mãos, apague o fogo, encaixe o refratário e mexa até derreter completamente. Evite o calor forte e o contato da água com o chocolate (respingos ou vapor). São estes os responsáveis pelos problemas durante o derretimento.
O chocolate completamente derretido deve ter uma temperatura entre 40°C e 45°C. Para identificar essa temperatura, coloque um pouco de chocolate nos lábios ou no pulso. Ele deve estar morno.

http://www.garoto.com.br/handles/receitas/tecnicas/tecnicas.php?tecnica=23&desc=Derretimento%20em%20Banho-Maria&cod_idioma=PT

Derretimento de chocolate no Microondas

15/04/2006

Corte a barra em pedaços grandes e coloque num refratário. Leve ao microondas, na potência média, e programe o tempo de acordo com os valores médios da tabela abaixo.
Na metade do tempo mexa e coloque de volta no microondas. Ao final, retire e mexa novamente até completar o derretimento.
O chocolate completamente derretido deve ter uma temperatura entre 40°C e 45°C. Para identificar essa temperatura, coloque um pouco de chocolate nos lábios ou no pulso. Ele deve estar morno.

http://www.garoto.com.br/handles/receitas/tecnicas/tecnicas.php?tecnica=25&desc=Derretimento%20em%20Microondas&cod_idioma=PT

Desengordure seus tapetes

08/07/2006

Coloque óxido de magnésio em pó sobre as manchas de gorduras, deixe um tempo, escove ou passe aspirador.

Desodorantes caseiros sem produtos químicos

20/10/2003

Os desodorantes oferecidos no mercado contêm diversos produtos químicos prejudiciais a saúde (p. ex. alumínio ). É melhor utilizarmos um desodorante caseiro, como limão. Também podemos misturar álcool e água em partes iguais e juntar um pouco de bicarbonato de sódio. Outra opção é o Leite de Magnésia (hidróxido de magnésio), muito eficaz como desodorante.

Taps

Despertador de cão

23/07/2005

Para evitar que seu cãozinho chore muito à noite, experimente colocar perto do local onde ele dorme, um relógio despertador, daqueles de corda.

O tique-taque do relógio vai acamá-lo num instante.

Dica sobre o açúcar em calda

08/06/2006

Evite que o açúcar em calda fique muito açucarado, acrescente algumas gotas de suco de limão.

Dica sobre o Alho

19/03/2005

Um dente de alho muitíssimo bem socado, adicionado à massa podre para empadas, tortas e pastelões, fará com que fiquem mais saborosos.

Prepare seus pratos mais rápidos. Descasque 250 g de alho, ponha no liquidificador, cubra com óleo, passando o nível do alho dois dedos.
Bata por cinco minutos, passe para um vidro com tampa e guarde na geladeira.
Use colher de plástico ou de pau na hora de utilizar.

Para descascar alhos rapidamente, coloque-os no microondas em potência alta, de 15 a 30 segundos. A casca solta-se completamente!

Para tirar o cheiro desagradável de alho das mãos, basta esfregá-las com talinhos de salsinha.

www.batuquenacozinha.com.br

Dicas de combate ao desperdício de alimentos

13/04/2006

- Os talos de couve, agrião, beterraba, brócolis e salsa, entre outros, contém fibras e devem ser aproveitados em refogados, no feijão e na sopa.

- Não jogue fora os talos do agrião, pois eles contém muitas vitaminas. Limpe, pique e refogue com tempero e ovos batidos.

- As folhas da cenoura são ricas em vitamina A e devem ser aproveitadas para fazer bolinhos, sopas ou picadinhos em saladas. O mesmo pode se dizer das folhas duras da salsa.

- A água do cozimento das batatas acaba concentrando todas as vitaminas. Aproveite-a, juntando leite em pó e manteiga para fazer purê.

- As cascas da batata, depois de bem lavadas, podem ser fritas em óleo quente e servidas como aperitivo.

- A casca da laranja fresca pode ser usada em pratos doces à base de leite, como arroz doce e cremes.

- A parte branca da melancia pode ser usada para fazer doce, que se prepara como o doce de mamão verde.

- Com as cascas das frutas (ex: goiaba, abacaxi, etc), pode-se preparar sucos batendo-as no liqüidificador. Este suco pode ser aproveitado para substituir ingredientes líquidos no preparo de bolos.

- Evite consumir folhas com aparência amarelada.

- Cozinhe as verduras a vapor, assim elas não perderão o valor nutritivo.

- Quando for ralar a casca do limão, nunca chegue à parte branca, pois ela é amarga e pode prejudicar o sabor doce da preparação.


Cascas, folhas e talos também devem fazer parte do seu cardápio

É importante a utilização de cascas, talos e folhas, pois o aproveitamento integral dos alimentos, além de diminuir os gastos com alimentação e melhorar a qualidade nutricional do cardápio, reduz o desperdício de alimentos, e torna possível a criação de novas receitas.

Esse conceito deve ser realizado no dia a dia por qualquer pessoa, independentemente de sua classe social ou econômica. Isso significa eliminar alguns preconceitos alimentares de que esse tipo de alimentação é somente usada em programas sociais voltados para população de baixa renda, e não levam em conta o valor nutricional de alguns alimentos, que quase sempre está concentrado nas cascas ou folhas.

Essas partes do alimento que posteriormente iriam para o lixo podem ser bem aproveitadas, servindo para suprir a carência de nutrientes no organismo, e tornando o cardápio mais saudável e criativo.


Procedimentos de higienização

Como higienizar frutas, verduras e legumes:

Lembrando que o manipulador deve sempre lavar as mãos com água e sabão, quando estiver em contato com qualquer tipo de preparação alimentícia.

1. Lavar muito bem os alimentos em água corrente, um a um;
2. Colocar os alimentos em água clorada, por 15 minutos;
Para cada litro de água, colocar uma colher de sopa de cloro, e sempre observar no rótulo a recomendação do fabricante.
3. Após, deve-se retirar e enxaguar em água corrente.

http://www.bancodealimentos.org.br/por/receitas/index.htm

Dicas de como economizar água

15/11/2004

Fonte: Revista Água Online, em “A economia de água: garantia para a vida e o desenvolvimento – Capítulo VI”

Existe um conjunto de hábitos negativos relacionados com o desperdício da água, que sendo superados permitirão a economia da água em casa, no colégio, no campo, na indústria, etc. A forma de superar este problema se encontra na aquisição de bons hábitos no uso da água. Vejamos alguns detalhes simples que permitem economizar água de maneira significativa:

Com relação ao consumo pessoal e da casa:

Lavando as mãos, escovando os dentes e fazendo a barba. Não deixar correr inutilmente a água usando-a só quando seja necessária.

Uso do vaso sanitário. Dar a descarga somente quando for indispensável.

O banho e a lavagem do cabelo. Fechar a torneira quando estiver se ensaboando.

Limpeza dos utensílios da cozinha. Ensaboar tudo primeiro e logo enxaguar. Não deixar correr a água sem necessidade.

Lavagem da roupa. Usar a máquina de lavar com capacidade máxima de cada vez, o que economiza água e energia. Quando a roupa for lavada à mão, molhar, esfregar ligeiramente e logo enxaguar. Não deixar correr desnecessariamente a água.

Preparação de alimentos. Usar somente a água necessária. Não desperdiçar os molhos.

Limpeza da casa. Usar um balde de água para medir e controlar a quantidade de água para a lavagem do piso ou outros lugares. Não utilizar mangueiras porque se gasta a água desnecessariamente.

Rega do jardim. Buscar não usar água potável, mas reusar a água que se tenha usado para outros fins. É melhor regar ao entardecer e usar somente a água necessária, assim a terra absorverá a água e não haverá muita evaporação. Redesenhar os jardins com plantas que requeiram pouca água.

Lavagem de automóveis. Eliminar o costume de empregar mangueiras, preferindo usar um pano úmido e uma quantidade controlada de água em um balde. Estas medidas simples podem economizar muitos litros de água e também boa quantidade de dinheiro.

Os procedimentos nas atividades agrícolas:

Na América Latina há interessantes experiências na criação e funcionamento das Juntas de Usuários ou Comitês de Irrigantes. Estas organizações podem se converter em elementos fundamentais para pôr em marcha processos de distribuição equilibrada e de uso racional do recurso.

Para promover uso racional é necessário revisar os sistemas de irrigação, cuja ineficiência tem ocasionado grandes perdas. A aplicação de melhores técnicas de rega, a conservação da água, a execução de procedimentos de reflorestamento e outras medidas similares podem apoiar a diminuição do consumo e do desperdício, assim como estancar a deterioração das fontes de água.

Pela quantidade de água que se usa na agricultura, é claro que se constitui em um setor-chave ao qual devemos prestar uma atenção especial.

www.cprh.pe.gov.br

Dicas de tratamento caseiro para o piolho capilar

01/12/2003

- Lave o cabelo da criança com xampu ou loção própria, receitada pelo pediatra. Cada um tem um jeito de ser usado, por isso leia a bula com cuidado. Esses produtos não costumam matar os ovos (só matam os piolhos)!

- Misture vinagre morno a um condicionador. Quando aplicado e abafado por meia hora, o vinagre dissolve a camada que envolve o ovo, impedindo a fixação da lêndea no fio de cabelo. Passe o pente fino em seguida e retire piolhos, larvas e ovos o melhor possível.

- Ao eliminá-los, não jogue-os em qualquer lugar. Para ter certeza de que morreram, deixe-os imersos em uma bacia com vinagre, por, no mínimo 30 segundos.

- A lavagem, o vinagre e o pente fino devem ser feitos todos os dias, durante vários dias. Mesmo se você achar que já acabou com a infestação, deve continuar examinando os cabelos de seu filho uma vez por semana.

- Ferva ou enxágüe com água quente a roupa de cama de quem estiver com a infestação, e depois passe tudo com ferro bem quente.

- Limpe bem o pente usado para retirar os piolhos, e deixe-o separado das demais pessoas da casa.

- Por ser uma infestação que se espalha rapidamente, o ideal é que a criança infestada seja afastada da creche ou escola até que não haja mais nenhum bichinho ou ovo em sua cabeça.

- Este Dicas de Saúde foi realizado com sugestão e apoio de Valter Moura (São Paulo – SP).

- Fonte: Projeto Piolho da Unicamp

- Créditos: Biblioteca Virtual do Ministério da Saúde

Dicas Para A Polenta

17/08/2003
1. Para esquentar a polenta que sobrou do dia anterior, mergulhe as fatias em água fervente durante apenas um minuto. Retire a polenta e enxugue com guardanapo. Assim, ela ficará como a polenta feita na hora.

2.  Quando a polenta ficar muito mole e você não tiver mais fubá para engrossar, substitua por um pouco de maisena dissolvida em água e deixe ferver mais um pouco.

3. Para evitar que a polenta encaroce, não coloque o fubá diretamente na água. Dissolva antes em água fria e depois adicione à água fervente. A água fria usada deverá ser descontada do total de água que a receita indicar.

4. A polenta frita ficará mais macia e com uma crosta crocante se você passar na farinha de trigo antes de fritar.

5. Cozinhe a polenta na panela de pressão durante quarenta minutos. Assim, a polenta não queimará e cozinhará mais rápido.

6. Quando você fizer polenta e ficar aquela parte grossa no fundo da panela, coloque leite e deixe de molho. As placas finas de polenta se soltarão da panela e ficarão muito gostosas temperadas com açúcar.

Dicas para a sua Festa de Reveillon

31/12/2004

Abuse de um cardápio com pratos leves e até frios, musses geladas, peixes e frutas. Para a ceia reserve um espumante, champagne gelado ou vinho branco seco. Como geralmente a ceia dura até tarde, é sempre simpático preparar um belo café da manhã.

O brinde é muito importante e requer atenção. Nunca brinde de copo vazio. Se existirem muitos convidados, apenas erga sua taça sem tocá-la nas demais. O toque se emprega apenas em situações com pouquíssimos convidados.

Complementar seu cardápio com um menu mais supersticioso, como pratos de lentilha, romã, ou comer 12 uvas à meia-noite. Roupa branca é benvinda, mas não obrigatória.

Calcule as Quantidades

Para cada 100 pessoas, calcule em média uma caixa de uísque.

Para cada 3 pessoas, compre uma garrafa de vinho branco, prosecco ou champanhe. Para cada 3 pessoas, calcule uma caixa de cerveja em lata.

Para cada 50 pessoas, uma caixa de vinho tinto e cinco a seis garrafas de licor, uma de cada tipo.

Esta regra vale para 80% das festas. Para fazer as compensações, vale o bom senso do anfitrião e o quanto ele conhece do gosto de seus convidados.

Se já se sabe que uísque é a bebida preferida, compre menos vinho, por exemplo. Em festa de reveillon, a cerveja costuma ser menos consumida.

400g de comida por pessoa é o suficiente. Se você quiser que o cocktail dure mais do que o jantar, calcule 250g para o cocktail e 150 para o jantar.

Se quiser dar ênfase ao jantar, 100g para o cocktail e 300g no jantar.

Para os doces, calcule duas porções de sobremesa e 3 a 5 docinhos por pessoa.

Dicas para comprar os brinquedos da criança

15/09/2003
- Não compre brinquedos que sejam formados por partes muito pequenas. Essas partes devem ser maiores do que o pulso da criança, pois dessa maneira se previne o sufocamento. Como fazer para saber se o brinquedo atende a essa exigência? A dica é passar as partes dele por dentro do tubo de papelão de um rolo de papel higiênico. Se ela passar, é porque é muito pequena para a criança;

- Antes de comprar um brinquedo, é aconselhável ler as instruções, a indicação de idade e os cuidados do fabricante. As recomendações relacionadas à idade para a qual o brinquedo é indicado leva em conta, entre outros aspectos, a segurança da criança. Se no brinquedo estiver marcada uma idade muito superior ou muito inferior a da criança, pode ser usado inadequadamente e causar lesão;

- Antes de deixar a criança utilizar o brinquedo, explique para ela o uso adequado do brinquedo;

- Evite dardos, brinquedos que arremessam objetos ou emitem sons altos. Eles podem machucar os olhos e os ouvidos;

- Se for comprar brinquedos de pelúcia, observe as peças pequenas, como os olhos, estão bem costuradas. Não compre brinquedos que têm essas partes apenas coladas.

- Evite brinquedos com cordas, alças ou fitas maiores do que 15 centímetros.

Dicas para diminuir suas cólicas menstruais

01/12/2003

Toda menstruação é acompanhada de contrações uterinas, mas em alguns casos estas contrações produzem cólicas intensas, às vezes incapacitantes. Ao quadro de fluxo menstrual acompanhado de cólicas os médicos dão o nome de Dismenorréia (”menstruação difícil”).

Cerca de 90% das mulheres já apresentaram pelo menos um episódio dismenorréia. Este distúrbio é a causa mais comum de falta ao trabalho e/ou escola entre mulheres jovens. Infelizmente, em muitos casos, o problema não é diagnosticado e tratado adequadamente. Na verdade, o distúrbio é tão comum que muitas mulheres sequer relatam o distúrbio em suas consultas periódicas, mesmo quando há prejuízo das atividades habituais.

- Dicas para lidar com a Dismenorréia

1. Beba um copo de chá quente (mate ou camomila);
2. Deite de costas e coloque um travesseiro apoiando a parte de trás dos joelhos;
3. Faça compressas mornas na região lombar e no abdome;
4. Tome um banho morno;
5. Massageie delicadamente o abdome;
6. Faça exercícios leves, como alongamentos ou caminhadas (eles ajudam a diminuir a dor);
7. Repouse e evite se expor a situações estressantes durante as menstruações;

- Texto escrito pelo Dr. Alessandro Loiola (Médico – CRM/ES 6343).

- Fonte: site Canal Saúde.

- Imagem retirada do site: Isto é On Line.

- Créditos: Biblioteca Virtual do Ministério da Saúde

Dicas Para O Peixe

17/08/2003


1. O peixe assado não grudará na fôrma; nem perderá o sabor, se você forrar a assadeira com fatias de batata crua.

2. Para que o peixe não grude no fundo da assadeira, forre-a com uma camada de cebolas picadas, aipo e cheiro-verde.

3. Corte a cabeça do peixe só depois que ele estiver assado, senão a parte cortada ficará seca e dura.

4. Para que o peixe asse por igual, coloque-o de barriga para baixo, aberto, na assadeira coberta com papel de alumínio. O peixe ficará douradinho dos dois lados.

5. Ao fritar peixe, coloque um ramo de salsa no óleo da frigideira. Ele ficará mais gostoso e cheiroso.

6. Aproveite o bagaço de limão que você usou para temperar peixe para esfregar na pia em que o peixe foi limpo e lavado. Assim, você eliminará o cheiro desagradável.

7. O leite deixa o peixe mais macio e saboroso. Se o peixe for fresco, deixe-o de molho por alguns minutos no leite antes de temperar. Se o peixe for congelado, descongele diretamente no leite: ele ficará com sabor de peixe fresco.

8. Para saberse um peixe está fresco, observe os seguintes detalhes: ele deve ter olhos e escamas brilhantes, guelras bem vermelhas e carne rija, resistente à pressão dos dedos.

9. No preparo de um peixe, quando a bolinha branca do olho aparecer, significa que ele já está assado ou cozido.

10. Para dar um sabor especial ao peixe, deixe-o mergulhado no leite antes de fritar.

Dicas para o bem vestir

01/04/2004

Não cometa gafes ao se vestir

Afinal, as pessoas ainda se preocupam com um padrão na moda? Em certas ocasiões, ter uma aparência formal é mais importante que saber falar bem ou se comunicar com precisão. Confira aqui como não passar esse aperto.

A ditadura da moda aponta para a individualidade, para o estilo próprio. De acordo com a personal stylist Titta Aguiar, em seu livro Personal Stylist – Guia para consultores de imagem, da Ed. Senac, “toda pessoa é única, não existe estilo certo ou errado. O único estilo errado é aquele que não combina com a pessoa”. Apesar desse novo conceito no mundo fashion, ninguém está livre de cometer gafes. Ainda mais quando se trata de um encontro profissional, seja ele um coquetel, um almoço executivo ou uma simples reunião.

Se a ocasião é impessoal, de lazer, não há com o que se preocupar. “Aí vale tudo, desde que a pessoa esteja se sentindo confortável e segura. Cada um faz seu estilo de acordo com sua personalidade: alegre, recatada, poderosa, moderna, criativa…”, afirma Titta. E completa: “tem que vestir por fora aquilo que é por dentro”.

A personal stylist escreveu em seu livro que a aparência pessoal tem importância decisiva na vida profissional. E isso não é sinônimo de futilidade. “Num mundo apressado e competitivo, a ‘imagem externa’ que projetamos exerce papel de destaque”. Por isso ela atenta às pessoas que trabalham em empresas rigorosamente formais que é preciso manter essa característica corporativa em suas roupas, gestos, expressões e comportamento.

“Com essa história de estilo próprio, as pessoas acham que podem se vestir do jeito que quiser. Quando se ocupa um cargo formal, é necessário se vestir elegantemente”, conta Titta. Segundo ela, nas empresas em que ela presta consultoria, cerca de 50% das pessoas se vestem mal.

Mulheres: A roupa não pode chamar mais atenção que o assunto a ser tratado. A mulher não está ali para mostrar a roupa, e sim por sua competência e para tratar de negócios.

Dicas para não errar: usar cores neutras/monocromáticas/tom sobre tom,, maquiagem conservadora, cores fortes apenas nos detalhes, não abusar de decotes e transparência, não utilizar acessórios chamativos e grotescos, o cabelo não deve ter muito volume e deve-se evitar decalques nas unhas. Resumindo, deve-se usar o bom senso sempre. Terninhos, tailler e calças de corte reto são peças fundamentais.

Homens: Os homens, apesar de vestirem apenas ternos no dia-a-dia, ainda incorrem em alguns erros. Paletós mal cortados, calças muito largas e tecido com mau caimento são os principais problemas. Nas famosas sextas-feiras, em que reina o casual em muitas empresas, vários são os erros. De acordo com Titta, muito executivos esquecem que deixar de vestir terno não significa se vestir mal. “Tem que estar elegante sempre”, afirma. Afinal, as reuniões de negócios acontecem também às sextas.

Dicas Para O Seu Pão

17/08/2003


1. Para assar o pão de queijo feito com polvilho azedo, coloque em forno bem quente e vá abaixando o fogo, gradativamente, depois que o pão estiver crescido, até que ele seque. Caso contrário, o pão ficará murcho e puxa-puxa.

2. Para a massa do pão crescer mais rápido, sove bem e coloque num saco plástico bem fechado.

3. A massa do pão ficará bem fofa e leve se você acrescentar uma batata cozida, fria ou morna, passada no espremedor.

4. Para você saber se a massa do pão está no ponto, estire a massa e corte ao meio. Se a massa tiver muitos furinhos, ela não estará no ponto. Caso contrário, ela já poderá ir ao forno.

5. Para assar pão, coloque junto, na parte de baixo do forno, uma vasilha refratária cheia de água. Assim, o pão ficará com uma crosta mais dura. E não convém abrir o forno nos dez primeiros minutos.

6. Você pode substituir um tablete de 15 g de fermento para pão por uma colher de sopa de fermento seco, granulado, especial para pão.

7. Para dar uma crosta bem crocante ao pão italiano, pincele com água duas vezes enquanto ele assa.

8. Coloque a fôrma de pão para assar sempre no meio do forno. Assim, o ar circulará livremente por todos os lados, fazendo com que o pão asse por igual.

Dicas para preparação das refeições

02/11/2003

1. Não belisque enquanto cozinha! Se estiver com muita fome, programe um lanche entre as refeições principais. Um iogurte ou outro derivado de leite (magro) pode ser uma boa opção.

2. Para provar o tempero da comida, pegue em porções mínimas, como por exemplo, em colheres de chá.

3. Programe a quantidade de alimento a ser preparado. Evite excessos!

Dicas para preparar um bacalhau

13/04/2006

1. Para saber a quantidade de bacalhau numa refeição, calcule entre 150g e 250g por pessoa;

2. O melhor momento para retirar a pele do bacalhau é quando ele ainda está salgado e seco: levante a pele em uma das extremidades e retire-a com puxadas firmes. Depois do cozimento, a pele também sai com facilidade. O melhor momento para retirar as espinhas é quando se desfia o bacalhau ainda salgado e seco ou depois do cozimento;

3. O bacalhau não deve ser fervido, a não ser que a receita ou o preparo indiquem. A fervura prejudica o paladar e resseca o peixe. Deve ser sempre preparado em água a ferver, ou seja, em fogo brando, sem borbulhar; você pode reservar o caldo do bacalhau ( a água do cozimento ) para cozinhar as batatas ou o arroz.

4. Em receitas de bacalhau ao forno ou bacalhau na brasa, faça um pré-cozimento no bacalhau, colocando-o em um tabuleiro imerso em água em fogo brando, sem ferver, durante 10 minutos;

5. Se quiser apurar o paladar do bacalhau, de acordo com a receita, deixe-o temperado com azeite e ervas ( p.ex. coentro ou salsa ) ou submerso no leite durante pelo menos 2 horas antes do preparo;

6. A qualidade da refeição com bacalhau também depende da qualidade dos complementos: o azeite de oliva deve ser extra-virgem, de preferência português; as batatas, do tipo HBT; as azeitonas pretas, portuguesas, e as verdes, portuguesas, argentinas ou espanholas.

http://www.bacalhau.com.br/dicas.htm#identificar

Dicas para uma Boa Alimentação

09/01/2005

1. Dividir a alimentação em 3 refeições principais e 3 lanches intermediários. Isso evita que o indivíduo fique beliscando entre as refeições, já que irá consumir pequenos lanches, aumenta o trabalho intestinal, pois haverá estímulo constante do trato digestivo e aumenta o gasto de energia para o metabolismo dos alimentos. Além disso, pequenos volumes ingeridos várias vezes ao dia fazem com que um estômago dilatado volte aos poucos ao normal.

2. Deve-se mastigar no mínimo 30 vezes cada garfada. Esta ação proporciona uma melhor digestão e um melhor aproveitamento dos nutrientes, maior gasto de energia e uma menor ingestão alimentar, pois comendo devagar, uma menor quantidade de alimentos fará com o indivíduo se sinta saciado.

3. Deve-se ingerir muito líquido, principalmente água (2 a 3 litros) para a manutenção das funções normais do organismo, mas sempre no intervalo das refeições.

4. O açúcar deve ser diminuido ou substituído por algum outro adoçante. É muito calórico e não traz benefícios à saúde.

5. As fibras devem fazer parte da ingestão diária para assegurar um bom funcionamento intestinal e para auxiliar na prevenção e tratamento de doenças como o aumento do colesterol e câncer de cólon. Além disso, alimentos ricos em fibras reduzem a sensação de fome. Recomenda-se o consumo de 20 a 30g de fibras por dia.

6. O exercício físico, quando praticado de forma correta e orientado por profissional especializado, acelera a queima da gordura armazenada, auxiliando na redução de peso.

7. Fazer as refeições em lugar tranquilo e sem pressa. Nunca se deve comer andando, vendo televisão ou discutindo com alguém. O ambiente deve ser calmo para que as frustações não sejam descontadas no prato de comida. Com pressa, o indivíduo come exageradamente sem perceber, pois demora mais tempo para sentir saciedade.

8. Não dormir logo após as refeições e não comer alimentos pesados à noite, pois nesse período a digestão é mais lenta e difícil.

Dicas sobre o Sal

17/08/2003
1. O sal é ótimo para preservar a coloração dos tecidos. Adicione um pouco à água da lavagem.

2. Para conservar o sal sempre fresquinho e seco, coloque uma bolacha salgada no fundo do recipiente em que ele é guardado. A bolacha absorverá toda a umidade do sal.

3. Para acabar com a umidade do sal, deixe alguns grãos de arroz secar ao sol e, em seguida, coloque no saleiro. O arroz absorverá a umidade do sal.

4. Para deixar o sal sempre seco, coloque um mata-borrão no fundo do saleiro.

5. O sal remove a goma queimada que fica grudada no ferro. Coloque duas colheres de sopa de sal sobre uma folha de papel e passe o ferro por cima.

Diminuindo os resíduos de agrotóxicos em sua alimentação

10/01/2004

1 – Lave legumes, verduras e frutas numa solução suave e detergente e água pura ou em mistura de água e vinagre. Deixe-os de molho de 15 a 20 minutos e enxague-os cuidadosamente.
2 – Em alguns casos, frutas e legumes podem receber uma camada de cera para que não percam a umidade e murchem. Esta cera também contém fungicidas para evitar o aparecimento de bactérias. Ex. maçãs, pimentões, beringelas, grapefruits, melões, nectarinas, pêssegos, etc. Para elimina-la, sempre que possível, descasque legumes e frutas. Você perderá algumas vitaminas contidas na casca, mas em compensação terá uma alimentação mais segura.
3 – Procure usar sempre legumes, verduras e frutas da safra, pois possuirão menos defensivos e hormônios.
4 – Legumes muito grandes, produzidos convencionalmente, podem ser resultado de adubação e estimulantes artificiais.
5 – Dê preferência aos produtos nacionais, ao invés dos importados. Frutas e legumes produzidos localmente não requerem tantos pesticidas como aqueles que percorrem longas distâncias e são armazenados por longos períodos de tempo.
6 – Resíduos de pesticidas e outros produtos químicos tendem a se concentrar nos tecidos gordurosos dos animais. Diminuir seu consumo reduz a ingestão de agrotóxicos. Ao preparar qualquer vaca, carne, frango, porco, etc. procure retirar toda a gordura e pele. Escolha laticínios com baixo teor de gordura, prefira leite desnatado e queijos magros.
7 – No Brasil, dentre os produtos agrícolas que mais recebem agrotóxicos, destacam-se o tomate, a batata inglesa, o morango e o mamão papaia. No caso da produção de uva Rubi e Itália, em São Paulo, são feitas até 40 aplicações de produtos químicos, da brotação até a colheita.
8 – Os consumidores não devem parar de consumir frutas ou verduras; estas informações se destinam a levar maior conhecimento do que ocorre na produção de hortigranjeira e dar-lhe uma visão mais crítica ao escolher o que vai a sua mesa.
Bibliografia:

  • ADDITIVE ALERT – What have they done to our food? – Prepared by Plution Probe
  • PRODUÇÃO ORGÂNICA DE ALIMENTAÇÃO NATURAL – Adilson D. Paschoal
  • GUIA PRATICO DE ALIMENTAÇÃO NATURAL – Dr. Márcio Bontempo
  • REVISTA AGRICULTURA BIODINÂMICA – Artigo: Os venenos e o respeito pela vida – pg. 22 Primavera 97

Doação de órgãos para transplante

01/12/2003

- O que é?

O transplante é um procedimento cirúrgico que consiste na reposição de um órgão (coração, pulmão, rim, pâncreas, fígado) ou tecido (medula óssea, ossos, córneas) de uma pessoa doente (receptor) por outro órgão ou tecido normal de um doador, vivo ou morto.

- Quem pode e quem não pode ser doador?

A doação pressupõe critérios mínimos de seleção. Idade, o diagnóstico que levou à morte clínica e tipo sangüíneo são itens estudados do provável doador para saber se há receptor compatível. Não existe restrição absoluta à doação de órgãos a não ser para aidéticos e pessoas com doenças infecciosas ativas. Em geral, fumantes não são doadores de pulmão.

- Quando podemos doar?

A doação de órgãos como rim, parte do fígado e da medula óssea pode ser feita em vida. Em geral, a pessoa se torna doadora em situação de morte encefálica e quando a família autoriza a retirada dos órgãos. A Lei nº 10.211, de março de 2001, dá plenos poderes para a família doar ou não os órgãos de seus parentes mortos.

- O que é morte encefálica?

É a parada definitiva e irreversível do encéfalo (cérebro e tronco cerebral), provocando em poucos minutos a falência de todo o organismo. É a morte propriamente dita.

- Quem recebe os órgãos doados?

Testes laboratoriais confirmam a compatibilidade entre doador e receptor. Após os exames, a triagem é feita com base em critérios como tempo de espera e urgência do procedimento.

- Que partes do corpo podem ser aproveitadas para transplante?

O mais freqüente: 2 rins, 2 pulmões, coração, fígado e pâncreas, 2 córneas, 3 válvulas cardíacas, ossos do ouvido interno, cartilagem costal, crista ilíaca, cabeça do fêmur, tendão da patela, ossos longos, fascia lata, veia safena, pele. Um único doador tem a chance de salvar, ou melhorar a qualidade de vida, de pelo menos 25 pessoas.

- O que acontece depois de autorizada a doação?

Desde que haja receptores compatíveis, a retirada dos órgãos é realizada por várias equipes de cirurgiões, cada qual especializada em um determinado órgão. O corpo é liberado após, no máximo, 48 horas.

- Podemos escolher o receptor?

Nem o doador, nem a família podem escolher o receptor. Este será sempre indicado pela Central de Transplantes. A não ser no caso de doação em vida.

- Quais os riscos e até que ponto um transplante interfere na vida de uma pessoa?

Além dos riscos inerentes a uma cirurgia de grande porte, os principais problemas são infecção e rejeição. Para controlar esses efeitos o transplantado usa medicamentos pelo resto da vida. Transplante não é cura, mas um tratamento que pode prolongar a vida com muito melhor qualidade.

- Quem são beneficiados com os transplantes?

Milhares de pessoas, inclusive crianças, todos os anos, contraem doenças cujo único tratamento é um transplante. A espera por um doador, que muitas vezes não aparece, é dramática e adoece também um círculo grande de pessoas da família e de amigos.

- Quem paga os procedimentos de doação?

A família não paga pelos procedimentos de manutenção do doador nem pela retirada dos órgãos. A cobertura destas despesas é feita pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A maioria dos planos privados de saúde não cobre este tipo de procedimento.

- Fontes: Aliança Brasileira pela Doação de Órgãos e Tecidos
Prefeitura da cidade de São José dos Campos – SP
Associação Brasileira de Transplante de Órgãos
- Créditos: Biblioteca Virtual do Ministério da Saúde

Dobrando guardanapos

16/07/2003

DOBRANDO EM FORMA DE LEQUE

1 Para dobrar em forma de leque, engome e passe um guardanapo (o de papel tem que ter boa qualidade). Começando de um lado, vá fazendo pregas iguais até o fim.

2 Aperte bem as pregas. Em uma das pontas, dobre um pedaço do guardanapo para fazer o “cabo”. Amarre uma fita decorativa nele.

3 Coloque-o sobre um prato, segure as pregas centrais e abra um pouco as demais. O guardanapo em leque também pode ser colocado dentro de uma taça de vinho.

Eliminar manchas de ferrugem na roupa

16/07/2003

Aplique uma solução de água oxigenada e suco de limão sobre as manchas e, passados alguns instantes, enxagüe com água fria abundante. Verá como fica impecável!

Embrulhos-um toque especial no Natal

30/11/2004


Uma árvore de Natal bonita e enfeitada completa-se com vários presentes debaixo dela. Acreditando ou não que o Pai Natal exista , todos gostam de ser lembrados. Papéis coloridos, grandes laços, flores e cartões dão um toque especial em qualquer presente. Para quem tem tempo e gosta de embrulhos exclusivos, o ideal é fazer com antecedência.

Outra sugestão é personalizar o presente bordando desenhos nas próprias caixas. Pode bordar motivos natalícios em ponto cruz e ponto cheio. A caixa ou o pacote fica personalizado.

Enviando Telegramas Pela Internet Via Correios

09/07/2003

Economize nos correios. Todos nós enviamos telegramas de tempos em

tempos… Mas a maioria não sabe que agora você já pode mandar telegrama

pela internet diretamente no site dos correios,

http://www.correios.com..br/correiosonline/, pagando em débito automático

ou em qualquer cartão de crédito… E o melhor, os preços são mais baratos

que o telegrama fonado ou enviado das próprias agências.. Agora imaginem,

no Brasil inteiro, quantas pessoas desconhecem esse serviço e enviam

telegramas por telefone ou nas agências, pagando mais caro, quando

poderiam enviar de casa com todo o conforto.

Equipamentos para o cocktail

26/06/2004

O equipamento indispensvel para a confeco de cocktails o seguinte:

- shaker
- blender (shaker elctrica)
- copo de misturas (mixing glass)
- passador de cocktails (strainer)
- colher a long-drink (bar spoon)
- tbua para cortar frutas
- faca prpria para cortar fruta
- palhinhas
- balde de gelo
- sortido de vrios copos

www.gastronomias.com

Escolher o peixe mais fresco

19/03/2005

A qualidade do peixe reside na sua frescura, pelo que esta deve ser a primeira exigência do consumidor. Tendo em conta a rápida deterioração do pescado, mesmo quando asseguradas as melhores condições possíveis, é necessário observar atentamente o aspecto do peixe.

Odor Quando é fresco o peixe cheira a maresia
Corpo Deve ser firme e brilhante. Ao deteriorar-se, a carne fica flácida, pelo que pode testá-la pressionando-a com os dedos e, se estes não deixarem marca, significa que o peixe é fresco.
Olhos Quando fresco, os olhos devem ser salientes, a córnea transparente e a pupila negra e brilhante. Se os olhos estiverem encovados, a córnea leitosa e a pupila cinzenta, indica que não estará em boas condições.
Pele Deve ser brilhante e com as escamas bem agarradas. A cor da pele deve ser viva, homogénea e com alguns reflexos. O muco-camada gelatinosa que cobre a pele deve ser aquoso e transparente.
Membrana Trata-se de uma pele interior que cobre a barriga do peixe e que deve aderir completamente à carne. Quando o peixe não está próprio para consumo, esta membrana separa-se da carne.
Guelras Devem ser brilhantes, bastante vermelhas e sem muco. Com a perda da frescura, estas ficarão amarelas e ganham muco.

www.petiscos.com

Evite que o creme de leite talhe na comida

06/11/2003

Evitar que o alimento talhe com creme de leite.
Dica indicada por: Marina Callegari
Ao preparar alimentos aos quais sejam adicionados creme de leite (ex: strogonof, molho de limão, etc.), coloque 1 colher (chá) de fermento em pó no final e pronto! Resolvido. Pode até ferver.

cybercook

Faça a limpeza de flores artificiais

13/07/2006

Coloque as flores dentro de um saco de papel, adicione uma colher de sal e sacuda por alguns minutos.

Faca enferrujada

18/03/2004

Se a lâmina das faca estiver com ferrugem, corte uma cebola em duas e encha-a de açúcar. Depois, esfregue com ela energicamente a lâmina da faca.

Faça seu próprio amaciante

12/10/2005

Ingredientes:

- 6 litros de água (sendo 5litros de água fria e 1litro quente)
- 2 colheres de glicerina líquida
- 1 frasco ou garrafinha pequena de leite de rosas ou água de rosas
- ½ sabonete azul ralado grosso

Modo de preparo:

- Esquente bem o litro de água, sem ferver, e desligue o fogo.
- Coloque o sabonete ralado, tampe e deixe por algumas horas para amolecer.
- Volte no fogo baixo, mexendo sem ferver (durante 1 ou 2 minutos para derreter totalmente).
- Despeje em um balde, acrescente a glicerina, o leite de rosas e os outros 5 litros de água fria.
- Misture e engarrafe.

Obs: na hora o amaciante fica liso, mas só no outro dia é que ele fica mais pastoso, cremoso.

Faça seu próprio limpa-vidros

12/10/2005

Composição:

- 2 ou 3 folhas de jornal
- Álcool o suficiente

Modo de preparo:

- Rasgue as folhas de jornal e molhe bem.
- Esprema-as e coloque tudo num vidro de palmito.
- Acrescente álcool até cobrir os jornais.
- No outro dia, coe e o seu produto já está pronto.

Fazendo a ceia de fim de ano

31/12/2004

CEIA DE FIM DE ANO

Para montar o menu esteja atento ao gosto dos convidados. Quanto mais diversificado for o cardápio, maior a chance de agradar a todos.

Evite a linha gordurosa de canapés e aposte em algo mais leve, como mozarela de búfala, palmito fresco, ervas finas e carnes brancas.

Se estarão presentes muitos jovens, o ideal é evitar aves raras, como pato, e optar por boas massas, que sempre fazem sucesso.

Abuse das saladas verdes, com folhas diversas, frutas e legumes. As sopas frias são boas pedidas.

Evite molhos à base de alimentos que pereçam com facilidade, como a maionese.

PratoFeito

Fazendo um Café delicioso

19/03/2005

Uns gostam de um cafezinho mais forte.
Outros já preferem um mais fraco.

Utilize como base, 2 colheres de sopa cheias, para 1/2 litro de água. Se você colocar 3 colheres fica mais forte.

Coloque a água para ferver.
Enquanto isso, coloque as 2 colheres num coador.
Depois que ferver, despeje lentamente a água no coador.

É só servir.

Outra maneira é misturar o açúcar junto com o pó de café no coador e ao despejar a água, mexer, só um pouquinho e lentamente.
Fica também, muito gostoso.

www.batuquenacozinha.com.br

Fazendo um doce de pêssego

06/12/2003

Quando você fizer doce de pêssego, não descasque com faca. Leve a fruta ao fogo numa panela com água. Quando ferver, abaixe o fogo e coloque uma colher de sopa de sal de amoníaco sobre os pêssegos, deixe ferver rapidamente.
Retire as frutas com uma escumadeira, passe em água fria e esfregue entre as mãos, até sair toda a casca.

Portal maçônico

Ferrugem em utensílios domésticos

10/06/2006

Se o utensílio tiver ferrugem, limpe mergulhando por 24 horas, numa mistura de três partes de azeite e uma de gasolina.

Fixando a cor nas roupas

08/07/2003

Para isso, substitua o amaciante de roupas por 1/2 copo de vinagre branco na água de enxague das roupas.

Folhas de tomate contra mosquitos

23/07/2005

Folhas de tomate são excelentes repelentes contra mosquitos. Coloquem essas folhas nas janelas para evitar que entrem.

www.irenes.com.br

Frigideiras que não grudam

01/02/2006

Ferver um pouco de vinagre antes da primeira utilização para que os alimentos não grudem na fritura.

Gaiolas de pássaros mau cheirosas

23/07/2005

Para tirar mau cheiro de gaiolas de pássaros, espalhe no fundo delas uma camada fina de sulfato de cal e depois cubra com uma camada de areia.

www.irenes.com.br

Geladeira sem cheiros

11/10/2004

Adicione bicarbonato em uma vasilha pequena e coloque-a dentro da geladeira.

Iogurte de soja

08/07/2003

Âvenda em São Paulo nas lojas de alimentos do bairro da Liberdade, que são várias, todas bem próximas ao metrô Liberdade. O preço está por volta de R$ 1,70 o copo, nos sabores: morango, côco, abacaxi e pêssego.

A Batavo também  tem iogurte de soja nos sabores morango, pêssego e coco.

Lasanha macia

19/03/2005

Arrume a lasanha crua, de véspera, numa vasilha refratária, cubra com leite e leve à geladeira. Coloque a lasanha no forno quarenta minutos antes de servir.

Lavando as roupas delicadas

06/12/2003

Na máquina de lavar, colocar as roupas dentro de uma fronha e amarrar o lado aberto.

Ligar a máquina no ciclo suave.

Lavando Roupas Escuras

06/12/2003

Com o sabão, use vinagre na mesma proporção.

Para 10 litros de água, 3 colheres de sabão e três colheres de vinagre.

Limão com cravo-da-índia contra os mosquitos

20/10/2003

Espete cravos da índia em meio limão e espalhe pelo ambiente.

Limão com mais sumo

19/03/2005
O limão produzirá muito mais sumo, se antes de cortá-lo você o aquecer ligeiramente.

Limpando a máquina de lavar

06/12/2003

Encha a máquina com água morna (ou fria mesmo), acrescente 3 litros de vinagre branco.

Deixe-a bater todo o ciclo.

O vinagre irá limpar as mangueiras, retirando delas a crosta formada pela espuma de sabão.

Cuca Fresca

Limpando as manchas de óleo dos papéis

06/12/2003

Use um mata-borrão e passe o ferro bem quente.

Limpando os aquários

06/12/2003

Esfregar com uma mistura de água e vinagre e enxaguar várias vezes, retirando tudo para não ser prejudicial aos peixes.

Limpando os Cromados

06/12/2003

Passe um pano com querosene

Limpando os sapatos de camurça

25/04/2006

Esfregue miolo de pão para limpar sapatos de camurça.

Limpando seu microndas

07/03/2005

Coloque lá dentro uma metade de um limão, ponha para funcionar numa potência média durante 1 minuto.

Abra e limpe com um pano seco.

Limpe bem seus óculos

06/12/2003

Pingar uma gota de vinagre em cada lente e lave bem.

Limpe o assoalho para absorver o pó e infestações

05/07/2006

Antes de encerar o assoalho passe antes uma solução de água e inseticida que absorverá o pó e afugentará pulgas e baratas, além de evitar que a madeira manche.

Limpe os móveis de vime

23/07/2005

Com água quente misturada com bicarbonato de sódio.

Deixe secar sob o sol.

Limpe os seus aquários

01/07/2006

Com uma mistura de água e vinagre friccione o seu aquário. Enxague várias vezes para não prejudicar os peixes.

Limpe seu microndas de modo bem simples

11/10/2004

  • coloque dentro uma metade de um limo e ligue na potncia mdia por 1 minuto.
  • Abrir e limpar com um pano seco.

Limpe seu micro-ondas

12/04/2006

Pegue o suco de um limão e coloque na potência alta do micro-ondas por um minuto depois é só limpar com um pano seco.

Mancha de tinta de pintar

18/03/2004

No algodão, se a mancha for recente use tetracloreto de carbono. Se for antiga embeba-a numa matéria gordurosa e depois num solvente ou diluente.

Mancha de Tinta em Tecido

18/03/2004

Aplique terebentina até a mancha desaparecer quase completamente. Depois, enquanto a mancha ainda estiver molhada, coloque por cima detergente líquido e em água quente durante uma noite inteira. O tratamento poderá ser repetido.

Mancha de tinta na madeira encerada

18/03/2004

As manchas sairão se cobrir com limão ou água oxigenada. Embeba neste líquido um algodão do tamanho da mancha e deixe-o sobre ela até desaparecer.

Mancha de tinta no couro

18/03/2004

Tire com limão, mas se ficar uma mancha mais clara tente atenuá-la com graxa do calçado.

Mancha de tinta no cristal

18/03/2004

Uma mancha de tinta no cristal elimina-se com um pano embebido em vinagre quente. Também pode lavá-la com uma colher de sopa de amoníaco para urn litro de água.

Mancha de tinta nos tapetes

18/03/2004

Coloque sob o tapete um mata-borrão grosso e esfregue a mancha com leite muito quente. Se não desaparecer passe-o com suco de limão. Espere que seque e retire o mata-borrão. Também pode utilizar essência de terebentina.

Mancha de vinho nos tapetes

06/12/2003

Se o tapete foi manchado com vinho tinto aplique vinho branco ou loção de barbear e ele ficará limpo novamente.

Manchas de canetas esferográficas

06/12/2003

Passe laquê em cima da mancha, deixe secar e lave com sabão neutro.

Manchas de cigarro nos dedos: como retirar

23/07/2005

Saem facilmente se você esfregar  uma mistura de suco de limão com água oxigenada.

Manchas de Iodo nas roupas

06/12/2003

Aplicar álcool ou um pano embebido em leite e lavar com água fria e sabão.

Manchas de limão na pele

06/12/2003

Um dia de sol é sempre um convite à prática de atividades ao ar livre, não é mesmo? E as opções são variadas: você pode escolher passar uma tarde na praia ou na piscina, dar uma caminhada no parque ou um passeio de bicicleta, entre outras. Mas, seja qual for sua escolha, uma coisa é certa: a sede! E na hora de se refrescar é preciso tomar cuidado, caso seu pedido tenha sido um suco ou um sorvete de limão. Afinal, o sumo desta fruta, aliado ao sol, poderá provocar indesejadas manchas na sua pele.

Apesar de parecerem inofensivos, alguns simples respingos do sumo do limão são capazes de provocar manchas de tom amarronzado na pele das pessoas.

Para esse efeito indesejado acontecer, basta que a pele que tenha tido contato com o limão seja, em seguida, exposta ao sol. Esse fenômeno é chamado fitofotomelanose.

E não é apenas o limão que pode provocar manchas de pele quando associado ao sol. Outras frutas ácidas (como a laranja e a tangerina) também têm a possibilidade de desencadearem a fitofotomelanose, que, na realidade, é uma manifestação alérgica.

Nos meses mais quentes do ano é quando aumenta a incidência da fitofotomelanose, pelo simples fato de ser comum as pessoas tomarem sucos ou sorvetes destas frutas ou até mesmo bebericarem a famosa caipirinha enquanto estão tomando sol.

Geralmente, as áreas mais afetadas pelas manchas são as mãos, o colo e os lábios (por serem exatamente estas áreas do corpo que têm contato com o suco das frutas).

A coloração, o formato e o tamanho das manchas variam de acordo com a exposição da pele ao sumo do limão (ou das outras frutas que provocam a reação alérgica).

Em casos mais severos, podem ocorrer fotodermatites, com o surgimento de manchas de tom avermelhado, bolhas, ardência e coceiras.

É preciso tomar cuidado!

Uma vez tendo adquirido as manchas por fitofotomelanose, não há muito o que fazer: elas somente desaparecerão de forma espontânea e gradativa.

Nos casos mais graves, porém, o dermatologista deve ser consultado para prescrever um tratamento específico.

www.jnjbrasil.com.b

Manchas de tinta de caneta esferográfica

25/04/2006

Use spray de cabelo para tirar as manchas de tinta esferográfica de roupas.

Manchas de tinta no mármore

18/03/2004

Se as manchas forem recentes cubra-as com farinha. Depois retire-a e aplique água oxigenada a 20 volumes, adicionada com umas gotas de amoníaco. Esfregue energicamente com pó fino de pedra-pomes.

Manchas de tinta no nylon

18/03/2004

O leite faz desaparecer instantaneamente as manchas de tinta no nylon.

Manchas em livros

06/06/2006

Coloque as folhas manchadas, durante duas horas, num banho de alúmen muito fraco.

Seque-as entre mata-borrões.

Manchas em porcelanas

06/12/2003

Raspe um sabão em pedra e adicione ½ xícara de branqueador. Misture bem até dissolver o sabão; passe com força com uma escova.

Manchas mais suaves podem ser eliminadas com suco de limão apenas esfregando ele cortado.

Manchas mais pesadas e especialmente ferrugem, saem com uma pasta de bórax com suco de limão.

Manchas em sapato claros e camurças

23/07/2005

Esfregue uma batata crua.

Manteiga nos pés para retirar piche

20/10/2003

Manchas de piche que grudaram nos pés durante o banho de mar ou na praia podem ser removidas facilmente da seguinte forma: esfregamos manteiga ou azeite sobre as manchas, esperamos alguns minutos e lavamos os pés. Se ainda ficaram resíduos, repetimos a aplicação.

Mantendo a couve bem verdinha

11/10/2004

Adicionar uma colher das de caf de bicarbonato de sdio em gua e mergulhar a couve. Ela ficar bem verdinha.

Matando as baratas

23/07/2005
100 gramas. de ácido bórico (compra-se em farmácia);

1 cebola bem picadinha e

1 colher (sopa) de farinha de trigo.

Misture tudo muito bem, faça bolinhas e espalhe pela casa.

Mau Cheiro em Garrafa Térmica

06/12/2003
Ponha dentro dela água bem quente e sal e deixe descansar por dez minutos.

Mesa de Natal- como decorá-la

30/11/2004

Mesa…

Em todas as casas, redobram os cuidados quando se põe a mesa da consoada e lá vêm as toalhas mais belas (a que foi oferecida pela avó), os pratos mais preciosos, os melhores talheres…

O resultado pode ser espetacular, como a foto documenta.

(Pode tirar idéias desta mesa)

Mofo e manchas

18/03/2004

Em tecido branco ou de cor resistente, mergulhar e deixar um pouco na água com cândida diluída. Em tecido de cor umedecer com suco de limão, em tecido sintético ou seda: molhar num banho de leite.

Não deixe seu bolo quebrar

13/04/2006

Você deverá untar muito bem a forma. Deixe esfriar quando o bolo estiver pronto e só depois retire da forma.

Não perca o botão de sua roupa

06/12/2003

Passe uma camada de esmalte incolor bem no centro de cada botão.

O esmalte criará uma película sobre a costura e o firmará no lugar.

Nunca congele!

07/03/2005

  • Verduras de folha, como por exemplo, alface, agrião e espinafres.
  • Pepino, rabanete e tomate cru não devem ser congelados, assim como qualquer legume
    que se pretende consumir em saladas.
  • Batata crua, gemas cruas ou claras cozidas.
  • Aves recheadas.
  • Maionese, pudins ou cremes que tenham levado na sua preparação leite e ovos.

O jovem e o consumo nos momentos de lazer

01/12/2003

Quem já não teve que “engolir sapo” ou “pagar um mico” ao ir a um cinema, show ou restaurante, devido a problemas como a falta de informação ou uma má prestação de serviço?

Para encarar essas paradas, só mesmo conhecendo nossos direitos de consumidores; reclamando, se for o caso, a cada “pisada de bola” do fornecedor e fazendo valer esses direitos quando desrespeitados.

É por isso que a Fundação Procon/SP, em parceria com o Conselho Estadual da Juventude e com a Assessoria de Defesa da Cidadania, elaborou as orientações abaixo onde você vai encontrar dicas importantes sobre a defesa dos seus direitos de consumidor no lazer e divertimento, além de onde recorrer no caso de problemas.

Leia-o! E… divirta-se!

DIREITOS DO CONSUMIDOR

Lei 8.078/90 – Código de Defesa do Consumidor

Artigo 6º – São direitos básicos do consumidor:

I – a proteção à vida, saúde e segurança, contra os riscos provocados por práticas no fornecimento de produtos e serviços considerados perigosos ou nocivos;

II – a educação e divulgação sobre o consumo adequado dos produtos e serviços, asseguradas a liberdade de escolha e a igualdade nas contratações;

III – a informação adequada e clara sobre os diferentes produtos e serviços, com especificação correta de quantidade, características, composição, qualidade e preço, bem como sobre os riscos que apresentem;

IV – a proteção contra a publicidade enganosa e abusiva, métodos comerciais coercitivos ou desleais, bem como contra práticas e cláusulas abusivas ou impostas no fornecimento de produtos e serviços;

V – a modificação das cláusulas contratuais que estabeleçam prestações desproporcionais ou sua revisão em razão de fatos supervenientes que as tornem excessivamente onerosas;

VI – a efetiva prevenção e reparação de danos patrimoniais e morais, individuais, coletivos e difusos;

VII – o acesso aos órgãos judiciários e administrativos, com vistas à prevenção ou reparação de danos patrimoniais e morais, individuais, coletivos ou difusos, assegurada a proteção jurídica, administrativa e técnica aos necessitados;

VIII – a facilitação da defesa de seus direitos, inclusive com a inversão do ônus da prova, a seu favor, no processo civil, quando, a critério do Juiz, for verossímil a alegação ou quando for ele hipossuficiente, segundo as regras ordinárias de experiências;

IX – (vetado);

X – a adequada e eficaz prestação dos serviços públicos em geral.

O CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR

A primeira coisa a saber é que todo estabelecimento comercial que oferece serviços de lazer e diversão, além de atender a leis específicas, deve respeitar o Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Conheça, agora, dois importantes direitos assegurados pelo Código:

DIREITO À INFORMAÇÃO

O CDC estabelece que o fornecedor ou prestador de serviços deve informar ao consumidor sobre as características (o que está sendo ofertado), a qualidade (o que faz), a quantidade (peso, etc.), a composição (do que é feito), o preço (valor à vista, valor a prazo, taxa de juros cobrada – sempre em moeda nacional), a garantia, o prazo de validade, a origem (se nacional ou não), entre outros dados, bem como sobre os riscos que produtos ou serviços possam apresentar à saúde e segurança dos consumidores. Porém, não basta apenas propagar essas informações; é também obrigatório que elas sejam corretas (verdadeiras), claras (de fácil entendimento), precisas (indicadas com exatidão), ostensivas (quando colocarem em risco a segurança do consumidor) e em língua portuguesa.

Toda oferta que for veiculada, seja por meio de publicidade em tevê, rádio, jornais, panfletos, Internet, etc., obriga o fornecedor a cumpri-la.

DIREITO À RECLAMAÇÃO

Todo consumidor tem direito de reclamar sobre produtos ou serviços que apresentam vícios ou defeitos.

Vício é toda e qualquer disfunção (de qualidade ou de quantidade) do produto ou serviço que o torna inadequado ou impróprio para utilização; defeito é toda e qualquer falha (de fabricação, montagem, construção, projeto, informação, etc.) em um produto ou serviço que coloca ou é capaz de colocar em risco a vida, saúde e segurança do consumidor.

No caso de vícios aparentes, de fácil constatação, o prazo de reclamação é de 30 dias para produtos ou serviços não duráveis (alimentos, ingressos, passagens aéreas, etc.) e de 90 dias para produtos ou serviços duráveis (títulos de clube, Time Sharing, equipamentos e eletroeletrônicos, etc.). Esses prazos ficam valendo a partir do recebimento do produto ou do término da execução do serviço que foi contratado. Quando houver dificuldade para identificação imediata do vício do produto ou serviço, dizemos que se trata de um vício oculto e, neste caso, os prazos passam a ser contados a partir do momento em que ele for constatado.

Quando houver vício na prestação de serviços (que comprometa sua qualidade ou características, diminua o seu valor ou tratar-se de serviço essencial para o consumidor),você poderá exigir uma das três alternativas: que o serviço seja feito novamente, sem qualquer custo; o abatimento no preço; ou, a devolução do valor pago em dinheiro, com correção monetária (CDC, art. 20).

CINEMA, TEATRO, SHOW, CIRCO, TORNEIOS

INGRESSOO preço do ingresso deve estar afixado de forma visível. Ele pode variar conforme o tipo de acomodação e distância do local da apresentação; por isso, certifique-se corretamente sobre o que irá comprar. Em locais onde existam setores diferenciados, as casas de espetáculo devem manter mapas com a localização exata das poltronas em relação ao palco; procure consultá-los na bilheteria no momento da compra. Como garantia, guarde anúncios de promoções do evento bem como o canhoto, para o caso de problemas posteriores.

RESERVAS E ENTREGA EM DOMICÍLIO - Nas reservas feitas por telefone, verifique a forma de pagamento e onde os ingressos devem ser retirados. Peça o nome do funcionário que o está atendendo e/ou alguma senha. Nas entregas em domicílio, certifique-se sobre as taxas cobradas pelo serviço e condicione o pagamento à entrega dos ingressos.

INFORMAÇÕES SOBRE A OFERTAO estabelecimento deve informar a lotação ideal (número de lugares existentes no local do espetáculo), ficando proibida a venda de ingressos em número superior à referida lotação. Quando esta estiver completa, a bilheteria ou local de venda deve informar, por escrito e de forma visível, que a lotação está esgotada. Dados relativos à segurança do público devem estar bem evidenciados (localização de extintores, sistema de abandono do prédio em caso de risco, saídas de emergências, condição de refrigeração da sala, etc.). Os horários devem estar afixados em lugar visível e de fácil leitura.

MEIA ENTRADALei Estadual nº 7844, de 13/05/92. Todo aluno regularmente matriculado em estabelecimentos de ensino de primeiro, segundo e terceiro graus (fundamental, médio e superior) paga meia entrada em cinemas, circos, espetáculos teatrais, esportivos, musicais e de lazer em geral. É obrigatória a apresentação da carteira de identificação estudantil, emitida pela União Nacional dos Estudantes (UNE) ou pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), que é válida em todo o Estado de São Paulo e cuja validade é de um ano.

DEVOLUÇÃO DE INGRESSO - Quando o espetáculo ou jogo para o qual você pagou ingresso for cancelado, sua data de realização alterada ou sua lotação estiver esgotada, você tem direito à devolução do valor pago. O mesmo se dá em caso de qualquer alteração na programação previamente anunciada.

Ao comprar ingressos de cambistas saiba que, além de pagar muito mais, você corre o risco de adquirir ingressos falsificados e de perder o espetáculo. Por segurança, procure adquiri-los com antecedência nos pontos de venda do estabelecimento ou em locais designados oficialmente pelo próprio prestador de serviço.

CASAS NOTURNAS, BARES, RESTAURANTES  e LANCHONETES

COBRANÇA DE ENTRADA – Os estabelecimentos não podem cobrar o valor da entrada cumulativamente à consumação mínima. Esta prática é ilegal e deve ser denunciada aos Procons, pois caracteriza vantagem manifestamente excessiva do fornecedor.

COUVERT – Chama-se couvert as variedades (petiscos, pães, patês, etc.) oferecidas como “tira gosto” pelo estabelecimento ao consumidor, enquanto este espera pelo prato solicitado. O preço do couvert deve obrigatoriamente constar do cardápio, além de estar afixado na tabela de preços exposta na porta do estabelecimento. Lembre-se que ele é opcional; caso não seja de seu interesse, recuse-o imediatamente pois se não o dispensar, ainda que não sendo consumido, ele será cobrado individualmente.

COUVERT ARTÍSTICOEstabelecimentos que tenham apresentações de música ao vivo ou qualquer outra manifestação artística e que cobrem “couvert artístico”, deverão fazer constar de seus cardápios, de forma ostensiva ao público, o valor cobrado por pessoa e os dias e horários das apresentações. A cobrança é admitida somente nos dias e horários em que houver apresentação de artistas no local.

CARDÁPIOÉ obrigatória a afixação, na parte externa do estabelecimento, do similar do cardápio referente aos serviços de refeições oferecidos, bem como quaisquer taxas, acréscimos ou valores que possam ser cobrados do cliente, inclusive couvert ou couvert artístico.

GORJETATal cobrança deve ser, obrigatoriamente, informada ao consumidor através do cardápio e da nota fiscal, mencionando-se inclusive seu percentual. Cuidado com as casas que calculam essa taxa de serviço também sobre o couvert artístico, o que significa uma vantagem manifestamente excessiva, prevista como prática abusiva no CDC.

PESO O direito seu de reclamar sobre vícios de quantidade, sempre que o conteúdo for inferior ao indicado no recipiente, embalagem, rotulagem ou na mensagem publicitária, está previsto no CDC. O fornecedor imediato será responsabilizado se o instrumento de pesagem ou de medição não estiver de acordo com os padrões oficiais; denuncie irregularidades de peso, quantidade ou medida ao IPEM e Procons.

HIGIENE Verifique as condições de higiene e limpeza dos estabelecimentos, denunciando irregularidades aos órgãos competentes.

PARQUES DE DIVERSÃO, CASAS DE JOGOS, PISTAS DE PATINAÇÃO, SKATE e KART

JOGOS ELETRÔNICOSNos estabelecimentos que possuem esse jogos, normalmente a entrada é gratuita, pagando-se pelo tempo de utilização de cada equipamento. De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, todos os brinquedos devem trazer instruções em língua portuguesa. O estabelecimento deve exibir em local visível os preços para cada tipo de serviço oferecido, bem como o tempo de duração. Restrições, como em relação à idade do consumidor, devem estar bem evidenciadas.

PARQUES DE DIVERSÃO - Os grandes parques costumam cobrar um valor único pelo ingresso, dando ao consumidor a opção de utilizar-se à vontade de todos os brinquedos. A questão de segurança nesses locais é muito importante. Todos os aparelhos devem trazer informações claras e visíveis, especialmente quanto às restrições de uso, como idade, altura, e sobre os riscos a portadores de determinadas doenças ou limitações físicas.

Parques menores merecem especial atenção, principalmente quanto à segurança oferecida. Verifique se a prefeitura concedeu o Alvará de funcionamento, bem como as condições dos brinquedos: se estão firmes no chão, se não apresentam rachaduras, ferrugem ou deterioração. Encontrando irregularidades, não utilize o parque e denuncie ao CONTRU, em São Paulo, ou à Secretaria da Administração do Município responsável.

PISTAS Verifique se o estabelecimento oferece a adequada segurança para os participantes e observadores do evento, ou seja: equipamentos apropriados para quem se utiliza do serviço (capacete, cinto, etc.); isolamento de proteção de pista (muros de proteção contra choques, feitos de pneus ou colchonetes); profissionais habilitados a atender o consumidor em caso de quedas ou choques (paramédicos, ambulatórios, etc.) e pessoal para orientar o consumidor sobre o serviço oferecido (professores, instrutores, técnicos, etc.). Verifique valores e horários, que devem estar em local visível.

SEJA UM CONSUMIDOR CONSCIENTE. FIQUE ATENTO ÀS CONDIÇÕES DE SEGURANÇA DOS ESTABELECIMENTOS. EVITE ACIDENTES DE CONSUMO, DENUNCIANDO IRREGULARIDADES. ESSE AGIR É, ACIMA DE TUDO, UM ATO DE CIDADANIA.

MUSEUS,  FEIRAS, EXPOSIÇÕES e ZOOLÓGICO

INGRESSOS - Normalmente o consumidor paga um valor único para usufruir dos serviços prestados. Uma sugestão é consultar sobre preços especiais, os dias de visitas gratuitas, descontos para grupos (escolas, por exemplo) e o abatimento no preço para menores.

COMÉRCIO - Nos eventos em que se comercializem produtos ou serviços (feiras, exposições, etc.), todas as regras de oferta previstas no Código de Defesa do Consumidor se aplicam. Nos casos em que a compra ou contratação ocorrer fora do estabelecimento comercial, o CDC prevê o direito de arrependimento no prazo de sete dias, contados da assinatura do contrato ou do recebimento do produto. A emissão de nota fiscal ou recibo, bem como a obrigatoriedade no fornecimento de contrato referente à prestação de serviço, além de um direito seu de consumidor, deve ser uma exigência, pois só assim seus direitos podem ser resguardados em caso de problemas.

GUIASDependendo do evento, o consumidor deve verificar se o estabelecimento oferece serviços de guias turísticos, intérpretes ou especialistas do evento. Caso essa condição faça parte da publicidade e não seja cumprida, o fornecedor estará praticando uma publicidade enganosa e o consumidor terá direito de exigir o cumprimento da oferta.

SEGURANÇA - Informe-se sobre a segurança oferecida (principalmente nos locais onde há exposição de animais) e dê especial atenção ao cumprimento das regras estabelecidas aos visitantes. Não permita que crianças sentem ou se debrucem nas muretas divisórias dos recintos dos animais. Mesmo quando se tratar de lazer ao ar livre, o sistema de abandono do local deverá estar identificado de forma clara e de fácil acesso ao público. Em ambientes fechados, as indicações das saídas de emergência e da localização dos extintores são obrigatórias. Respeite as normas de segurança, circulação e proteção existentes.

Se o fornecedor de produtos ou serviços recusar cumprimento à oferta, apresentação ou publicidade, ,você poderá, alternativamente e à sua livre escolha: exigir o cumprimento forçado da obrigação, nos termos da oferta, apresentação ou publicidade; aceitar outro produto ou prestação de serviço equivalente; rescindir o contrato com direito à restituição de quantia eventualmente antecipada, monetariamente atualizada, e a perdas e danos (art. 35)

ORIENTAÇÕES GERAIS

ESTACIONAMENTO E MANOBRISTA - Sempre que for oferecido serviço de estacionamento, a empresa se torna automaticamente responsável por seu veículo. Os estabelecimentos com mais de 50 vagas são obrigados por lei (Lei 10.927 de 08/01/91) a possuir seguro contra roubos.

Cuidado com pessoas que se dizem manobristas do estabelecimento. Verifique com a casa se o manobrista trabalha para o estabelecimento, antes de confiar seu veículo a estranhos; e, não esqueça de exigir o comprovante de entrega.

PUBLICIDADEO CDC estabelece que a publicidade enganosa, os métodos comerciais coercitivos ou desleais, bem como práticas e cláusulas abusivas impostas no fornecimento de produtos ou serviços são ilegais, devendo o consumidor denunciá-las. Para que o seu passeio resulte em diversão e entretenimento saudáveis, exerça o seu direito de exigir o cumprimento do que foi ofertado. Mantenha em seu poder toda forma de publicidade utilizada pelo fornecedor, para o caso de precisar formalizar uma reclamação.

NOTA FISCAL - Exija sempre. Ela é muito importante para a efetiva garantia e proteção de seus direitos em caso de devolução ou troca do produto ou reclamação. Guarde também o ingresso e/ou bilhete, tíquete ou cupom do ponto de venda, pois eles também constituem documento de prova caso haja necessidade de formalizar uma reclamação. Constatando qualquer irregularidade na oferta de produtos ou na prestação se serviços, procure a Fundação Procon/SP ou o órgão de defesa do consumidor de seu município.

Lembre-se : sempre que você for lesado e não tiver ou souber a quem recorrer no momento, procure a Delegacia de Polícia mais próxima e registre a ocorrência. O BO (Boletim de Ocorrência) constituirá prova a seu favor, em caso de reclamação posterior no órgão competente. Posteriormente, se for o caso, encaminhe o seu problema aos Procons ou órgãos de defesa do consumidor de sua cidade.

ONDE RECORRER

CONSELHO ESTADUAL DA JUVENTUDE

CONTRU – Departamento de Controle do Uso de Imóveis.

DEPAVE – Departamento de Parques e Áreas Verdes.

DIMA – Departamento de Inspeção Municipal de Alimentos.

Disk-Psiu

Disque-Sujinho

Fundação PROCON-SP

IPEM- Instituto de Pesos e Medidas.

Secretaria da Fazenda

O que é a “Carne quente”

24/01/2004

Carne quente
A chamada ‘carne quente’, infelizmente, ainda é encontrada em vários locais do Brasil. É proveniente de um animal recém abatido e que não passou pelo processo de resfriamento, etapa importante na preparação da carne para consumo. Apesar de muitos acreditarem que ‘carne boa é aquela de um animal ainda antes de esfriar’, a verdade é se corre sérios riscos de contrair-se alguma doença ou infecção alimentar, pois esta carne não passa pelo processo de inspeção sanitária efetuado por um veterinário qualificado. Além dos riscos para a saúde, a carne quente quando preparada não fica tão macia quanto a carne que foi resfriada corretamente. Preserve sua saúde, prefira carne inspecionada.

O que é carne de vitelo

24/01/2004

O vitelo é um bovino jovem que foi alimentado apenas com leite e algumas vezes com um pouco de pasto ou ração. Quando o animal é alimentado apenas com leite, a carne tem uma cor rosada mais clara; se também consumiu pasto ou ração a carne fica um pouco mais escura (porém ainda rosada) e tem sabor mais acentuado. O vitelo é uma carne muito delicada, de cor rosada, sabor suave, textura firme e aveludada. É macia e tem maior teor de água que a carne bovina, portanto reduz muito de tamanho quando é cozida. Por causa destas características, deve ser preparada de forma diferente da carne, devendo ser sempre servida ‘ao ponto’. Veja as dicas de preparo de vitelo.

CARNE DE VITELO

O vitelo é um bovino jovem, alimentado apenas com leite ou, em alguns casos, com leite e um pouco de pasto (capim) e ração. Sua carne é mais delicada e tem características diferentes das da carne do animal adulto. Por esse motivo, as formas de preparo não são exatamente as mesmas. Segundo os franceses da alta gastronomia (Cordon Bleu), a forma de preparo do vitelo é mais semelhante à do frango do que à do bovino adulto. Recomendam-se os métodos de cocção úmida para manter a suculência e o sabor da carne. Também é possível assar a carne de vitelo em temperatura média. Nunca se deve, todavia, deixá-la passar do ponto, pois pode ficar muito seca.

Convém seguir as seguintes recomendações:

A. GRELHAR: bisteca, parte final do acém, carne moída; devem-se grelhar bifes grossos, pois os finos ficam secos.

B. ASSAR: cortes do dianteiro, da paleta, de lombo, de alcatra e de coxão. O vitelo é uma carne muito magra, portanto, ao assá-lo, assegure o seu sabor e a sua suculência regando freqüentemente a carne com molho. É importante deixá-la “ao ponto”, e não “bem-passada”. Ao preparar carnes sem osso recheadas, use um barbante para amarrar bem suas extremidades antes de começar a assá-las, pois assim elas manterão seu formato.

C. REFOGAR: peito, costeleta e alguns cortes de dianteiro.

D. FRITAR: cortes macios em bifes finos e de tamanho uniforme (escalopes). Tome cuidado ao fritar bifes de vitelo, pois ficam prontos rapidamente. Vitelo à milanesa é um excelente prato.

E. ENSOPAR: pedaços com osso, como garrão, músculo, acém, peito, paleta, fraldinha e alguns cortes de dianteiro. Ao preparar cozidos com cubos de carne de vitelo, prefira cortes de peito ou de paleta.

O que é preciso saber sobre carnes, aves e pescados

01/12/2003

Ao adquirir um produto, você tem o direito e o dever de exigir qualidade. O Código de Defesa do Consumidor é uma lei que o protege e faz valer esse direito. Veja abaixo como conferir essa qualidade na compra dos diferentes tipos de carne.

Cuidados na hora da compra

Os açougues devem ter boas condições de higiene. As paredes devem ser revestidas de azulejo e o piso de cerâmica. É proibido o uso de luz vermelha na vitrine, por mascarar a cor da carne. O funcionário que manuseia a carne deve utilizar luvas, usar uniforme e manter os cabelos presos ou cobertos por um gorro. Fique atento! Não é permitido o transporte de peças de carne desembaladas.

Os estabelecimentos deverão exibir, de forma clara, precisa e ostensiva, informações referentes à identificação da origem da carne. Verifique a existência de carimbo roxo do SIF (Serviço de Inspeção Federal) que, no Estado de São Paulo, pode ser substituído pelo do SISP (Serviço de Inspeção de São Paulo).

A pesagem deve ser feita à vista do consumidor; qualquer contrapeso de carne só poderá ser adicionado com o seu consentimento. É proibida a venda de carne com sebo e pelancas.

Carnes pré-embaladas e congeladas, encontradas normalmente em supermercados, devem ser mantidas em balcão ou câmara frigorífica. Atenção: “freezer” ou balcão frigorífico fora da temperatura correta, ou quando desligados à noite, formam água no chão; sinal de que os produtos também saíram da sua temperatura ideal. Não compre produtos nessas condições.

Evite comprar carnes de ambulantes, pois os animais poderiam estar doentes ou terem sido abatidos em condições inadequadas de higiene. Esses comerciantes, por vezes, não observam as condições adequadas de temperatura e higiene e, sobretudo, não fornecem nota fiscal.

É obrigatório o uso de luvas descartáveis no manuseio de carnes, peixes e aves em feiras livres.

Conferindo a qualidade

Carne bovina: a cor natural é vermelho-clara. Não compre aquela que apresentar partes escurecidas ou secas, características de carne deteriorada. A carne deve ser moída à vista do consumidor , a fim de evitar mistura de carne fresca com deteriorada, ou carne de primeira com de segunda.

Carne de porco: não compre se notar pequenas bolinhas brancas, conhecidas popularmente como “canjica”. Esses focos denunciam a presença de parasita “solitária”. Nunca coma carne de porco malpassada.

Peixes : preste atenção na aparência e no cheiro; a carne deve ser firme e resistente à pressão dos dedos, os olhos brilhantes e salientes, guelras vermelhas, escamas bem aderidas à pele (que deverá ser úmida e sem viscosidade).

Aves: a carne deve apresentar-se firme, com coloração amarelo-pálida, brilho e cheiro suave. Manchas esverdeadas, azuladas e/ou mau cheiro indicam processo de deterioração.

Embutidos: lingüiças, salsichas, mortadela, presunto, salsichão etc., não devem conter líquido na embalagem. Manchas esverdeadas ou produto solto dentro do pacote indicam que houve entrada de ar e, por esta razão, o produto pode estar estragado. Quando esses produtos forem vendidos a granel, exija a comprovação de procedência e o prazo de validade

Armazenamento doméstico

Dicas…

Carnes e aves resfriadas devem ser guardadas em geladeira somente depois de limpas e sem gorduras, pois produzem ranço e aceleram o processo de deterioração.

O congelamento de aves e carnes deve ser feito em embalagem própria ou em plástico não tóxico, em proporções necessárias ao consumo imediato quando do descongelamento, retirando-se o ar retido dentro da embalagem. Uma vez descongelados, esses produtos não devem passar por novo congelamento.

Vísceras ou miúdos que não forem consumidos de imediato devem ser fervidos e mantidos em geladeira.

Tabela de tempo de conservação na geladeira e no freezer em condições adequadas

Tipos de carne Geladeira(dias) Freezer (meses)
Vaca Assada 2 a 4 3
Miúdos 1 a 2 1 a 2
Moída 1 a 2 2 a 3
Bifes 2 a 3 6 a 9
Cozida 2 a 4 3
Hambúrguer 1 a 2 4
Porco Lingüiça 1 a 2 1 a 2
Pedaços 2 2 a 3
Assada 2 a 3 3 a 4
Cozida 2 a 3 3 a 4
Hambúrguer 1 a 2 4
Aves Crua 2 a 3 12
Miúdos 1 a 2 3
Cozida 3 a 4 3
Assada 3 a 4 3
Hambúrguer 1 a 2 4
Peixe Fresco 1 3
Cozido 1 a 2 3

Saiba que…

Todo produto deve trazer em sua embalagem a data de validade e a identificação do produtor ou fornecedor, bem como informações precisas sobre a quantidade, características, composição, qualidade, preço e os riscos que possam apresentar a sua saúde.

A exigência de nota fiscal é fundamental para formalizar possíveis reclamações.

A contaminação de carnes e pescados pode acontecer desde o abate ou pesca até o consumo, como também no decorrer de processos de corte, estocagem, manipulação etc. A contaminação só é detectada através de exames em laboratório, sendo impossível enxergar bactérias a olho nu.

Cuidado! Fique atento ao carimbo de inspeção federal, às condições do estabelecimento de vendas e ao armazenamento doméstico. Exerça seu direito de consumidor e de cidadão.

Ao constatar quaisquer irregularidades, procure o fabricante, através dos Serviços de Atendimento ao Cliente, ou a Gerência do Estabelecimento de compra. Caso o problema não seja solucionado, procure o Procon, levando:

- nota fiscal ou tíquete de compra;

- endereço e nome do estabelecimento de compra;

- o alimento em sua embalagem original sempre que possível, pois contém os dados do produto e do fabricante.

Onde reclamar

Fundação Procon-SP – orienta o consumidor, recebe e encaminha as reclamações.

IPEM – Instituto de Pesos e Medidas – fiscaliza as diferenças de peso e volume.

DIMA – Departamento de Inspeção Municipal de Alimentos – fiscaliza o comércio do município de São Paulo.

O que fazer com as Pulgas

23/07/2005
Quatro espécies de pulgas, são mais comuns na área urbana: a do cão, a do gato, a do rato e a do homem, que podem eventualmente picar outros hospedeiros na ausência de seus preferidos. As fêmeas colocam os ovos sobre o corpo do hospedeiro ou no ambiente: carpetes, vãos de assoalho e outros pontos de poeira. Desses ovos saem as larvas, que se transformam em pupa, casulo recoberto e protegido pelo pó. Com as vibrações dos movimentos de pessoas ou animais, as pulgas saem de seus casulos. É por isso que, ao se retornar de viagem para uma casa que ficou fechada, ás vezes ocorrem infestações. Para evitar a proliferação de pulgas, basta seguir as orientações do Centro de Controle de Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo:
Onde há animais domésticos, o controle tem que ser feito sobre os bichos e sobre o ambiente. Os animais devem ser tratados com medicamentos específicos para cães e gatos, recomendados pelo veterinário.
No banho   dos mascotes, pode-se misturar algumas gotas de vinagre na água do enxágüe. O vinagre pode também ser utilizado no ambiente.
O uso de um eficiente aspirador de pó remove os ovos e as fases intermediárias da pulga. Recomenda-se utilizar um inseticida apropriado dentro do saco de armazenagem do aspirador, ou transferir o conteúdo aspirado para um local onde possa queimá-lo.
O controle  das pulgas também é beneficiado com a remoção do piso onde ela se prolifera, como carpetes, tapetes e tacos mal calafetados.
Folhas de erva-de-santa maria devem ser colocadas nos locais de repouso dos animais.

O que fazer com as Sobras

22/01/2006

Planejar as compras, o cardápio da semana e servir-se apenas o necessário são atos que evitam o desperdício de alimentos e o acúmulo de sobras. No entanto, isso nem sempre é possível e, muitas vezes, as sobras são inevitáveis. Em alguns casos, elas podem e devem ser reaproveitadas, desde que recebam um certo cuidado. Veja como proceder:

• guarde as sobras dos alimentos preparados na geladeira, em temperatura inferior a 10°C, devidamente acondicionadas em potes com tampa e procure consumi-las logo;
• coloque as sobras dos alimentos enlatados em outra vasilha (seca e com tampa) e guarde na geladeira;
• quando você for consumir as sobras, ferva-as ou esquente-as bem, para eliminar os microrganismos que, por ventura, tiverem se desenvolvido no alimento;
• aproveite as partes boas dos vegetais que apresentarem partes estragadas e utilize-as em sopas, em seletas de legumes, ou para acompanhamento de carnes, por exemplo;
• aproveite as folhas e talos, sempre que possível, para preparar refeições nutritivas e criativas;
• folhas de cenoura são riquíssimas em vitamina A e ficam excelentes em refogados; folhas de beterraba também podem ser refogadas;
• utilize a água na qual você cozinhou hortaliças para fazer sopas, molhos ou para cozinhar arroz; estes alimentos ficarão muito mais saborosos e nutritivos.

www.segurancaalimentar.ufrgs.br

Óleos em papéis: como retira-los

31/07/2006

Coloque um mata-borrão e por cima passe o ferro bem quente.

Omelete lisa e com muito gosto

19/03/2005

Esfregue um pouco de sal (com papel macio) no fundo da frigideira. Depois, retire o excesso e leve a frigideira ao fogo. Isto evitará que a omelete se quebre ou grude no fundo.

Omelete no ponto

19/03/2005

Junte o sal só quando já estiver fritando.

Senão os ovos amolecem.

Omeletes leves

19/03/2005

Adicione uma pitada de maizena antes de bater.

Otimize o detergente

13/05/2006

Para que o detergente seja mais eficiente dissolva algumas gotas de vinagre no recipiente.

As panelas brilharão e ficarão sem gordura.

Pão deliciosamente crocante

31/07/2006

Pincele com água salgada a massa já crescida antes de assá-la.

Para as mãos úmidas

05/12/2003

Passar vinagre com a última água da lavagem.

O vinagre retarda a formação do suor.

Para conservar suas flores por mais tempo

11/04/2006

Pingar álcool na água dos vasos de flores. Elimina o mal cheiro e duram mais.

Para cozinhar em invólucros de papel de alumínio

23/10/2005

(papilhote)

-Use papel de alumínio de boa qualidade – HD = heavy duty
-O papel destinado ao invólucro não deve conter furos
-Corte um pedaço de papel de alumínio cujo comprimento tenha duas vezes a largura.
-Borrife óleo neutro ou azeite de oliva ou passe manteiga no lado brilhante para evitar que o alimento grude.
-Coloque os ingredientes no centro de uma das metades.
-Sempre feche hermeticamente o invólucro antes de colocar ao fogo dobre ou enrole varias vezes as bordas. Caso necessário use clips ou grampos para manter as bordas fechadas.
-Para produtos cilíndricos (palmito, lombo, file mignon etc) enrole três a mais vezes com a folha de alumínio reservando uma margem para fechamento e torça as extremidades.
-Para um melhor resultado conserve o máximo de ar dentro do invólucro; dependendo do tamanho da receita, considere 5 minutos a mais, ou a menos, para o cozimento.
-Durante o cozimento caso o invólucro se apresenta muito estufado com tendência à querer abrir as dobras, puncione com a ponta da faca, garfo, agulha para deixar sair o excesso de pressão.
-Cuidado ao abrir o invólucro depois de pronto, porque o vapor estará muito quente.
-Os fornos têm temperaturas variáveis, verifique o cozimento do peixe, aves e carnes durante o processo. Caso não estejam prontos, feche novamente o invólucro e aguarde por um cozimento mais completo.
-Após o completo cozimento sirva a cada pessoa o invólucro fechado ou abra-o sobre a grelha ou sobre o prato e ou travessa onde será servido, ou ainda retire os ingredientes diretamente para o prato e ou travessa pré-aquecida.

Nunca utilize saco de assar de papel celofane em contato direto com o fogo. Use-o para assados à uma distancia não menor de 60 cm distante da brasa, e ou sobre assadeira em forno ou em churrasqueira fechada.

Para espantar moscas e mosquitos

23/07/2005

Corte limões ao meio e espete vários cravos, e espalhe pelo ambiente.

Para esterilizar seus vidros

27/06/2006

Esterilize seus vidros com água fervente sem que quebrem, colouqe uma colher dentro do vidro na hora da fervura.

Para evitar as formigas no açúcar

24/12/2005

Coloque alguns cravos da índia ao redor dos armários que elas desaparecerão.

Para matar as baratas

23/07/2005

Mistura-se partes iguais de açúcar e gesso (que a fará estalar por dentro e não poderá se reproduzir).

O preparado é inócuo para os humanos e não contamina os alimentos.

Coloca-se em tampinhas vazias dentro de armários, móveis e bancadas.

Para o açúcar não empedrar

11/04/2006

Coloque no açucareiro uma bolacha salgada ou uma ameixa preta seca.

Para o odor nas axilas

26/08/2005

Se você tem odor nas axilas, virilhas e áreas com menos ventilação experimente:

Dilua 32 ml de Lysoform de farmácia* em 1 litro de água e aplique com spray ou algodão nas regiões afetadas algumas vezes ao dia até que o odor vá diminuindo. Depois aplique como manutenção 2 a 3 vezes por semana.

* De acordo com as especificações do fabricante.

Para que a alface fique verdinha

09/10/2005

Quando quiser fazer salada com alface, para que fique durinha, depois de separar as folhas e lavá-las bem, ponha uma colher de chá de açúcar.
Verá  que a alface fica dura.

Para que as batatas e maçãs não escureçam

12/10/2005

Maçãs, pêras e batatas se descascadas e deixadas em água fria levemente salgada terão sua cor natural mantida.

Para que o ovo não estoure durante o cozimento

13/05/2004


Coloque na água duas gotas de vinagre.

Para que o queijo não endureça…

09/06/2006

Embrulhe o queijo em um pano molhado com vinagre.

Para ralar melhor o queijo mole

20/10/2003

Queijo ralado

È difícil ralar queijo quando está mole e gruda no ralador . Podemos congelar o queijo antes de ralar para facilitar a tarefa.( M. Geiser, Zürich)

Taps

Para remover manchas de ferro de passar no tecidos

19/07/2006

Use uma solução de vinagre e sal aquecida. As manchas escuras sairão.

Para retirar a umidade de armários

12/04/2006

Colocar cal até a metade de um vidro de boca larga dentro de um armário, mas é necessário trocar o cal a cada dois ou três meses.

Para retirar as manchas de vinho tinto de tapetes

15/07/2006

Limpe com vinho branco ou use loção de barbear. A espuma é um bom removedor de manchas.

Para retirar o cheiro de frituras da casa

11/04/2006

Torre um pouco de canela em pó em uma frigideira.

Para retirar o excesso de gordura dos alimentos

11/04/2006

Cozinhe folhas de alface junto com a comida

Para retirar o mau cheiro de carros

12/04/2006

Para retirar mau cheiro do interior do veículo use duas maçã cortadas ao meio. Coloque duas metades nos assentos dos bancos dianteiros e duas no banco traseiro. Deixe o carro fechado por uma noite e retire as metades no dia seguinte.

Para tirar manchas de gordura dos tapetes

23/07/2005

Coloque óxido de magnésio em pó.

Deixe por algum tempo e depois escove ou passe aspirador.

Para tirar o cheiro da geladeira

09/10/2005

Numa vasilha coloque bicarbonato e deixe num canto da geladeira.

Para tirar o cheiro da geladeira

07/03/2005

Deixe uma vasilha pequena com água e bicarbonato dentro da geladeira.

O cheiro dos alimentos não irá aderir ao refrigerador.

Para tirar o sal do bacalhau rapidamente

11/04/2006

Para quem não dispõe do tempo necessário para o dessalgue tradicional, aí vão as dicas:

1. Corte o bacalhau em bocados e coloque dentro de um vasilhame sob um fio de água permanente; o dessalgue será bem mais rápido que o tradicional – dependendo do tamanho do lombo, pode-se dessalgar o bacalhau em até 12 horas adotando este método;

2. Esta é da “Sebastiana Quebra-Galho”: para dessalgar o bacalhau que não esteve de molho, faça o seguinte: leve-o ao fogo para aferventar com bastante água, juntando a ele, quando começar a ferver, um punhado de sal ( 2, 3, 4 colheres de sopa ), de acordo com a quantidade de bacalhau; logo que ferver escorra, escalde em água fria (agora sem sal) e torne a levar ao fogo com bastante água fria, agora sem sal, para dar nova fervura. Escorra e verifique o sal do bacalhau; se necessário, dê mais fervuras, sempre em água pura, sem sal. Nota: todas as vezes que o bacalhau for ao fogo é para dar apenas uma fervura e não para cozinhar.

3.Se o bacalhau ficou mais salgado do que o esperado, cubra-o com leite fervente e deixe-o por 30 minutos, se necessário, repita a operação.

http://www.bacalhau.com.br/dicas.htm#identificar

Passando bem suas roupas

06/12/2003
Prepare você mesma 500 ml do produto.

É só misturar 1 1/2 tampa de amaciante,

02 tampas de álcool e

04 gotas de detergente,

Dê uma mexida e só então acrescente água para completar o frasco.

Pasta de dente para limpar objetos de prata

20/10/2003

Talheres e jóias de prata estão sempre escurecendo. Podemos clareá-los facilmente com uma pasta de dente. Esfregamos a prata com a pasta até brilhar. Depois lavamos em água quente e enxugamos.

(S.Fleury, Mattstetten)

Taps

Perfumando suas salas

26/07/2006

Vaporize um pouco de perfume nas lâmpadas das salas, banheiros e quartos. quando acesas, exalam um aroma agradável.

Porque Não Se Deve Recongelar Um Alimento

11/07/2003
Fora do freezer as bactérias despertam.

Nos frigoríficos as frutas são congeladas em poucos minutos. Assim os cristais de gelo, que se formam nela são bem pequenos.

No freezer doméstico o processo demora horas, tempo suficiente para se formarem grandes cristais, que arrebentam as fibras e deixam o alimento com má aparência.

A temperaturas abaixo de zero grau Celsius, as possíveis bactérias presente no alimento ficam hibernando. Quando a comida é descongelada, elas despertam e começam a se multiplicar. O consumo deve ocorrer antes que atinjam uma quantidade capaz de fazer mal ao organismo.

No caso do alimento regongelado, o número de bactérias a hibernar estará muito maior.

Assim quando saírem do freezer novamente, esses micro organismos atingirão uma quantidade perigosa mais rapidamente.

Faço aqui uma observação, aprendida nos cursos de congelamento que fiz. Não se deve recongelar alimentos da mesma forma ou no mesmo estágio em que foram descongelados. Mas os alimentos podem ser recongelados, se mudarmos seu estágio. Explicando: uma carne crua, se descongelada, poderá sofrer mais dois processos de congelamento, se obedecidas as seguintes circunstâncias:

1º - voltar ao freezer, agora temperada , como por exemplo: bifes a milanesa, preparados para serem fritos ( empanados em ovo e farinha de rosca).

2º - os mesmos bifes, agora já fritos, poderão voltar ao freezer em forma de filés a parmeggiana, prontos para irem ao forno só para derreter o queijo.

Note que foram três congelamentos da mesma carne, mas em estágios e de  formas diferentes. Em todas elas, deverão ser respeitados os prazos para uso dos pratos.
Portanto, sempre que puder, congele o alimento da forma mais natural possível e no caso de haver necessidade de recongelar, mude o seu estágio, acrescentando tempero, cozinhando-o ou assando. O correto, entretanto, é procurar ter sempre porções que se destinem a uma única refeição, mesmo que precise retirar duas ou três porções. Assim você evita o trabalho de ter que voltar à cozinha para refazer o que poderia ter sido feito numa só etapa.

Postura no uso do computador

01/12/2003

- Será que podemos fazer a máquina computador se harmonizar bem com a máquina humana?

- É claro que sim, bastam alguns pequenos cuidados:
1. Utilize mesa e cadeira ergonômicas. Clique na imagem acima para ampliar;

2. A mesa deve ter uma altura adequada, devendo o topo do monitor ficar na direção dos olhos;

3. A cadeira deve possuir encosto, braços e altura reguláveis;

4. Quando sentar, os joelhos deverão ficar em ângulo de 90º, em relação aos tornozelos e quadris;

5. Os cotovelos, em 90º, em relação aos punhos e ombros;

6. Evite o uso de talas que coloquem os punhos em extensão (virados para cima), pois esta posição não irá obedecer a biomecânica do movimento de teclar, o que favorecerá o surgimento de lesões.

7. De hora em hora faça alongamentos nas mãos, braços e pescoço. Caminhe um pouco para ativar a circulação.

8. Mantenha postura todo o tempo, com a região lombar bem apoiada e a cervical alinhada, para que os músculos das costas não enfraqueçam e com isso favoreçam a dores.

9. Se você não consegue manter uma boa postura por causa de dor é bem provável que a sua musculatura já esteja adaptada ao erro. Daí é importante fazer uma avaliação com um fisioterapeuta especialista em postura (RPG e outras técnicas).

10. Pense no seu corpo e jamais delete sua postura.

- Fonte: Retirado do Portal da Saúde da Secretaria de Estado da Saúde do Tocantins

- Imagem retirada do site: Pontifícia Universidade Católica do Chile.

- Créditos: Biblioteca Virtual do Ministério da Saúde

Preparando Charque e carne de sol

24/01/2004

Antes de preparar pratos com charque e carne-de-sol, é importante reidratá-los, reduzindo o teor de sal. Isto é feito deixando as carnes numa vasilha com água por algumas horas, sendo que o charque precisa de mais tempo do que a carne-de-sol para reidratação. O charque pode ser colocado numa vasilha com água, tampada, de um dia para outro, dentro da geladeira. Após a reidratação ferve-se a carne por alguns minutos, e trocando-se a água por duas ou três vezes, elimina-se o excesso de sal.
Prefira o charque em embalagens à vácuo, que tem durabilidade de até 180 dias (verifique a data na embalagem).

Preparando frutos do mar

15/04/2006

CAMARÃO
» Para reconhecer o seu frescor, verifique se as caudas estão firmes. Caso contrário, rejeite-os.

» Para preparar, descasque, retire as pernas e deixe de molho em água fria.

» » Para retirar as tripas, use um destes métodos: encoste a ponta do palito nas costas e puxe aquele fio preto; se preferir, use uma agulha de crochê bem fina, pois o gancho puxa a tripa com facilidade.

» Retirada as tripas, lave bem e deixe numa vasilha com sal e limão por alguns instantes.

» Escorra, enxágüe em água corrente e escorra bem. Depois é só usar conforme a receita escolhida.

» Se quiser fritar os camarões, deixe-os de molho (depois de limpos) em água com 1 colher de chá de bicarbonato de sódio. Escorra bem e frite. Eles ficarão mais crocantes.

Lembre-se que ao ensopar ou refogar camarões, o cozimento se faz rapidamente, quando ficarem rosados, retire-os com escumadeira, senão ficarão duros. Só acrescente o camarão no molho pouco antes de servir, o tempo suficiente para tomar gosto.

LAGOSTA
O melhor é comprá-las vivas. Mas vivas ou mortas, o preparo é o mesmo: mergulhe-as em água fervente com sal, ervas aromáticas, pimenta em grãos e salsinha. Deixe por 15 a 20 minutos.

Para que não encolham, antes de aferventar, amarre cada lagosta numa tábua e assim ficarão da forma original. Deixe esfriar na própria água da panela. Retire as lagostas. Elimine as cabeças e caudas, retire as patinhas. Segure o corpo da lagosta com cuidado e enfie um garfo na abertura obtida pela retirada da cauda. Force o garfo com jeito e retire toda a carne, sem ter que quebrar a carapaça. Elimine qualquer vestígio de tripa.Utilize conforme a receita.

LULA
Retire a cabeça e as espinhas das bolsas. Corte os tentáculos com cuidado, para não romper as bolsas de tinta. Tempere e use as lulas inteiras ou cortadas e tirinhas.

SIRI E CARANGUEJO
O ideal é prepará-los vivos.
Mergulhe em água fervente com sal, louro, salsinha, pimenta em grão e limão. Deixe no fogo por uns 20 minutos.
Espere esfriar no próprio caldo. Retire, coloque o crustáceo sobre uma tábua, de pernas para cima. Arranque as patas com o auxilio de uma faca e tire a carne. Tire a parte superior da casca e puxe a carne. Use como pede a receita escolhida.

POLVO
Deixe de molho em água fria e vinagre por uns 15 minutos. Retire com cuidado da água, pois ali fica depositado o excesso de areia. Tire as peles escuras e a bolsa de tinta. Bata bem, como se faz com a língua de boi (arremessando a contra uma tábua) e não como se faz com os bifes (usando martelos de carne). Enxágüe para tirar prováveis vestígios de areia e esfregue bem com limão, como se estivesse enxaguando. Afervente o polvo, inteiro ou em pedaços, num caldo aromatizado (água, sal, grãos de pimenta, salsinha. cravo e louro), por uns 25 minutos. Depois é só preparar conforme as indicações da receita escolhida.

OSTRAS
Lave em água corrente com uma escova dura. Espete a ponta de uma faca na junção da concha e faça pressão. Sirva as ostras cruas, com suco de limão, disposta sobre cubos de gelo. ou prepare conforme a receita de sua preferência.

MARISCOS E MEXILHÕES
Estão frescos se as cascas estiverem hermeticamente fechadas. Lave bem em água corrente, esfregando as cascas com uma escova dura. Para abrir, é só colocar numa panela (sem água e sem tempero) e levar ao fogo forte por 3 ou 4 minutos. Retire do fogo, acrescente um pouquinho de azeite, cebola e salsicha picada. Volte ao fogo forte, até que as cascas estejam totalmente abertas.
Retire os moluscos das cascas de vários tipos pois cada um molusco tem um tempo para abrir a casca
.

http://www.banestes.com.br/site/banestik_2005/especiais/pascoa_dica.htm

Prepare a casa para o Natal

12/12/2004

Está na hora de arrumar a casa para esperar a chegada do Pai Natal. Montar a árvore de Natal, comprar e embalar presentes, pensar na mesa para a ceia, são alguns costumes que já estão arreigados e ajudam a preparar o espírito natalício.

O hábito de se decorar a árvore de Natal deve-se aos alemães.
A tradição chegou à América no século XVIII.

Em Portugal, há muitos anos que se enfeita as casas para o Natal.
Enfeites, luzes, árvores e grande variedade de motivos de Natal.

Também se usa produtos naturais como flores e frutas para dar um toque pessoal aos seus enfeites. Só é preciso alguma imaginação e trabalho para se fazer um Natal diferente.

Depois da casa enfeitada, não se deve esquecer de preparar a mesa para a grande noite. A sugestão que apresentamos na página Mesa, serve para tirar ideias. A maneira de colocar os pratos, facas, copos, até ao centro de mesa. Depois é o seu gosto e imaginação.
_______________

Embrulhos dão um toque especial

Uma árvore de Natal bonita e enfeitada completa-se com vários presentes debaixo dela. Acreditando ou não que o Pai Natal exista , todos gostam de ser lembrados. Papéis coloridos, grandes laços, flores e cartões dão um toque especial em qualquer presente. Para quem tem tempo e gosta de embrulhos exclusivos, o ideal é fazer com antecedência.

Outra sugestão é personalizar o presente bordando desenhos nas próprias caixas. Pode bordar motivos natalícios em ponto cruz e ponto cheio. A caixa ou o pacote fica personalizado.
__________________________

A tradição corre o mundo

Existem várias versões para a origem do costume da árvore de Natal.
A história mais comum remonta à primeira metade do século 8, na Alemanha. Nessa época, o monge britânico São Bonifácio pregava um sermão sobre o Natal em uma tribo alemã. Para tentar acabar com a adoração que esse povo tinha pelo carvalho, cortou uma árvore dessa espécie. Na queda, os galhos destruíram tudo em volta, com excepção de um pequeno pinheiro. O monge aproveitou o facto e afirmou que havia acontecido um milagre, pois o pinheiro simbolizava a “árvore do Menino Jesus”. Com o passar dos anos, além de manter a tradição da árvore, os alemães começaram a enfeitá-la com chocolates, rebuçados, maçãs e papéis colorido.

A colocação de luzes nas árvores é atribuída ao criador da reforma protestante, Martinho Lutero. Conta-se que ele passeava na floresta quando viu as luzes das estrelas atravessarem os galhos dos pinheiros. Quando chegou a casa, quis mostrar a cena aos filhos e iluminou uma árvore com velas.

No século 19, foi a vez da Inglaterra vitoriana conhecer a árvore de Natal. O príncipe Albert, marido da rainha Vitória, trouxe o enfeite para o Palácio Real. Filho de um nobre alemão, o príncipe cresceu ajudando a decorar pinheiros de Natal. Quando se casou, pediu à sua mulher que adoptasse o costume de seu país.

Na América as árvores desembarcaram em plena guerra revolucionária. Em 1804, os soldados de Fort Dearborn ( agora, Chicago) montaram os pinheiros no meio das barricadas. Em 1923, o símbolo conquistou o lugar de maior prestígio dos Estados Unidos, a Casa Branca.
O então presidente Calvin Coolidge estabeleceu uma cerimonia para acender as luzes da árvore de Natal nacional. A data, actualmente, faz parte da comemoração norte-americana da festa natalícia.

_________________________________

Lojas especializadas facilitam as compras

Antigamente quem queria enfeitar uma árvore, não encontrava nada além das bolas metalizadas e coloridas. Hoje, nos grandes centros comerciais, a variedade é enorme. Há enfeites para todos os gostos e bolsos.

_______________________________

Famílias reúnem-se em torno da mesa

A noite do dia 24 de dezembro, véspera de Natal, é muito especial.
As crianças aguardam ansiosas pelo bom velhinho.
Católicos participam da Missa do Galo.
Amigos e família reúnem-se para cear.

Redobram-se os cuidados quando se põe a mesa da consoada e lá vêm as toalhas mais belas (a que foi oferecida pela avó), os pratos mais preciosos, os melhores talheres, os castiçais…

_____________________________________________

Cestas também fazem parte da festa

Para oferecer aos amigos, montar uma boa mesa ou até mesmo fazer uma surpresa a alguém especial na véspera do Natal, as cestas podem ser uma deliciosa opção. Por isso pode optar por fazer uma ou comprar nas muitas casas especializadas que as têm para todos os gostos e bolsos.

Previna as pragas e doenças de jardins internos

03/08/2006

PREVENÇÃO DE PRAGAS E DOENÇAS EM JARDIM INTERNO

As plantas de jardim interno, por estarem confinadas em ambiente restrito e quase isolado do exterior, requerem uma severa vigilância para debelar no início qualquer ataque de pragas ou doenças, as quais, proliferando rapidamente, em âmbito limitado, podem causar estragos desastrosos em curto espaço de tempo.
Geralmente os maiores problemas relacionam-se à infestação por fungos, propiciada pela umidade atmosférica elevada. Os fungos, quando não eliminados em tempo hábil, enfraquecem as plantas e, exaurindo-lhes as defesas, facilitam a instalação de outras doenças que podem ser fatais. Cumpre, portanto ao primeiro sinal de fungo, proceder-se à pulverização de fungicida eficiente, repetindo-se a dose até que seja sanado definitivamente o problema.
Pragas como as cochonilhas, pulgões ou lagartas também devem ser combatidas e eliminadas com presteza; utilizando-se para isso desde a catação manual até, em caso extremo, o emprego de inseticidas adequados a cada caso. Entretanto, o uso de tais produtos apresenta alto risco de intoxicação das pessoas, perdurando esses riscos mesmo decorridos alguns dias de sua aplicação. Fica pois o alerta: o ser humano pode ser o alvo mais direto desses produtos agrotóxicos que eliminando ou não os insetos e pragas, chegam a levar o homem à morte por choque anafilático. Existem métodos atóxicos para o homem e animais domésticos, sendo preferível a sua utilização quando se deseja eliminar pragas e doenças, apesar dos efeitos mais lentos.
Quando as condições oferecidas às plantas de um jardim interno forem adequadas e bem próximas das ideais, dificilmente ocorrerão o ataque de pragas e doenças ou a infestação por fungos.
A seguir, adicionando informações sobre os jardins internos, organizamos uma tabela que determina a seleção relativa das espécies de plantas adequadas e suas exigências em índices de luminosidade. Seu uso facilita ao paisagista agir com maiores possibilidades de acerto no planejamento do projeto, resultando em perfeito desenvolvimento e êxito na obra concluída.

Relação de algumas das plantas adequadas para Jardim Interno – pleno sol

Nome popular Nome científico
Acalifa Acalypha spp
Agapanto Agapanthus orientalis
Agave Agave spp.
Bananeira de jardim Musa zebrina
Bananeira do mato Heliconia spp
Calanchoe Kalanchoe spp
Camarão Pachystachys lútea
Capim dos pampas Cortadeira selloana
Coleo Coleus spp
Cróton Codiaeum vagiegatum
Dracena Dracaena spp
Exória Ixora coccínea
Filodendro Philodendron spp
Fórmio Phormium spp
Onze horas Lampranths spp.

Relação de algumas das plantas adequadas para Jardim Interno – meia sombra

Nome popular Nome científico
Afalandra Aphelandra squarrosa
Amor perfeito Viola tricolor
Antúrio Anthurium andreanum
Azálea Rhododendron simsii
Begônia Begônia spp.
Brinco de princesa Fuchsia spp.
Clívia Clívia miniata
Columéia Columnea spp
Comigo ninguém pode Dieffenbachia spp
Cróton Codiaeum variegatum
Dinheiro em penca Muehlenbeckia complexa
Dracena Dracaena spp
Ixora coccínea Exória
Filodendro Philodendron spp
Flor de cera Hoya carnosa
Fórmio Phormium tenax spp
Impatiens Impatiens spp
Jibóia Scindapsus aureus
Miosote Myosotis sylvatica
Moréia Morea spp
Peperômia Peperômia spp
Petúnia Petúnia hybrida
Prímula Prímula spp
Ráfia Rhapis excelsa
Samambaia Nephrolepis spp
Violeta Viota odorata
Violeta africana Saintpaulia ionantha

Relação de algumas das plantas adequadas para Jardim Interno – sombra

Nome popular Nome científico
Aglaonema Aglaonema spp
Avenca Adiantum spp
Brinco de princesa Fuschia spp
Bromélia Aechmae spp
Chamadorea Chamaedorea elegans
Comigo ninguém pode Dieffenbachia spp
Dracena Dracaena spp
Fitônia Fittonia spp
Filodendro Philodendron spp
Grama preta Ophiogon japonicus
Maranta Calathea spp
Peperômia Peperômia spp
Peléia Pilea spp
Prímula Prímula spp
Sheflera Sheflera arborícola
Singonio Syngonium spp

Relação de algumas das plantas adequadas para Jardim Interno – obscuridade

Nome popular Nome científico
Avenca Adiantum spp
Grama preta Ophiogon japonicus
Maranta Calathea spp
Rafiodofora Raphidophora decursiva
Singonio Singonium spp
Tradescância Tradescantia spp

http://www.epp.etc.br/artigo_01.htm

Procedimentos de Segurança para o uso do Gás Natural Veicular (GNV)

13/07/2004

1- CUIDADOS COM A CONVERSÃO:

- Só converta seu carro em oficina homologada pelo Inmetro.

- Exija da convertedora, a nota fiscal e o Certificado de Homologação do Inmetro, para fazer o registro de conversão do Detran.

- Faça as revisões periódicas do kit e cilindro só em convertedoras homologadas pelo Inmetro.

- Não aceite peças usadas, cilindro recondicionado ou de procedência desconhecida e tubos de cobre. Na instalação, exija tubos de aço.

2- CUIDADOS COM O CILINDRO :

- Os cilindros devem ser sempre de aço especial, de alta resistência para GNV (NBR- 12790 ou ISSO 4705) e devem ser fixados com suportes adequados.

- Não permita, jamais, soldas nos cilindros, pois este ser um ponto sem resistência, com sérios riscos de ruptura e vazamento do combustível.

3- CUIDADOS NO ABASTECIMENTO:

- Ao abastecer, desligue o motor, o rádio e o telefone celular.

- Apague os faróis.

- Freie o seu veículo.

- Não fume.

- O motorista e os passageiros devem sair do carro.

- Exija que o veículo seja sempre aterrado.

- Certifique-se de que a mangueira de abastecimento de GNV foi desconectada antes de arrancar.

4- PRESSÃO DE ABASTECIMENTO:

- Não deve, nunca, ultrapassar 220 kgf/cm2

- O kit e cilindros são dimensionados para 220 kgf/cm2 de pressão máxima. Pressões acima desse limite podem causar vazamentos no sistema, diminuindo a vida útil do seu equipamento e correndo o risco de provocar acidentes.


5- CUIDADOS GERAIS

- Todos os serviços a serem feitos no kit e cilindros de gás natural deverão ser sempre feitos em oficinas homologada pelo Inmetro.

- Não tente você mesmo consertar os pequenos defeitos. Procure a convertedora.

- Não confunda Gás Natural Veicular (GNV) com o gás de cozinha (GLP). Jamais use o botijão de GLP no seu veículo.

- Seja um fiscal do Programa de GNV, denunciando os clandestinos para preservar a segurança de todos.

- Não rode com qualquer tipo de vazamento. Assim que notar algo suspeito, procure a assistência técnica.

- Não permita que curiosos mexam na regulagem do carro. Em caso de mau funcionamento, verifique se o filtro de ar, as velas ou qualquer outra parte da ignição estão sujos ou precisando de reposição.

Quando o chuveiro entope:

06/12/2003

Retirar a cabeça do chuveiro e colocar para ferver em ½ xícara de vinagre com 1 litro de água, por 15 minutos. Se o chuveiro for de plástico, deixe de molho em partes iguais de vinagre e água quente.

Quando Você Encontrar Uma Pessoa Com Deficiência

09/08/2003

Muitas pessoas não deficientes ficam confusas quando encontram uma pessoa com deficiência. Isso é natural. Todos nós podemos nos sentir desconfortáveis diante do “diferente”.

Esse desconforto diminui e pode até mesmo desaparecer quando existem muitas oportunidades de convivência entre pessoas deficientes e não-deficientes.

Não faça de conta que a deficiência não existe. Se você se relacionar com uma pessoa deficiente como se ela não tivesse uma deficiência, você vai estar ignorando uma característica muito importante dela. Dessa forma, você não estará se relacionando com ela, mas com outra pessoa, uma que você inventou, que não é real.

Aceite a deficiência. Ela existe e você precisa levá-la na sua devida consideração.

Não subestime as possibilidades, nem superestime as dificuldades e vice-versa.

As pessoas com deficiência têm o direito, podem e querem tomar suas próprias decisões e assumir a responsabilidade por suas escolhas.

Ter uma deficiência não faz com que uma pessoa seja melhor ou pior do que uma pessoa não deficiente.

Provavelmente, por causa da deficiência, essa pessoa pode ter dificuldade para realizar algumas atividades e, por outro lado, poderá ter extrema habilidade para fazer outras coisas. Exatamente como todo mudo.

A maioria das pessoas com deficiência não se importa de responder perguntas, principalmente aquelas feitas por crianças, a respeito da sua deficiência e como ela transforma a realização de algumas tarefas. Mas, se você não tem muita intimidade com a pessoa, evite fazer muitas perguntas muito íntimas.

Quando quiser alguma informação de uma pessoa deficiente, dirija-se diretamente a ela e não a seus acompanhantes ou intérpretes.

Sempre que quiser ajudar, ofereça ajuda. Sempre espere sua oferta ser aceita, antes de ajudar. Sempre pergunte a forma mais adequada para fazê-lo.

Mas não se ofenda se seu oferecimento for recusado. Pois nem sempre as pessoas com deficiência precisam de auxílio. Às vezes, uma determinada atividade pode ser melhor desenvolvida sem assistência.

Se você não se sentir confortável ou seguro para fazer alguma coisa solicitada por uma pessoa deficiente, sinta-se livre para recusar. Neste caso, seria conveniente procurar outra pessoa que possa ajudar.

As pessoas com deficiência são pessoas como você. Têm os mesmos direitos, os mesmos sentimentos, os mesmos receios, os mesmos sonhos.

Você não deve ter receio de fazer ou dizer alguma coisa errada. Aja com naturalidade e tudo vai dar certo.

Se ocorrer alguma situação embaraçosa, uma boa dose de delicadeza, sinceridade e bom humor nunca falha.

PESSOAS CEGAS OU COM DEFICIÊNCIA VISUAL

Nem sempre as pessoas cegas ou com deficiência visual precisam de ajuda, mas se encontrar alguma que pareça estar em dificuldades, identifique-se, faça-a perceber que você está falando com ela e ofereça seu auxílio. Nunca ajude sem perguntar antes como deve fazê-lo.

Caso sua ajuda como guia seja aceita, coloque a mão da pessoa no seu cotovelo dobrado. Ela irá acompanhar o movimento do seu corpo enquanto você vai andando.

Sempre é bom você avisar antecipadamente a existência de degraus, pisos escorregadios, buracos e obstáculos em geral durante o trajeto.

Num corredor estreito, por onde só possa passar uma pessoa, coloque o seu braço para trás, de modo que a pessoa cega possa continuar a seguir você.

Para ajudar uma pessoa cega a sentar-se, você deve guiá-la até a cadeira e colocar a mão dela sobre o encosto da cadeira, informando se esta tem braço ou não. Deixe que a pessoa sente-se sozinha.

Ao explicar direções para uma pessoa cega, seja o mais claro e especifico possível, de preferência indique as distancias em metros (”uns vinte metros a sua frente”).

Algumas pessoas, sem perceber, falam em tom de voz mais alto quando conversam com pessoas cegas. A menos que a pessoa tenha também uma deficiência auditiva que justifique isso, não faz nenhum sentido gritar. Fale em tom de voz normal.

Por mais tentador que seja acariciar um cão-guia, lembre-se de que esses cães têm a responsabilidade de guiar um dono que não enxerga. O cão nunca deve ser distraído do seu dever de guia.

As pessoas cegas ou com visão subnormal são como você, só que não enxergam. Trate-as com o mesmo respeito e consideração que você trata todas as pessoas.

No convívio social ou profissional, não exclua as pessoas com deficiência visual das atividades normais. Deixe que elas decidam como podem ou querem participar.

Proporcione às pessoas cegas ou com deficiência visual a mesma chance que você tem de ter sucesso ou de falhar.

Fique a vontade para usar palavras como “veja” e “olhe”. As pessoas cegas as usam com naturalidade.

Quando for embora, avise sempre o deficiente visual.

PESSOAS COM DEFICIÊNCIA FÍSICA

Se a pessoa usar uma cadeira de rodas, é importante saber que para uma pessoa sentada é incômodo ficar olhando para cima por muito tempo, portanto, se a conversa for demorar mais tempo do que alguns minutos, se for possível, lembre-se de sentar, para que você e ela fiquem com os olhos num mesmo nível.

A cadeira de rodas (assim com as bengalas e muletas) é parte do espaço corporal da pessoa, quase uma extensão do seu corpo. Agarrar ou apoiar-se na cadeira de rodas é como agarrar ou apoiar-se numa pessoa sentada numa cadeira comum. Isso muitas vezes é simpático, se vocês forem amigos, mas não deve ser feito se vocês não se conhecem.

Nunca movimente a cadeira de rodas sem antes pedir permissão para a pessoa.

Empurrar uma pessoa em cadeira de rodas não é como empurrar um carrinho de supermercado. Quando estiver empurrando uma pessoa sentada numa cadeira de rodas, e parar para conversar com alguém, lembre-se de virar a cadeira de frente, para que a pessoa também possa participar da conversa.

Ao empurrar uma pessoa em cadeira de rodas, faça-o com cuidado. Preste atenção para não bater nas pessoas que caminham a frente. Para subir degraus, incline a cadeira para trás para levantar as rodinhas da frente e apoiá-las sobre a elevação. Para descer um degrau, é mais seguro fazê-lo de marcha a ré, sempre apoiando para que a descida seja sem solavancos. Para subir ou descer mais de um degrau em seqüência, será melhor pedir a ajuda de mais uma pessoa.

Se você estiver acompanhando uma pessoa deficiente que anda devagar, com auxílio ou não de aparelhos ou bengalas, procure acompanhar o passo dela.

Mantenha as muletas ou bengalas sempre próximas à pessoa deficiente.

Se achar que ela está em dificuldades, ofereça ajuda e, caso seja aceita, pergunte como deve fazê-lo. As pessoas têm suas técnicas pessoais para subir escadas, por exemplo e, às vezes, uma tentativa de ajuda inadequada pode até mesmo atrapalhar. Outras vezes, a ajuda é essencial. Pergunte e saberá como agir e não se ofenda se a ajuda for recusada.

Se você presenciar um tombo de uma pessoa com deficiência, ofereça ajuda imediatamente. Mas nunca ajude sem perguntar se e como deve fazê-lo.

Esteja atento para a existência de barreiras arquitetônicas quando for escolher uma casa, restaurante, teatro ou qualquer outro local que queira visitar com uma pessoa com deficiência física.

Pessoas com paralisia cerebral podem ter dificuldades para andar, podem fazer movimentos involuntários com pernas e braços e podem apresentar expressões estranhas no rosto. Não se intimide com isso. São pessoas comuns como você. Geralmente, têm inteligência normal ou, às vezes, até acima da média.

Se a pessoa tiver dificuldade na fala e você não compreender imediatamente o que ela está dizendo, peça para que repita. Pessoas com dificuldades desse tipo não se incomodam de repetir quantas vezes seja necessário para que se façam entender.

Não se acanhe em usar palavras como “andar” e “correr”. As pessoas com deficiência física empregam naturalmente essas mesmas palavras.

Trate a pessoa com deficiência com a mesma consideração e respeito que você usa com as demais pessoas.

PESSOAS SURDAS OU COM DEFICIÊNCIA AUDITIVA

Não é correto dizer que alguém é surdo-mudo. Muitas pessoas surdas não falam porque não aprenderam a falar. Muitas fazem a leitura labial, outras não.

Quando quiser falar com uma pessoa surda, se ela não estiver prestando atenção em você, acene para ela ou toque em seu braço levemente.

Quando estiver conversando com uma pessoa surda, fale de maneira clara, pronunciando bem as palavras, mas não exagere. Use a sua velocidade normal, a não ser que lhe peçam para falar mais devagar.

Use um tom normal de voz, a não ser que lhe peçam para falar mais alto. Gritar nunca adianta.

Fale diretamente com a pessoa, não de lado ou atrás dela.

Faça com que a sua boca esteja bem visível. Gesticular ou segurar algo em frente à boca torna impossível a leitura labial. Usar bigode também atrapalha.

Quando falar com uma pessoa surda, tente ficar num lugar iluminado. Evite ficar contra a luz (de uma janela, por exemplo), pois isso dificulta ver o seu rosto.

Se você souber alguma linguagem de sinais, tente usá-la. Se a pessoa surda tiver dificuldade em entender, avisará. De modo geral, suas tentativas serão apreciadas e estimuladas.

Seja expressivo ao falar. Como as pessoas surdas não podem ouvir mudanças sutis de tom de voz que indicam sentimentos de alegria, tristeza, sarcasmo ou seriedade, as expressões faciais, os gestos e o movimento do seu corpo serão excelentes indicações do que você quer dizer.

Enquanto estiver conversando, mantenha sempre contato visual, se você desviar o olhar, a pessoa surda pode achar que a conversa terminou.

Nem sempre a pessoa surda tem uma boa dicção. Se tiver dificuldade para compreender o que ela está dizendo, não se acanhe em pedir para que repita. Geralmente, as pessoas surdas não se incomodam de repetir quantas for preciso para que sejam entendidas.

Se for necessário, comunique-se através de bilhetes. O importante é se comunicar. O método não é tão importante.

Quando a pessoa surda estiver acompanhada de um intérprete, dirija-se à pessoa surda, não ao intérprete.

PESSOAS COM DEFICIÊNCIA MENTAL

Você deve agir naturalmente ao dirigir-se a uma pessoas com deficiência mental.

Trate-as com respeito e consideração. Se for uma criança, trate como criança. Se for adolescente, trate-a como adolescente. Se for uma pessoa adulta, trate-a como tal.

Não as ignore. Cumprimente e despeça-se delas normalmente, como faria com qualquer pessoa.

Dê atenção a elas, converse e vai ver como será divertido.

Não superproteja. Deixe que ela faça ou tente fazer sozinha tudo o que puder. Ajude apenas quando for realmente necessário.

Não subestime sua inteligência. As pessoas com deficiência mental levam mais tempo para aprender, mas podem adquirir muitas habilidades intelectuais e sociais

As pessoas com deficiência mental, geralmente, são muito carinhosas. .

Deficiência mental não deve ser confundida com doença mental.

FONTE:

Folheto “Quando você encontrar uma pessoa deficiente…”, publicado pelo CEDIPOD-Centro de Documentação e Informação do Portador de Deficiência.

Folheto “Como você deve comportar-se diante de uma pessoa que…”, publicado pela CORDE-Cordenadoria Nacional para Integração da Pessoa Portadora de Deficiência.

Site “Entre Amigos – Rede de Informações sobre Deficiências”

www.prograd.ufpr.br

Quando você mancha a roupa na lavagem

06/12/2003

Mergulhe a roupa manchada pela lavagem rapidamente, em um pouco de leite e deixe por alguns minutos.

A mancha some imediatamente.

Quantidade ideal de alimentos consumidos em um evento

31/07/2005

Calcule quanto de cada tipo de alimento será consumido por pessoa em média numa festa:

  • Peixe: 200 g quando inteiro
  • Carne: 200 g limpa ou 250 g c/osso
  • Pão: 4 fatias
  • Batatas: 4 ou 5
  • Legumes: 100 gramas

Quem congela o bacalhau sempre tem

12/04/2006

Quem gosta de bacalhau quer ter sempre essa alternativa culinária à mão.
De repente, dá aquela vontade de comer algo diferente, ou chega uma visita inesperada, e é só abrir o congelador: lá está ele para salvar sua refeição.

Para isso, você precisa comprar uma quantidade maior e dessalgar tudo de uma só vez. Uma parte você destina ao preparo do prato que será consumido logo. A outra porção, você congela. Prático, não acha ?

Para congelar, depois de dessalgar, enxugue o bacalhau em um pano limpo, apertando-o levemente para secar um pouco. Pincele com um bom azeite português toda a superfície, para impedir o ressecamento provocado pelo gelo. Guarde no freezer em um vasilhame bem fechado.

Algumas pessoas congelam o bacalhau dentro de um vasilhame com água, para garantir que ele não irá ressecar.

Para descongelar, o ideal é retirar do freezer para a geladeira, e esperar pacientemente. Mas não há inconveniente em descongelar o bacalhau na temperatura ambiente.

http://www.bacalhau.com.br/dicas.htm#congelar

Rachadura do seio na amamentação

05/12/2003

Use tintura mãe de calêndula.

O seio cicratiza em questão de horas.

Não passe nada gorduroso e melado.

O seio precisa secar e cicatrizar.

Receita caseira para Picada de Mosquito

07/08/2003
Ingredientes
3 colheres (sopa) de soda limonada (refrigerante)
1/2 colher (chá) de extrato de amêndoa
6 colheres (sopa) de água

Modo de Fazer
Em um pequeno pote, misture bem todos os ingredientes, formando uma espécie de pasta.
Aplique sobre a picada e deixe por 20 minutos .
Enxague com água morna e seque.
Esse preparado tem validade de três dias, portanto não faça grandes quantidades.

Receita caseira para Queimadura de Sol

07/08/2003


Ingredientes
2 saquinhos de chá preto
3 xícaras de água
1 colher (sopa) de sal

Modo de Fazer
Coloque dois copos de água para ferver.
Retire o recipiente do fogo, joque os saquinhos de chá, tampe e deixe descansar até esfriar.
Retire os saquinhos, acrescente mais um pouco de água e a colher de sal, misturando bem.
Mergulhe pedaços de algodão neste preparado e coloque-os sobre as partes afetadas, deixando agir durante 15 a 25 minutos. Repita o prcesso até que a temperatura da pele esteja mais fria e a dor tenha passado.

Recomendações Para A Higiene Dos Manipuladores de Alimentos

21/09/2003

Todo pessoal que, direta ou indiretamente, seja ligado a produção de alimentos deve ser adequadamente treinado em conceitos de higiene e sanitização e boas práticas de manipulação de alimentos. Estes procedimentos têm como finalidade evitar que os produtos sejam contaminados por agentes físicos, químicos ou biológicos provenientes da pessoa que manipula diretamente as matérias – primas.

1.      Higiene pessoal

A higiene pessoal é de extrema importância tanto para o ambiente de trabalho como para a vida pessoal do funcionário. Ao se seguir às recomendações básicas de higiene o funcionário garante a qualidade dos produtos que manipula bem como evita adquirir doenças como: micoses nos pés e no corpo, cáries, doenças de unhas e várias outras relacionadas aos microrganismos que diariamente carrega-se das ruas.

Na planta de processamento, seja uma indústria ou uma pequena cozinha, o manipulador deve seguir algumas recomendações como as descritas no quadro abaixo:

Recomendações para higiene dos funcionários

O FUNCIONÁRIO DEVE: O FUNCIONÁRIO NÃO DEVE:
Ø             Tomar banho diariamente antes de ir para o trabalho,

Ø             Lavar e secar bem os pés para evitar micoses;

Ø             Escovar os dentes para se evitar cáries e perda dos mesmos;

Ø             Trocar o uniforme sempre que necessitar sendo obrigatório o mínimo de uma vez por dia;

Ø             Manter botas e sapatos limpos;

Ø             Sob a touca, bibico ou chapéu trazer os cabelos sempre bem presos, se necessário usar rede;

Ø             Usar os aventais plásticos somente nas áreas de higienização;

Ø             Usar desodorante sem odor;

Ø             Escovar os dentes após refeições bem como ao levantar-se e antes de dormir;

Ø             Lavar a cabeça com freqüência e escovar bem os cabelos;

Ø             Fazer as barbas diariamente; evitar bigodes e costeletas (se utilizados, devem ser: bem aparados, limpos e não exagerados);

Ø             Usar perfumes, creme nas mãos, maquiagem, etc.;

Ø             Usar anéis, colares, pulseiras, relógios, brincos, fitinhas, etc.;

Ø             Falar, tossir, cantar, espirrar sobre os alimentos;

Ø             Provar os alimentos com as mãos;

Ø             Usar capa/avental no banheiro;

Ø             Sentar-se em pisos externos e de sanitários, com o uniforme de trabalho;

Ø             Participar de jogos e brincadeiras com o uniforme, mesmo durante o horário de almoço ou descanso;

Ø             Mascar bala ou goma, palito fósforo ou outros materiais na área de manipulação;

Ø             Experimentar alimentos com as mãos ou com o mesmo talher utilizado para mexer;

Ø             Enxugar o suor com a mão, pano ou avental;

Ø             Usar unhas compridas e qualquer tipo de esmalte;

2.      Higiene das Mãos

As mãos, como um dos maiores meios de transporte de contaminação, devem ser lavadas com sabonete líquido que contenha agente bactericida ou bacteriostático, proveniente de dosador, isento de perfume com auxílio de escovinha.

2.1. Quando Lavar as Mãos

As mãos devem ser lavadas:

Sempre que:

Ø             Estiverem sujas;

Ø             Mudar a manipulação de produtos ou atividade (ex: lavar utensílios e depois lavar verduras);

Ø             Entrar na área de preparo de alimentos ou no estoque;

Ø             Durante a manipulação de alimentos ou outra operação qualquer, de hora em hora no mínimo 10 vezes durante o dia de trabalhos.

Antes de:

Ø             Manipular alimentos;

Ø             Tocar em utensílios higienizados;

Ø             Iniciar um novo serviço.

Depois de:

Ø             Tocar nos sapatos;

Ø             Levar as mãos à boca, nariz, orelhas, cabelos, etc;

Ø             Fumar;

Ø             Utilizar o banheiro;

Ø             Tossir ou espirrar;

Ø             Usar esfregão, vassoura, rodo, panos, materiais de limpeza;

Ø             Fazer limpeza;

Ø             Pegar em dinheiro;

Ø             Recolher lixo e outros resíduos como cascas e restos de alimentos sobre a mesa;

Ø             Tocar em sacaria, caixas, garrafas em embalagens em geral;

Ø             Tocar em alimentos não higienizados;

Ø             Tocar em alimentos deteriorados;

Ø             Qualquer parada no serviço ou saída da área de manipulação.

2.2. Como Lavar as Mãos Corretamente

Para se ter uma eficiente limpeza e higienização das mãos algumas recomendações devem ser seguidas segundo descrito abaixo:

Ø             Umedecer as mãos e antebraço;

Ø             Colocar sabonete líquido, neutro e inodoro sobre as mãos úmidas;

Ø             Esfregar com sabão líquido massageando bem principalmente entre os vãos dos dedos e lavar as unhas com escovinha própria;

Ø             Enxaguar na torneira com água corrente esfregando até remover todo sabão das mãos e do antebraço;

Ø             Secar as mãos e antebraço com papel toalha branco ou ar quente;

Ø             Umedecer as mãos com solução anti – séptica e esperar secar, não enxugar na roupa.

Após o uso da escovinha deve-se enxaguá-la e acondicioná-la dentro de um recipiente com solução anti – séptica clorada ou na solução anti – séptica para as mãos. As escovas devem ser descartadas sempre que as cerdas estiverem amassadas e endurecidas. Evitar o uso de escova com partes de madeira pis duram menos e são meio de proliferação microbiana.

Esta solução tem como finalidade reduzir a flora microbiana restante após a lavagem.

ATENÇÃO

Ø             Não fazer anti-sepsia por imersão das mãos na solução e sim a borrifando nas mãos;

Ø             Não utilizar anti-sépticos sem ter lavado as mãos como recomendado acima;

Ø             Ao utilizar sabão líquido que já possui anti-séptico, não é necessário realizar a etapa separada de anti-sepsia, desde que as mãos permaneçam ensaboadas por 1 (um) minuto, no mínimo;

Ø             Usar produtos anti-sépticos com substâncias constituintes que estejam de acordo com a legislação vigente.

Esquema do processo de lavagem das mãos

Molhar as mãos
Colocar o sabão nas mãos
Esfregar as mãos uma na outra
Enxaguar com água corrente
Fazer a Anti-sepsia
Escovar as unhas por baixo e por cima
Secar
Água tratada
Borrifar álcool 70%
Sabão apropriado não é sabonete
15 segundos
Usar água corrente e tratada
Escovinha apropriada
Usar papel toalha apropriado ou ar quente

2.3. Recomendações para o Uso de Luvas

As luvas devem ser utilizadas de acordo com a natureza do serviço, atentando-se para higienização e desinfecção das mãos, antes e após o uso das mesmas. Há diversos tipos de luvas disponíveis no mercado, no entanto cada uma tem sua finalidade e uso apropriado.

Luvas descartáveis:

Ø             Somente devem ser usadas quando não for possível a utilização de utensílios como talheres e pegadores;

Ø             Para a manipulação de alimentos prontos para consumo, que já sofreram algum tratamento térmico;

Ø             Para alimentos que já tenham sido adequadamente higienizados como na manipulação de saladas e hortaliças.

Luvas de borracha:

Devem ser utilizadas para a proteção do manipulador e separadas para cada tipo de atividade e são indicadas para:

Ø             Limpeza de banheiro;

Ø             Lavagem de panelas e utensílios, limpeza de pisos e paredes da área de manipulação;

Ø             Coleta de lixo e resíduos, higienização dos contentores de lixo e sua área;

Ø             Manipulação de produtos químicos.

Luvas de malha de aço

Estas luvas são indicadas como item de segurança para corte de carnes cruas e vegetais ou outras operações que envolvam o uso de facas.

Devem ser devidamente higienizadas após o uso e, se possível, revestidas com luvas descartáveis.

Após a utilização, as luvas devem ser lavadas com detergente, enxaguadas com água corrente, desinfetadas sob fervura por 15 minutos e guardadas em local limpo e seco, específico para este fim.

Luvas térmicas

As luvas térmicas são utilizadas como item de segurança. Deve-se realizar a adequada higienização das mesmas e cuidar para não tocarem os alimentos, quando usadas.

ATENÇÃO

Deve-se dispensar o uso de luvas descartáveis quando estas implicarem em risco de acidente de trabalho, tais como: manuseio de fornos, fogões, fritadeiras, flambadores, cilindros, masseiras e semelhantes, cortes no sentido do manipulador (caso do sushi-man).

2.4. Os Uniformes Apropriados para Manipulação de Alimentos

Os uniformes de trabalho são ferramentas que garantem que agentes de contaminação externos ( da rua ) não entrem na área de manipulação das matérias – primas e preparo dos alimentos também evitam que os funcionários utilizem suas roupas no trabalho.

As partes básicas que compõe um uniforme são:

Ø             Calça e camisa brancas;

Ø             Touca branca;

Ø             Botas de borracha brancas;

Ø             Avental de plástico branco ou transparente;

Ø             Luvas de acordo com o fim que se destina: de aço para manipulação de facas, de borracha para lavagem e de plástico ou cirúrgica para manipulação de alimentos.

2.4.1.          Recomendações para uso e manutenção do uniforme

As recomendações para o uso do uniforme devem ser seguidas para manutenção e aumento do tempo de uso dos mesmos bem como para garantir que os uniformes não serão responsáveis por qualquer contaminação dos alimentos.

Ø             Manter o uniforme limpo, bem passados e conservado sem rasgos, manchas, partes descosturadas ou furos;

Ø             Trocar diariamente ou sempre que necessário;

Ø             As botas devem sempre estar limpas e sem odores;

Ø             Utilizar meias limpas e trocadas diariamente, se possível de algodão pois evitam micoses e fungos;

Ø             Usar avental plástico quando o trabalho em execução propiciar que os uniformes se sujem ou se molhem rapidamente, não utilizar avental plástico próximo a fornos e fogões;

Ø             Não utilizar sacos ou panos para proteção de uniforme;

Ø             Não carregar no uniforme: canetas, lápis, batons, pentes, cigarros, isqueiro, relógio, entre outros materiais estranhos;

Ø             Não lavar o uniforme dentro de banheiros ou vestiários;

Ø             Lavar o uniforme na freqüência adequada ao tipo de processo, com detergente de baixa alcalinidade, sabão em pó ou sabão em pedra, seguindo sanitizante clorado; como exemplo: água sanitária bem diluída, e enxaguar em água corrente.

ATENÇÃO

Todas as pessoas que circularem dentro da área de manipulação (visitas, diretores, gerentes) devem dar o melhor exemplo possível aos funcionários usando uniforme ou pelo menos jaleco e touca de proteção para os cabelos.

2.4.2.          Manipuladores Doentes e Machucados

As doenças e machucados presentes nos manipuladores são fontes em potencial de contaminação dos alimentos para que isso não ocorra algumas providências devem ser tomadas:

Ø             Realizar exames médicos e laboratoriais admissionais, periódicos (revisionais) e demissionais segundo recomendações do médico do trabalho;

Ø             Caso o funcionário tenha necessidade de fazer um curativo nas mãos, é essencial o uso de dedeira de cor viva ou luva para qualquer atividade na área de produção;

Ø             Todo machucado que fique exposto deve possuir um curativo adequado, limpo e freqüentemente trocado;

Ø             Manipulador que possuir alguma doença deverá ser devidamente avaliado pelo médico que indicará seu afastamento ou não das atividades;

Ø             Caso o manipulador não venha a ser afastado das atividades a empresa deverá alterar seu posto de serviço de modo a não ter contato direto com alimentos até seu restabelecimento

Fontes:

Páginas da Web:

http://www.anvisa.gov.br

http://www.sagpya.mecon.gov.ar

http://www.higenedosalimentos.com.br

http://www.alimentos.senai.br

Manuais do Projeto APPCC Mesa do SENAI/SEBRAE

Créditos:

Júlia Márcia Manata Pontes

Engenheira de Alimentos-Pós-Graduada do ITAL

Reconhecendo a Carne inspecionada

24/01/2004

Todo alimento de origem animal deve ser avaliado por algum serviço de inspeção federal, estadual ou municipal e esta informação está disponível no local de compra ou na embalagem. A ausência desta informação coloca em dúvida a garantia do produto. Saiba mais sobre inspeção de carne bovina:

Atualmente, no Brasil, após a promulgação da lei federal nº 7889, de 23 de novembro de 1989, existem três competências legais nas quais se exercem os serviços de inspeção de produtos de origem animal. São as seguintes:

A) Serviço de Inspeção Federal: registram-se nesse serviço os estabelecimentos que comercializam produtos entre Estados e/ou para exportação;
B) Serviço de Inspeção Estadual: nesse serviço são registrados os estabelecimentos que comercializam produtos para outro município;
C) Serviço de Inspeção Municipal: são registrados nesse serviço os estabelecimentos que comercializam produtos dentro do município.

Assim, os estabelecimentos registrados no Serviço de Inspeção Municipal não podem comercializar fora do município de origem, bem como os registrados nos serviços estaduais não podem comercializar fora do Estado de origem.

São competentes para realizar essas inspeções nos estabelecimentos produtores e no transporte o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e as secretarias estaduais e municipais de Agricultura. Já a fiscalização no varejo compete à Secretaria da Saúde, por intermédio da Vigilância Sanitária, serviço que pode ser estadual ou municipal.

Em um estabelecimento de abate de bovinos, o animal é submetido a uma série de análises e exames antes e depois do abate para garantir ao consumidor final um produto de qualidade _são as denominadas inspeção “ante mortem” e inspeção “post mortem”.

A importância da inspeção “ante mortem”
A inspeção “ante mortem” é de suma importância em um estabelecimento de abate, visto que algumas enfermidades têm sintomatologia clara nos animais vivos. No exame “post mortem”, pouca ou nenhuma alteração é detectada.

A constatação de alterações nos animais antes do abate determina sua separação do lote. Dessa maneira, evita-se a entrada de animais portadores de doenças infecto-contagiosas (como a raiva, o tétano, o carbúnculo etc.) na sala de abate, o que, além de atentar contra a saúde pública, contaminaria as instalações e os equipamentos.

No transporte, o animal sofre forte estresse. Seu descanso, durante o período de repouso no estabelecimento de abate (de 6 a 24 horas) serve para que reponha suas energias, para que se adapte ao novo local e para que seja observado o seu comportamento por um médico veterinário especializado, que tomará as medidas cabíveis, caso haja alguma alteração.

A importância da inspeção “post mortem”
A inspeção “post mortem” é feita durante a manipulação do animal, após o abate. São realizadas várias análises e exames em suas vísceras e gânglios, a fim de garantir a qualidade do produto antes de ser colocado à disposição do consumidor.

Os locais ou pontos da sala de matança onde são realizados tais exames são chamados “linhas de inspeção” e estão assim padronizados:

A) Exames dos pés – realizados em estabelecimentos exportadores
B) Exame do conjunto cabeça-língua
C) Cronologia dentária – exame facultativo
D) Exames do trato gastrointestinal e do baço, do pâncreas, da vesícula
urinária e do útero
E) Exame do fígado
F) Exame do coração e dos pulmões
G) Exame dos rins
H) Exame dos lados interno e externo da parte caudal (traseira) da
carcaça e dos nódulos linfáticos correspondentes
I) Exame dos lados interno e externo da parte cranial (dianteira) da
carcaça e dos nódulos pré-escapulares.

Após a realização de todos os exames, estando própria para o consumo, a carcaça recebe o carimbo de inspeção em partes predeterminadas, sofre uma toalete final e vai para a refrigeração, aguardando expedição para o consumo. Caso seja detectado algum problema, a carcaça não vai para o consumo, tomando o médico veterinário as providências cabíveis.

A importância do frio na qualidade da carne
O resfriamento da carcaça antes de seu envio para o consumo é muito importante tanto do ponto de vista sanitário como do ponto de vista da garantia de qualidade e de tempo de prateleira (duração da validade).
A “frigorificação” ou tratamento pelo frio industrial ou artificial constitui a técnica mais utilizada na conservação de carnes, preservando-as como recurso estacional, quer garantindo seu transporte a distância, quer possibilitando seu uso na industrialização ou consumo.

O rebaixamento da temperatura aos níveis adequados atua na inibição ou na destruição de microorganismos de putrefação e no retardamento da atividade enzimática, aumentando o prazo de vida comercial da carne. Independentemente do controle dos microorganismos responsáveis pela deterioração, o frio contribui de uma forma muito importante para o controle das infecções e toxinfecções alimentares em virtude da incapacidade que tem a maioria de seus agentes de crescer rapidamente em temperaturas em torno de 4ºC.

Como saber se a carne é inspecionada?
No varejo, vários aspectos podem ajudar o consumidor a saber se o produto que ele está comprando vem de estabelecimento inspecionado. Quando a carne se apresenta em cortes e embalada, a rotulagem deve conter todas as informações necessárias para que se saiba que estabelecimento processou aquele produto, como a logomarca do serviço de inspeção, que contém um número que identifica o estabelecimento, a data do processamento, a data de validade, a temperatura de conservação etc. Quando está em grandes peças, é possível observar os carimbos de inspeção (de cor azul/roxa, feitos com tinta atóxica) em cujo interior existe um número que identifica o estabelecimento produtor. Se as peças estiverem em cortes e se não houver nenhuma identificação do estabelecimento produtor, o consumidor deverá exigir do estabelecimento varejista a nota fiscal de compra do produto, o que lhe permitirá constatar se a carne veio de estabelecimento registrado ou não.

Caso não se comprove a origem da carne, o consumidor deve denunciar o estabelecimento às autoridades de saúde pública para que seja feita a verificação da qualidade do produto oferecido.

A denúncia pode ser encaminhada à Secretaria da Saúde, ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento ou à Secretaria de Agricultura ou ainda a organizações não-governamentais, que as levarão ao conhecimento das autoridades competentes.

Para fazer uma comunicação à Agência de Defesa Agropecuária do Estado de São Paulo, pode-se usar o seguinte endereço eletrônico: (cmleal@cda.sp.gov.br). Denúncias também podem ser feitas pelo telefone (19) 3241-4700 begin_of_the_skype_highlighting              (19) 3241-4700      end_of_the_skype_highlighting, ramal 2285.
Texto elaborado pelo Médico Veterinário Carlos Maurício Leal, diretor do SISP (Serviço de Inspeção
de Produtos de Origem Animal do Estado de São Paulo). cmleal@cda.sp.gov.br

Retirando Manchas de mofo

18/03/2004


Limpe com uma solução de água sanitária diluída em água potável, na proporção de 1:1, aguardar 2 horas e enxaguar.

Retirando o cheiro de mofo

06/12/2003

1) Colocar as roupas ao sol

2) Faça uma pasta de com suco de limão e sal (só para tecidos de cores firmes)

3) Voltar para o sol

4) Lavar com água e sabão

Retirando o chiclete do cabelo

19/03/2005

É só passar clara de ovo que ele sai.

Retire as manchas de água em móveis:

18/07/2006

Passe com uma flanela embebida em óleo canforado sobre os móveis.

Retire as manchas de cera

10/07/2006

Ponha flanelas entre folhas de papel toalha e passe a ferro morno. O papel absorve os resíduos de cera, deixando-as macias.

Retire as manchas de graxa

11/07/2006

Elas saem com margarina vegetal. Ponha um pouco sobre a sujeira e deixe por alguns minutos. Depois lave normalmente com água e sabão.

Retire manchas de banha, manteiga, graxa e cera

23/07/2006

Aplique benzina ou éter. Depois polvilhe talco e lave com água quente e sabão.

Retire manchas de café

12/07/2006

Se houver manchas de café lave com água morna e glicerina.

Retire Manchas de camurça.

19/02/2005

Esfregue-as cuidadosamente em movimentos circulares com pano limpo embebido em aveia moída.

Retire o pó com uma escovinha de arame para camurça.

Retire manchas de canetas

20/07/2006

Esfregue com aguarrás e deixe por alguns minutos. Lave normalmente e deixe secar.

Retire manchas de ferrugem

25/04/2006

Esfregue suco de limão e água morna.

Retire manchas de mofo de tecidos

07/07/2006

Ferva a roupa em uma solução de água e bicarbonato de sódio na proporção de 2 colheres (chá) para 1 litro de água.

Retire o cheiro de cigarros dos cinzeiros

21/07/2006

Lave os cinzeiros com água e vinagre.

Retire o forte cheiro de alho e cebola de suas mãos

01/02/2006

Lave-as com água e bicarbonato.

Retire o mau cheiro das mãos

04/07/2006

Retire o cheiro de alho, cebola e água sanitária das mãos esfregando uma colher de aço inoxidável em baixo de água corrente.

Retire os odores desagradáveis da geladeira

06/08/2006

Embeber um algodão em baunilha e colocar dentro da geladeira .

Retire tinta de caneta esferográfica…

29/06/2006

Retire a tinta de caneta esferográfica em papel de parede passando levemente um pouco de acetona.

Saiba o que fazer se há enchentes

16/04/2004

Em caso de chuvas fortes ou de longa duração, procure seguir estas recomendações:
• sintonize uma emissora de rádio que informe sobre trânsito;
• se puder, reprograme seus compromissos;
• quando houver enchente, só saia em caso de extrema necessidade;
• antes de sair, consulte o telefone 194 ou o mapa de fluidez no nosso site ou ainda o PX2-J-9000.

Se você está fora da cidade de São Paulo e pretende passar pelas Marginais Tietê ou Pinheiros para chegar a outras cidades, clique aqui para ver um mapa com alternativas para evitar os congestionamentos causados pelas enchentes na cidade.

Conheça os desvios para evitar a lentidão da Marginal Tietê em caso de cheia:

Sal na cozinha

06/12/2003

O sal não é somente tempero que estimula o apetite. O sal de cozinha tem ainda outras inúmeras aplicações no lar, das quais citamos algumas a seguir:
  • Colheres de Prata – para limpá-las – Esfregar sal umedecido. Esperar alguns minutos e depois esfregar outra vez, e lavá-las com água morna e sabão;
  • Ferrugem – O sal de cozinha adicionado de suco de limão serve para tirar ferrugem da roupa ao sol;
  • Fogão – para Limpá-los – O vinagre aquecido é misturado com sal de cozinha, é excelente para limpar frigideiras e fogão engordurado;
  • Gorduras – Manchas – É muito fácil tirar manchas de gordura de qualidade tecido, quando são recentes. Fazer o seguinte: por em cima delas, imediatemante, um pouco de sal fino, deixar assim alguns minutos, depois bater e escovar. O sal absorverá toda a parte de gordura e as manchas acabarão desaparecendo, seja qual for o tecido;
  • Limão – Limões conservam-se frescos por muito tempo dentro do sal;
  • Mármore – Manchas amarelas – Pedras de mármore que se tornam amareladas. Para limpar passa-se um pouco de caldo de limão com sal de cozinha;
  • Mãos – Nas mãos o sal tira o cheiro da gasolina e da benzina;
  • Queijo – quando fica seco – Enrole-o num guardanapo molhado em vinho branco, de preferência, ou água com um pouco de sal. Ele ficará bom;
  • Sal – Com sal pode-se apagar óleo inflamado;
  • Sal em demasia – Se, ao preparar um prato, achar que pôs sal demais, ponha na panela um pouco de açúcar e deixe-a na geladeira por 20 minutos. O excesso de sal desaparecerá;
  • Sangue – Trata-se com uma solução de amoníaco fraquíssima, e em caso de tecidos muito finos, espalha-se um pouco de amido sobre a mancha. Se os tecidos descoram, convém empregar uma solução de 3% de sal em água morna;
  • Tornozelos – Cuidados – Se seus tornozelos estão inchados depois de uma longa caminhada, banhe-os em água salgada (um punhado de sal grosso para cada litro de água). A seguir faça massagens
  • Velas de Filtro – Para as velas de filtro quando estão recobertas de limo barrento, o sal esfregado nelas, contribui para uma limpeza perfeita;
  • Verduras – Uma solução salina regada sobre as verduras, conserva-lhe a frescura;

Sal no castiçal

20/10/2003

Quem deixa a vela queimar até o fim, conhece o problema: fica acumulado dentro do suporte o resíduo da vela que é difícil de ser retirado. Podemos colocar um pouco de sal dentro do castiçal para evitar que a cera fique grudada — e o castiçal não é arranhado. (F. Hilfiker, Lenzburg).

Sanitários limpos e brilhantes

25/06/2006

Para que seus sanitários fiquem limpos passe um pano molhado com gasolina ou qualquer derivado de petróleo. Ficarão claros e brilhantes.

Se o Botão da camisa estiver quase caindo…

08/07/2003

Se o botão de sua camisa estiver se soltando, pingue uma gota de esmalte incolor sobre a linha.

Em botões de metal, renova o brilho e disfarça arranhões.

Se o zíper está emperrando…

08/07/2003
Passe um lápis comum para baixo e para cima.

O grafite lubrifica as duas partes e faz com que o zíper passe a se movimentar, sem problemas.

PONTES:

1. Cebolão
2. Remédios
3. Anhanguera
4. Piqueri
5. Freguesia do Ó
6. Júlio M. Neto
7. Limão
8. Casa Verde
9. Bandeiras
10. Cruzeiro do Sul
11. V. Guilherme
12. V. Maria
13. Tatuapé

LEGENDA

Trecho sujeito à interferência
Caminhos alternativos
Rodovias
Principais rios e córregos

Direitos reservados – CET – Companhia de Engenharia de Tráfego

Seguro de carro sem ter dor de cabeça

22/03/2004

Como comprar um seguro de carro sem ter dor de cabeça no futuro?

Antes de assinar o contrato:

  • Antes de contratar é importante checar se o corretor e a seguradora possuem registro na Susep. Isto pode ser feito pelo telefone 0800-218484.
  • É possível, também, saber se a empresa já foi judicialmente reclamada.
  • Solicitar e ler com atenção a minuta do contrato de adesão antes de assiná-lo é fundamental.
  • Embora haja uma legislação sobre o assunto, as empresa têm liberdade para decidir sobre preços, franquias e bônus. Por isso, antes de contratar, é muito importante avaliar a proposta de mais de uma corretora e de mais de uma seguradora.

Sobre os prazos

  • O prazo para aceitação do seguro deverá ser especificado na proposta, não podendo ser superior a 15 dias, contados da data do recebimento da mesma.
  • Havendo recusa, o valor pago deverá ser devolvido com atualização até a efetiva restituição, por meio de índice previamente determinado.
  • Se o contrato for feito fora do estabelecimento comercial, o consumidor tem direito de arrependimento, no prazo de sete dias, previsto no artigo 49 do Código de Defesa do Consumidor.
  • Será considerado como data de início da cobertura de risco, a data indicada na proposta de seguro. Na falta desta, valerá a data do recebimento da proposta pela seguradora. Por isso, é importante que o segurado exija o preenchimento da data.
  • O prazo para liquidação do sinistro deverá ser previamente estabelecido, não podendo ultrapassar 30 dias, contados do cumprimento das exigências por parte do segurado. Assim, os procedimentos e documentos exigidos para solicitação do pagamento do sinistro devem ser especificados no contrato e o prazo de 30 dias (ou menos) será contado a partir da entrega dos documentos, sendo interrompido toda vez que houver solicitação de documentação complementar. Essa documentação complementar terá que ser justificada e fundamentada.
  • É muito importante que o consumidor relacione e protocole os documentos entregues na seguradora, como comprovante em eventual descumprimento do prazo pela seguradora.
  • É proibido estabelecer limite de prazo para comunicação de sinistros, mas o segurado deve fazê-lo o mais breve possível. Deve, também, exigir o laudo de vistoria prévia e nela deverá constar, obrigatoriamente, declaração de concordância do segurado em relação às avarias apontadas. Nos casos de veículos 0 Km, essa vistoria pode ser facultativa.

www.proconsumidor.org.br

Sofá de couro branco:limpeza

23/07/2005
Para limpar o couro você deve usar uma bucha vegetal, ou de espuma mesmo, com sabonete de nenê, aquele neutro, para limpar e em seguida hidrate o couro utilizando uma mistura de leite e água em parte iguais, passe no objeto de couro e deixe secar. nunca use óleos ou produtos abrasivos, o couro precisa respirar.

Suas rosas vão durar muito mais…

24/06/2006

Suas rosas vão durar mais tempo (de 8 a 10 dias), coloque uma colher de bicarbonato de sódio para cada litro de água.

Suco de limão em vez de leite para tirar manchas

20/10/2003

Para eliminar manchas de frutas nos tecidos é melhor usar suco de limão no lugar de leite quente. Pingamos algumas gotas de limão sobre a mancha recente e deixamos o suco penetrar. Depois lavamos a roupa normalmente. No tecido branco as manchas nem sempre desaparecem por completo.(K-Tipp)

Suor nos pés

05/09/2004

3 folhas de louro

3 cravos

1 colher de sopa de camomila

1 colher de sopa de chá preto

Misture tudo e deixe ferver por 30 minutos.

Deixe os pés de molho por 15 minutos à noite, antes de deitar.

Seque bem.

Talheres brilhando….

11/04/2006

Deixe os seus talheres de molho da noite para o dia, uma vez por semana, em água com algumas gotas de cândida mais vinagre de álcool. Enxágüe bem e dê polimento com uma flanela.

Telefone, lista grátis na internet

09/07/2003

Quando você precisar do serviço 102, que custa R$ 1,05, consulte pela

própria internet de graça! Entre no site

http://www.laraeletro.com.br/rotaryitauna/servicos/102/102.htm, escolha o

estado e pronto… Você tem acesso a todas as listas telefônicas do Brasil.

As companhias telefônicas não têm interesse em divulgar pois cobram pelo

serviço 102 mas é um direito seu… Você sabia disso?!

Temperos Na Sua Cozinha

17/08/2003
1. Para conservar a salsa fresca, lave, deixe secar e corte bem fininho. Depois, guarde a salsa num vidro, coberta com óleo.

2. A salsa poderá ser conservada sempre fresca por até três semanas. Para isso, lave, escorra bem, coloque num vidro tampado e guarde na geladeira.

3. Aproveite as sobras de vinho e de cerveja para temperar a carne assada em panela de pressão. O vinho poderá ser usado na própria vinha-d’alhos, e a cerveja despejada na panela, depois que a carne estiver dourada de todos os lados.

4. Para dar um sabor especial a frangos e carneiros, espalhe um pouco de alecrim antes de grelhar ou assar.

5. Para aproveitar a mostarda ressecada, adicione algumas gotas de azeite, um pouco de vinagre e uma pitada de sal.

6. Para dar um sabor ardido, igual ao da pimenta, a sopas e molhos, acrescente um pedacinho de gengibre. Retire na hora de servir.

7. Se a comida ficar muito apimentada, adicione uma colher de chá de açúcar.

8. Para dar maiorsabor a saladas, esfregue na saladeira um dente de alho.

9. Se você quiser saber se a salada está temperada a gosto, experimente o tomate, pois ele pega mais tempero que as outras verduras e legumes.

10. Para fazer um bom tempero para saladas, dissolva o sal em um pouco de água quente e acrescente vinagre ou suco de limão e depois uma quantidade igual de azeite.

11. Se você não tiver catchup, substitua por uma mistura de purê de tomate, uma xícara de açúcar e duas colheres de sopa de vinagre.

12. Nunca guarde condimentos perto do fogão, pois eles perderão a cor e o sabor. Para que os condimentos continuem sempre frescos, guarde na geladeira.

13. Para você obter um vinagre doce como o original francês, junte ao vinagre comum uma maçã descascada cortada em pedaços e deixe num vidro bem tampado por vinte e quatro horas. Em seguida, é só coar.

14. O vinho azedado pode ser aproueitado como vinagre.

15. Se você colocar vinagre demais na salada, misture ao tempero uma colher de sopa de leite cru e uma pitada de açúcar.

16. Para gelar o vinho mais rápido, envolva a garrafa em uma flanela molhada com água gelada. Em segundos o vinho estará na temperatura ideal.

Tirando as manchas dos vasos sanitários

06/12/2003

Para retirar as manchas dos vasos sanitários:

1) Dar a descarga

2) Colocar  pasta de Bórax e Suco de Limão

3) Aguardar por duas horas

4) Esfregar com uma escova ou uma lixa d´água (se for muito antiga)

Tirando as marcas das bainhas

06/12/2003

Tire as marcas e manchas das bainhas molhando com uma esponja embebida com bastante vinagre branco a peça que você deseja.

Depois, passe com ferro morno.

Tirando as olheiras

05/12/2003

rodelas de batata sobre os olhos.

Tirando o cheiro de tinta e vernizes de locais pintados

11/10/2004

Colocar um recipiente com gua e cebolas em rodelas para absorver o cheiro do ambiente.

Tire manchas de iodo

14/03/2006
Fervendo o tecido em leite de vaca por 20 minutos, esfrie e lave com sabão.

Tire manchas de mel

17/07/2006

Adicione sobre a mancha de mel uma solução de bicarbonato de sódio e água quente. Depois lave e enxague com água fria.

Tire mofo de roupas e acessórios em couro

19/02/2005

Passe um pano seco e limpo em toda peça, em seguida, passe um solução de água com vinagre de maçã, esfregando com um pano, a peça, delicadamente, deixe secar a sombra por horas.

Depois, para hidratar, passe ligeiramente glicerina.

Nunca guarde peças em couro dentro de sacos plásticos, o couro precisa ficar guardado em lugares arejados, isentos de umidade.

Tire as peças sempre que puder, do guarda-roupa (ou onde estiver guardado) e passe um pano úmido, e deixe secar a sombra.

Tire o cheiro de peixe de suas mãos

01/02/2006

Para sua mão não ficar com o cheiro de peixe ao limpá-los, esfregue nelas vinagre, suco de limão ou sal.

Tire o cheiro dos cinzeiros

06/12/2003

Lave os cinzeiros com água e vinagre.

Tire o hálito de cebola ou de alho

11/04/2006

Mastigue um grão de café ou uma folha de hortelã.

Tratando o odor das axilas

26/08/2005

Dissolva 2 colheres de bicarbonato de sódio em pó em 1/2 copo de água.

Aplicar várias vezes ao dia nas regiões afetadas.

Tudo sobre como retirar o cheiro de alho

26/06/2004

ALHO:

* Para retirar o cheiro de alho das mos no as esfregue nunca; ponha-as debaixo de uma torneira com gua corrente e espere um ou dois minutos.

(Maria Helena Fonseca – Aores)

* Para retirar o cheiro do alho a minha sugesto colocar a gua da torneira a correr e com a faca que cortou os alhos colocada no fio da gua pr as mos, uma de cada vez por baixo da faca e esfregar na gua. Entretanto movimentar a faca na longitudinal e vir-la uma ou duas vezes. O resultado ptimo.

(Lus Manuel Ferreira Roseiro – Coimbra)

*

Uma sugesto, que resulta sempre comigo, para tirar o cheiro do alho das mos: corte um limo ao meio e esfregue as mos no limo durante uns minutos. Depois lave com sabonete, slido ou lquido, e todo o cheiro desaparecer.

(Fernando Dias – Portugal)

*

Separe os dentes de alho um a um, depois com a faca tire os dois lados do dente, com um martelinho de carne d um toque em cima , ver que a casca se desprende com facilidade ..

(Ida Guilhermina Bormann Navarro. Sorocaba So Paulo Brasil)

*

Para tirar o cheiro do alho, passe um pouco de polpa de batata ralada nas mos e depois lave-as normalmente.

(Mrio Ferreira)

*

Nunca use o alho para temperar peixes, pois eles tiram todo o seu sabor.

A carne do peixe muito sensvel e se voc usar o alho, no mais distinguir qual  peixe est comendo.

Se no acredita, faa uma experincia cozinhando um peixe com alho e outro sem alho.

(Jorge Peanha – Rio de Janeiro – Brasil)

*

Para tirar o cheiro do alho das mos, basta esmagar esfregar um pezinho de salsa com os dedos e por fim passar por gua, infalvel

(Sandra Costa do Porto)

Turbinando o detergente

06/12/2003

Dissolva algumas gotas de vinagre no detergente que retirará as gorduras com mais eficiência além de dar mais brilho às panelas.

Use Tábuas de madeiras para a pia

20/10/2003

Alegando que são menos propensas a desenvolver contaminação, a propaganda promove tábuas de plástico para cortar os alimentos na cozinha como sendo melhor do que as tábuas de madeira. Entretanto, pesquisas mostraram que este conceito está completamente errado e que as tábuas de madeira são mais seguras. Para a maioria das coisas na vida, o natural é melhor.

Utilize o leite para alimentar as suas plantas

16/07/2003

O leite é um alimento rico para as suas plantas – use o resto dos pacotes na água com que rega as plantas. Verá como ficam mais viçosas.

Vapor restaura vassouras velhas

05/09/2004

Restaure suas vassouras velhas!

Se estiverem com os pelos emaranhados, embaraçados e irregulares, coloque-as por alguns minutos em vapor de água fervente.

Verificando os preços pela internet

09/07/2003

Em vez de ir de loja em loja para verificar o preço, entre no site

www.bondfaro.com, um serviço gratuito de utilidade pública, que compara os

preços de todos os produtos em todas as lojas virtuais instantaneamente…

Imagine quanto você pode economizar…

Vinco perfeito

06/12/2003

Passe um pedaço de parafina pelo avesso no lugar a ser vincado e depois passe esses vincos pelo lado direito com ferro bem quente, sobre um pano úmido.

Categories: Geral

Leave a Reply

Latest Tweets


Warning: gzinflate() [function.gzinflate]: data error in /home/storage/0/26/f9/agenciam/public_html/dicasesugestoes/wp-includes/http.php on line 1787
RSS not configured

Sponsors